Google vai produzir tablet capaz de capturar imagens 3D

google11A Google pretende produzir um lote de 4 mil tablets capazes de obter imagens tridimensionais.

Segundo o “Wall Street Journal”, o aparelho terá duas câmeras traseiras, funcionará com avançado software de imagens, e será oficialmente apresentado na próxima edição da conferência para desenvolvedores promovida pela empresa — a Google I/O.

Apesar da Google recusar-se a comentar sobre “rumores e especulações” a respeito da novidade, em março a empresa apresentou o chamado Projeto Tango, uma tecnologia que equipa smartphones com tecnologia 3D, por meio de sensores infravermelho que medem distâncias do entorno. A companhia apresentou protótipos do aparelho que foram distribuídos entre 200 desenvolvedores para que testassem a engenhoca.

A Google pretende usar essa funcionalidade 3D — que a rigor não é tão nova assim — em aplicações de mapeamento. Por exemplo, o aparelho poderá ser usado para produzir rapidamente um modelo tridimensional de salões ou aposentos.

Fonte: O Globo

Anúncios

HP deve demitir mais 16 mil funcionários após resultados ruins

HPNos últimos anos, a HP tem passado por problemas sérios, principalmente relacionados à redução do mercado de PCs. Em mais um capítulo da crise, a CEO Meg Whitman anunciou nesta quinta-feira que a empresa deve demitir entre 11 mil e 16 mil funcionários para cortar custos.

O anúncio foi feito após o relatório trimestral dos resultados da empresa, que não foram suficientes para superar as metas estabelecidas pela empresa. Os números ruins acabam sacrificando postos de trabalho.

O problema fica maior quando olhado como um todo. Em 2012, a empresa iniciou um projeto de reformulação que deveria cortar 27 mil empregados; no ano seguinte, a previsão subiu para 34 mil. Agora, com esta nova estimativa, o total de funcionários da HP que perderão o emprego pode subir para 50 mil em poucos anos.

A CEO, no entanto, havia afirmado que o corte de força de trabalho já havia terminado, então o anúncio pega os funcionários de surpresa. A executiva, no entanto, não faz novas promessas em relação a isso, mas se mostra otimista em relação à reestruturação da empresa.

“Fico feliz em anunciar que a reformulação da HP se mantém nos trilhos. Estamos gradualmente transformando a empresa em uma empresa mais ágil, de baixo-custo, com foco nos consumidores e parceiros, que é capaz de competir com sucesso em um panorama de TI sempre em fase de mudanças”, diz Whitman.

Fonte: Olhar Digital

Diretoria dos Diários Associados é alvo de reclamações por colocar equipe em prédio ainda em obras

Já não bastassem os péssimos salário, agora temos que nos deparar com condições de trabalho pra lá de precárias. Lamentável.

 

JC Rio INo último dia 16, os funcionários do Jornal do Commercio do Rio de Janeiro e da Super Rádio Tupi, que fazem parte do grupo Diários Associados, precisaram sair do prédio onde até então ficavam suas respectivas redações. O que eles não imaginavam é que seriam transferidos para um escritório ainda em reforma. A situação foi denunciada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e o Comunique-se teve acesso a imagens que mostram as condições de trabalho, descritas pela entidade como “insalubres”.

A nova sede, que fica na Rua Fonseca Teles, em São Cristovão, tem piso bruto e pedreiros trabalhando com máquinas e britadeiras. O ambiente tem poeira, barulho, cheiro de tinta e fios soltos, além de oferecer banheiros sem portas, que expõem todos os colaboradores. Ao Comunique-se, uma fonte revelou que as mulheres passam por situação ainda pior. “As mulheres têm medo de ir ao banheiro porque o único feminino que existe fica fora do prédio, num local rodeado de pedreiros e outros homens”.

JC Rio IIOs jornalistas, de acordo com o sindicato, estão sendo obrigados a trabalhar com máscaras. Na denúncia, a entidade pede ação da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio em caráter emergencial por causa da ameaça à saúde dos profissionais. “Tem gente trabalhando por toda parte, é algo inacreditável! Estamos correndo risco de levar choques ou sofrer qualquer outro tipo de acidente. Do jeito que está, a obra ainda levará uns dois anos para terminar e não existe previsão para ficarmos em outro local”, relatou outra fonte.

O antigo prédio onde os veículos de comunicação ficavam, projetado por Oscar Niemeyer, foi anunciado em 2010 por R$ 35 milhões e vendido no ano passado. Presidente do sindicato, Paula Máiran foi impedida, na última quarta-feira, 18, de entrar na nova sede dos Diários Associados no Rio de Janeiro.

A reportagem do Portal Comunique-se tentou contato com a diretoria do Grupo Diários Associados. Até o momento, porém, ninguém da empresa se pronunciou.

Fonte: Comunique-se

 

Bitcoin deve ser mais disseminado, regulado e menos volátil em 2015

BitcoinCom um público de mil pessoas de todos os lugares do mundo, a Bitcoin Conference 2014, realizada em Amsterdã, apontou tendências importantes para o futuro do bitcoin. O evento, promovido pela Bitcoin Foundation, destacou que a moeda digital deve ser mais disseminada, regulada e menos volátil em 2015.

O encontro também debateu temas centrais como as carteiras multi-sign, a relação entre o bitcoin e os aplicativos de mensagens instantâneas e também a maior penetração da moeda nos países com inflação em alta – caso do Brasil atualmente.

Para Flavio Pripas, CEO da exchange brasileira Bitinvest, uma das tendências que justificam o cenário de consolidação do bitcoin é a proliferação dos serviços que deixam a parte técnica de lado e permitem ao usuário de uma carteira de Bitcoins conectar-se diretamente com sua conta bancária e fazer transferências instantâneas entre dólares e a moeda digital com uma taxa próxima de zero. “Tudo isso de forma muito segura”, afirma o executivo.

Pripas conta que alguns paineis abordaram 2014 como o ano em que estão em alta as chamadas carteiras multi-sign (múltiplas assinaturas). Com elas é possível adicionar diferentes usuários (endereços de destino para as transações) em uma mesma carteira, possibilitando agrupar pessoas envolvidas em um mesmo negócio e tornando mais seguras movimentações cotidianas nas empresas, por exemplo. “Em uma carteira do tipo multi-sign é possível que dois de três sócios de uma empresa aprovem uma transferência”, explicou o CEO, acrescentando que esta modalidade, ele acredita, é um importante instrumento para a intensificação do uso do bitcoin em 2015.

Porém, quais mercados estão “no alvo” para ter a moeda digital tão inserida no dia a dia de empresas e pessoas? Pripas responde: “Economias com maior inflação (tais como o Brasil, atualmente) têm grande potencial, já que o bitcoin como moeda proporciona o ambiente propício para menores taxas, tornando transações mais viáveis”, afirma Pripas.

Fonte: IDG Now

Esmalte de(a) Coca-Cola?

CocaColaEsmalte-300A Coca-Cola, em parceria com a marca de esmaltes OPI, lança uma coleção inspirada em sua bebida. A nova linha de esmaltes, que faz parte do mais recente acordo de licenciamento da marca, realizou um evento de manicure no centro de Manhattan.

Os produtos da gigante de bebidas geram mais de US$ 1 bilhão em vendas no varejo anualmente. Desde 2009, a Coca-Cola duplicou sua receita de licenciamento e lucro.

“É um negócio muito lucrativo para nós”, disse Kate Dwyer, diretora do grupo de licenciamento mundial da Coca-Cola.

 

Fonte: Meio & Mensagem

Google é a marca mais valiosa do mundo

google11O Google superou a Apple como a marca mais valiosa do mundo, de acordo com as métricas do ranking BrandZ. De acordo com a nona edição do estudo produzido pela Millward Brown, sob a chancela do grupo WPP, o gigante da internet teve sua marca avaliada em US$ 159 bilhões, uma valorização de 40% em relação ao ano passado. Já a companhia liderada por Tim Cook viu o valor de sua marca cair para US$ 148 bilhões, recuo de 20% em relação ao período anterior – o que custou o posto de número 1, em poder da empresa há três anos.

O ranking BrandZ mede o valor de marca com base na performance de negócios e em entrevistas feitas com mais de dois milhões de consumidores no mundo todo.

“Google foi incrivelmente inovador nesse último ano, com o Google Glass, investimentos em inteligência artificial e múltiplas parcerias por meio das quais o Android passou a ser o sistema operacional de outros tipos de produtos, até mesmo carros”, afirma Nick Cooper, diretor geral da MIllward Brown Optimor. “Toda essa ação manda um sinal muito claro para os consumidores a respeito das intenções do Google. Isso coincidiu com uma queda da Apple.”

Microsoft (4º), Visa (7º) e Amazon (10º) foram outros destaques na edição 2014 do BrandZ, com crescimento na casa dos dois dígitos. Ainda que não tenham conseguido um lugar entre os Top 10, Facebook, Samsung e Yahoo também registraram evoluções significativas. A marca do Facebook valorizou 68%, estimada em US$ 35,7 bilhões. A Samsung, por sua vez, teve a marca avaliada em US$ 25,9 bilhões, alta de 21%. O Yahoo chegou aos US$ 14,2 bilhões em valor de marca, 44% a mais do que no ano passado.

O Twitter e o LinkedIn entraram pela primeira vez no Top 100 do ranking, ocupando a 71ª e 78ª posições, respectivamente.
Veja abaixo as dez primeiras do ranking e clique aqui para ver as cem melhores colocadas.

Marcas mais valiosas do mundo

Fonte: Meio & Mensagem

Copa do Mundo 2014: Resumo da segunda rodada

Switzerland v France: Group E - 2014 FIFA World Cup BrazilA Copa do Mundo do Brasil mostra-se sensacional dentro das quatro linhas. São jogos emocionantes, bons tecnicamente, times ofensivos e resultados surpreendentes. Tão surpreendentes que a Espanha foi sumariamente eliminada, assim como a Inglaterra. A diferença é que a Espanha não mostrou um pingo de futebol, enquanto a Inglaterra protagonizou os dois melhores jogos da competição até aqui – contra o Uruguai e a Itália, respectivamente.

A média de gols foi mais uma vez excelente (2,80) e seis seleções já garantiram suas classificações – Holanda, Chile, Colômbia, Costa Rica, Argentina e Bélgica – e as torcidas deram show nas arquibancadas. Mas vamos a um resumo, desta vez grupo por grupo.


Grupo A 

O Brasil era/é o grande favorito, mas tem feito a torcida sofrer com más atuações. O jogo contra o México foi um dos piores do torneio e o 0 a 0 foi um dos piores jogos da competição. Destaques: o goleiro do México (Ochoa) e a eliminação de Camarões.
Belgium v Russia: Group H - 2014 FIFA World Cup BrazilGrupo B

Um dos grupos de melhor nível técnico, o B contou com um ótimo jogo entre Austrália e Holanda (com vitória apertada dos laranjas por 3 a 2), mostrando que os holandeses também podem ser incomodados. Por outro lado, confirmou que o Chile é uma das grandes forças da Copa, vencendo e carimbando a volta da Espanha para casa (2 a 0).

A decisão do primeiro lugar fica para o jogão da terceira e última rodada (Chile x Holanda). Qualquer um dos dois vai ser pedreira.
Grupo C

Incrível, mas a Colômbia confirmou que não veio para brincar. O time jogou bem mais uma vez, venceu a Costa do Marfim (2 a 1) e se garantiu nas oitavas. Embora a Costa do Marfim tenha três pontos, ela ainda pode ser ultrapassada por Japão e Grécia. Tudo só será resolvido na terça (24).
Switzerland v France: Group E - 2014 FIFA World Cup BrazilGrupo D 

O grupo da morte é uma das maiores fontes de surpresas dessa Copa. Como disse no início do texto, a Inglaterra foi desclassificada participando das duas melhores partidas da competição. Pior foi a Espanha, que saiu na segunda rodada, sem um gol, e joga uma partida melancólica com a Costa Rica – primeira classificada do grupo, depois da boa vitória sobre a Itália.

Para a última rodada sobrou um eletrizante Uruguai x Itália.
Grupo E

Um grupo que contribuiu com a boa média de gols. França 5×2 Suíça e Equador 2 x 1 Honduras, foram bons jogos. Além da França, já classificada, Equador e Honduras ainda têm chances.
Switzerland v France: Group E - 2014 FIFA World Cup BrazilGrupo F

A Argentina continua jogando mal e Messi continua decidindo. O craque argentino está longe de ter boas atuações, mas continua decisivo. O Irã mostrou um bom futebol e Nigéria e Bósnia…hum…bem……. Os jogos começam às 13h do dia 25/06.
Grupo G

Se a Copa anda meio inexplicável e furando todos os bolões, o que dizer de um grupo onde literalmente tudo pode acontecer? O gol de Portugal aos 49min30s do segundo tempo, empatando a partida contra os Estados Unidos foi sofrido, mas manteve as chances dos patrícios. Aliás, temos que destacar a grande atuação de Gana, que empatou, mas poderia ter vencido a poderosa Alemanha (2 a 2).

Quem passa e quem volta para casa? Aguardemos até a quinta (26).
Grupo H

Ufa! A Bélgica ganhou da Rússia (1 a 0), se classificou, mas sem jogar um tostão de bom futebol. A Argélia derrotou a Coréia do Sul por 4×2, mas foram tantas falhas que o jogo valeu mesmo só pelos gols. Esse é outro grupo que será decidido na quinta (26).
Belgium v Russia: Group H - 2014 FIFA World Cup BrazilPontos negativos

Os gramados, que apresentaram desgaste e mau estado em vários estádios. Além disso, continuam faltando água e comida, sem falar nas falhas de segurança, que culminaram com a inacreditável invasão de um grupo de chilenos (sem ingressos) ao Maracanã e a ainda mais inacreditável falta de atitude das autoridades em prender essas pessoas. Muitas delas, diga-se, continuam no país, sem nenhum problema.

Houve uma briga entre brasileiros e argentinos no entorno do Mineirão, mas, na boa, foi mais “excesso de álcool nas ideias” do que qualquer outra coisa.

Dentro do campo os destaques negativos foram Espanha, Brasil, Argentina e a (injusta) desclassificação da Inglaterra.
Pontos positivos

Os gols, os grandes jogos, as viradas e os resultados inesperados. As torcidas sul-americanas também merecem destaque. Até o momento, uma Copa eletrizante!
Os números

A segunda rodada teve uma média de gols de 2,80 por partida (45 gols em 16 jogos). A média de público está perto dos 51 mil espectadores por jogo.

Destaque para os jogos realizados na Fonte Nova. Em três jogos foram 17 gols!
Agora é torcer por uma última rodada tão boa quanto às duas primeiras.

Fotos: Image.net

BB e Bradesco terão programa de fidelidade

bradesco-bbDuas das maiores instituições financeiras do País, o Banco do Brasil e o Bradesco, anunciaram que iniciaram tratativas para a criação de um programa de fidelidade, batizado Livelo.

O novo programa permitirá o acúmulo e resgate de pontos de diversos parceiros, mas o início da operação ainda não foi divulgado pelos bancos, pelo fato de ainda depender da análise dos órgãos regulatórios.

A nova empresa é uma sociedade que tem participação indireta do Banco do Brasil, com 49,99% do capital social e do Bradesco, 50,01% do capital social, por meio da Companhia Brasileira de Soluções e Serviços.

Entre os parceiros dos dois bancos na Livelo estarão emissores de meios de pagamento, varejistas e mesmo outros programas de fidelidade. Mas BB e Bradesco também pretendem desenvolver pontos de fidelidade próprios.

O lançamento da Livelo é mais uma iniciativa atribuída a Eduardo Gouveia, presidente da Alelo (outro negócio do BB e do Bradesco) desde o ano passado. Antes, de 2010 a 2013, o executivo já havia sido presidente da Multiplus, um dos maiores programas de fidelização do mercado. A Livelo é a terceira iniciativa das duas instituições financeiras, seguida da própria Alelo e, mais recentemente, da criação – em parceria com a Cielo – da empresa de meios de pagamento Stelo.

Fonte: Meio & Mensagem

Um resumo da primeira rodada da Copa 2014

Spain v Netherlands: Group B - 2014 FIFA World Cup BrazilA segunda rodada já está em curso, mas decidi fazer um resumo com a minha visão pessoal de como foi a primeira rodada da Copa 2014 em terras brasilis.

Apesar de todo o potencial para termos grandes problemas – em termos de organização, principalmente – a Copa do Mundo do Brasil se saiu bem.

Alguns problemas (óbvios) ocorreram, como dificuldade de acesso em alguns estádios, desabastecimento em bares e restaurantes de várias arenas e até pequenos piques de energia, como se viu na partida de abertura do torneio.

O mais importante é que a grande maioria dos jogos teve um nível altíssimo, de emoção e gols (média de 3,06 por partida). Esse desempenho dentro dos gramados faz esquecer os últimos torneios, que tiveram jogos pra lá de sonolentos.

Tivemos resultados surpreendentes – como a goleada da Holanda sobre a campeã Espanha –, jogadas de muita técnica e erros bisonhos de arbitragem. Todos os ingredientes para uma Copa ser comentada e lembrada por muito tempo (de forma positiva).

England v Italy: Group D - 2014 FIFA World Cup BrazilO Brasil

A Seleção do Felipão entrou em campo nitidamente emocionada, com jogadores chorando antes e durante o hino, o que pode ter influenciado em uma partida não muito inspirada e que acabou gerando a primeira polêmica do torneio, com a marcação de um pênalti absurdamente cavado pelo nosso centro avante. Azar da Croácia (sobre o jogo contra o México falamos quando terminar a segunda rodada).

A torcida

Os fãs da maioria das seleções sul americanas deu um show no quesito animação. Para falar a verdade, acho que a do Brasil foi até um pouco tímida na animação. Ficou claro que o calor dos torcedores vai ser importante para que as equipes ganhem um fôlego extra nas partidas.

Protestos

Os parcos protestos blackblocks perderam força e, mesmo com alguma destruição, não ganharam tantas manchetes quanto era de se imaginar. Quem sabe os que são contra a Copa se negaram a aproveitar os feriados e ficaram em suas empresas trabalhando e contribuindo para o enriquecimento da nação. Afinal, com o trabalho eles podem gerar mais recursos para a educação, saúde…….

Spain v Netherlands: Group B - 2014 FIFA World Cup BrazilOs destaques

Como destaques positivos dessa primeira rodada eu destacaria a Holanda, a Alemanha e a surpreendente Costa Rica.

Brasil, Inglaterra e Argentina não chegaram a decepcionar, mas ficaram longe de apresentar o futebol que o mundo esperava.

No campo das decepções, tivemos a Espanha e Portugal. Não que a equipe de Cristiano Ronaldo seja um primor, mas a presença do melhor jogador do mundo sempre deixa a esperança de um bom jogo.

A segunda rodada já está em andamento e algumas dessas surpresas e destaques se confirmam (outras não), mas é fato que a Copa vai bem.

Fotos: Image.net

Redes sociais encostam em jornais online como principal fonte de informação

Depois perguntam a razão do brasileiro ser desinformado e do grande número de boatos que se espalham pela rede. Gente, redes sociais são ótimas, mas não podem ser usadas como fonte principal de informação. Para isso existem os JORNAIS!

Hoax social networkQue as pessoas têm a Internet como fonte de informação fundamental e de forma crescente, parece óbvio. Menos evidente, no entanto, é o movimento medido pelo Reuters Institute em seu ‘Digital News Report 2014’, divulgado nesta semana: as redes sociais, em particular o Facebook, vão se tornando a grande plataforma para o consumo de notícias.

No Brasil esse movimento é o mais notável entre os 10 países pesquisados. Por aqui, o Facebook não só é a rede mais usada – por 80% dos entrevistados – como é a principal fonte de notícias para 67%, seguida pelo YouTube (33%); G+ (14%) e Twitter (13%).

Particularmente, quando perguntados sobre como se informaram na semana passada, 54% dos brasileiros entrevistados indicaram “redes sociais”, contra 55% que buscaram “veículos tradicionais”, como os sites de jornais. É o maior percentual entre os 10 países, com a Itália em segundo (51%).

Curiosamente, Brasil e Itália são os dois pesquisados onde o acesso à Internet é menor. A penetração no Brasil foi indicada em 46% (Brasil Urbano, segundo o estudo) e, na Itália, 58%. Nos demais – EUA, Reino Unido, Alemanha, França, Dinamarca, Finlândia, Espanha e Japão – a penetração é acima de 80%.

boatos redes sociaisO mesmo estudo (www.digitalnewsreport.org) coloca os brasileiros como os mais interessados em notícias (87%) e aqueles que têm a Internet como a principal fonte de informações – 37% , ao lado da Finlândia. Entre quem tem 18 a 24 anos, não importa o país: 49% acessam informações prioritariamente online.

O Brasil também aparece como o país pesquisado onde os internautas mais compartilham notícias em redes sociais ou por e-mail – 54% dos entrevistados; seguido da Itália, 44%; Espanha, 40%; EUA, 35%; e Finlândia, 24%.

Finalmente, o Brasil aparece ainda como o país onde mais se aceita pagar pelas notícias – 22% dos entrevistados pagaram pelo menos por um artigo ou mantinham assinaturas digitais em 2013, contra uma média de 11% quando agregados os 10 países avaliados.

Fonte: Convergência Digital

Esses Ingleses Maravilhosos e suas Pesquisas Voadoras XIX – Ter TV no quarto melhora a vida sexual

As mulheres detestam TV no quarto – menos quando elas querem ver um filme francês ou impedir que você preste atenção naquela mesa redonda diária sobre futebol -, mas, segundo os ingleses, ter uma Tv no quarto aumenta a frequência com a qual os casais (ingleses, insisto) praticam o sexo.

Por aqui, a TV desligada ajuda ao ato.

Realmente, eles são muito estranhos.

Sexo com TVTer uma TV no quarto pode até atrapalhar o seu sono –mas, segundo uma pesquisa britânica citada pelo “Daily Mail”, também pode dar um up no seu relacionamento.

Aqueles que têm TV no quarto transam, em média, duas vezes mais do que aqueles que não têm. (Compre uma já!)

A primeira pergunta era: “Você tem TV no quarto?”. Do total, 74% responderam sim.

Depois, todos os participantes foram questionados a dizer quantas vezes, em média, eles tinham relações sexuais.

Aí, os pesquisadores compararam os resultados colhidos e chegaram à essa brilhante conclusão: aqueles que têm TV transam, em média, duas vezes na semana. Aqueles que não têm, apenas uma vez, em média.

Todos os entrevistados que disseram que tinham TV foram perguntados se achavam que a presença da televisão levou a uma vida sexual mais saudável e frequente: 67% disseram que sim.

Sobre os porquês, eles citaram: assistir filmes eróticos juntos (37%) e transar sem perder os programas favoritos (32%). OI? Quase metade, 47%, disse que já teve relações sexuais assistindo televisão. Esses britânicos têm problemas!

“A tecnologia está se tornando parte essencial da vida diária e é muito mais comum ter uma TV no quarto do que não ter. Mesmo que seja melhor para a saúde usar o quarto como local para dormir e a sala para ver TV, parece que a inclusão de uma plasma pode apimentar as coisas debaixo dos lençóis”, afirmou um porta-voz da VoucherCodesPro.co.uk, empresa responsável pela pesquisa.

Vamos testar!

Fonte: UOL

Leia outras sensacionais pesquisas inglesas!

IVC disponibiliza auditoria mensal de websites

Embora algumas empresas menos sérias continuem a inventar números de seus acessos na internet, foi o tempo no qual qualquer charlatão cobrador de dízimo podia se vender como grande potência na internet. O IVC (Instituto Verificador de Circulação) dá mais uma contribuição para impedir que a mentira prevaleça.

Ainda bem.

IVC onlineO Instituto Verificador de Circulação (IVC) anunciou algumas mudanças em sua auditoria da web, que mapeia a audiência dos sites de seus associados. O instituto, agora, passará a fornecer os relatórios das páginas mais cessar a cada sete dias, proporcionado mais agilidade aos veículos. Até então, a periodicidade dos rankings enviados pela auditoria web do IVC era mensal.

Segundo o instituto, a medida tem o objetivo de abastecer as agências de publicidade e os profissionais de mídia de dados mais atualizados dos veículos, sobretudo neste momento de Copa do Mundo, em que a demanda por informações deve aumentar. Além das informações de impressões de páginas, visitantes únicos e page views, o IVC também fornecerá, semanalmente, relatórios com informações de geolocalização dos acessos e de segmentação do público.

Para divulgar o novo serviço, o IVC oferece um serviço de degustação de sua nova auditoria da web, por um período de 30 dias. Dentro do site do instituto é possível experimentar a ferramenta.

Fonte: Meio & Mensagem

SBT adota revezamento entre Carlos Nascimento e Joseval Peixoto

bancadasbtbrasilA bancada do ‘SBT Brasil’ ganhou novidades na semana passada. O telespectador que acompanha o jornalístico pôde ver na apresentação de segunda-feira (9), terça-feira (10) e quarta-feira (11), o jornalista Joseval Peixoto. Quinta-feira (12) e sexta-feira (13), o comando esteve a cargo de Carlos Nascimento. De acordo com o canal de Silvio Santos, daqui para frente será assim: os dois irão revezar a função.

A decisão sobre o revezamento é da área artística da emissora, que, para melhor aproveitar os jornalistas, criou esse sistema. Por ora, não existem ordem e dia certo para que cada jornalista esteja na apresentação, somente ficou acertado que, a partir desta semana, Rachel Sheherazade dividirá a bancada com um dos âncoras em três dias da semana e com outro nos dois dias seguintes.

“É uma grande generosidade do SBT e principalmente do Joseval e da Rachel permitir que eu divida o jornal com eles. Tanto do ponto de vista pessoal, como profissional, é uma atitude que eu jamais esquecerei”, afirmou Nascimento.

Para o diretor de jornalismo do SBT, Marcelo Parada, quem ganha com a mudança é o telespectador, que terá dois “apresentadores de competência” ao longo da semana.

Nascimento estava afastado de suas funções desde setembro do ano passado, quando iniciou tratamento de câncer no intestino. O retorno dele aconteceu em maio passado e, na ocasião, o canal divulgou que ele iria comandar interinamente o ‘SBT Brasil’, sendo que ele apresentaria o programa durante as férias de Joseval Peixoto.

No ano passado, a previsão era que Nascimento retornasse em dois meses ao ‘Jornal do SBT’, exibição apresentada por ele, algo que não aconteceu. O jornalista Marcelo Torres o substituiu e segue até hoje no programa.

Fonte: Comunique-se

Banco do Brasil, Oi e Visa oferecem app de pagamento móvel

Pagamento por aproximaçãoAceita em mais de 1,4 milhão de estabelecimentos comerciais do País, a transação por aproximação é um novo serviço à disposição de clientes Oi portadores de cartões Ourocard Visa do Branco do Brasil. Para concretizar a compra, o portador precisa selecionar o aplicativo Ourocard Visa do Banco do Brasil em seu smartphone e aproximar o aparelho do terminal de pagamento.

A compra é feita através da solução Near Field Communication (NFC), tecnologia que permite o envio de informações da transação de forma segura. O aplicativo será usado por um número limitado de portadores do plástico antes de estar disponível para todos os clientes do banco.

O Banco do Brasil já oferece soluções de mobile payments, baseadas em SMS, e de cartões pré-pagos vinculados ao celular, como o Oi carteira (veja vídeo abaixo) e a BB Conta de Pagamentos.

Fonte: Meio & Mensagem

Palavra do Dia – Seleção

brasil-de-82Este é o nome dado à equipe de jogadores de qualquer modalidade de esporte que defendam um país, um estado, uma região etc. O termo tem origem no latim ‘selectione’, declinação de ‘selectio’, seleção. As seleções são montadas por seus respectivos técnicos, que, geralmente, escolhem os jogadores que mais se destacaram em outros campeonatos. Participam da Copa do Mundo de Futebol 32 seleções, classificadas em torneios eliminatórios, divididas em 8 grupos, definidos por sorteio. O Brasil é a única seleção pentacampeã, ou seja, que venceu o mundial por cinco vezes.

Definição:
(se.le.ção)
sf.

1. Ação ou resultado de selecionar, de escolher

Brasil de 19702. Escolha criteriosa e fundamentada (seleção de candidatos)

3. Esp. Equipe formada pelos melhores atletas em uma modalidade de esporte (seleção de vôlei;seleção de basquete); SELECIONADO

4. Esp. Equipe de jogadores de qualquer modalidade de esporte, ger. futebol, que defendam um país (seleção brasileira; seleção alemã); SELECIONADO

5. Biol. Processo natural ou artificial de produção de genótipos em gerações sucessivas

6. Reunião de fragmentos ou textos literários, agrupados segundo algum critério (seleção de contos modernistas); SELETA; ANTOLOGIA

[Pl.: -ções.]
[F.: Do lat. selectio -onis.]

Patrocinadores fazem marcação em David Luiz

Um dos homens de confiança do técnico Luiz Felipe Scolari, o zagueiro David Luiz também tem se destacado fora das quatro linhas. Reconhecido pela molecada pela vasta cabeleira, o carismático jogador tem chamado a atenção dos patrocinadores e é um dos atletas mais requisitados pelas marcas para participar de comerciais.

De acordo com um levantamento do Controle da Concorrência, dentre os craques que vão disputar a Copa do Mundo de 2014, Luiz só perde para o parceiro de time Neymar em termos de número de inserções nos breaks comerciais no primeiro semestre deste ano. Garoto-propaganda de marcas como Nike, PepsiCo, Seguros Unimed, Tam, Vivo e Itaú (veja comerciais abaixo), David Luiz teve uma ascensão meteórica no ranking.

No primeiro semestre do ano passado, o jogador nem fazia parte do top 10, e neste ano aparece em sexto, com 746 inserções, atrás de Neymar, Ronaldo, Felipão, Raí e Pelé, e à frente de craques em atividade como Cristiano Ronaldo e Kaká, e de personagens folclóricos como Joel Santana e Túlio Maravilha (veja quadro abaixo).

O levantamento do Controle da Concorrência analisou os intervalos comerciais de Bandeirantes, Globo, Record, Rede TV e SBT entre 1º de janeiro e 10 de junho. Os formatos incluem propaganda e patrocínio.

Nos comerciais, David Luiz faz tabelinha com Hulk e Bernard, para Vivo, com Thiago Silva e Marcelo, para a Tam, e até dá entrevista coletiva, no filme da Seguros Unimed. O zagueiro também virou personagem de animação ao lado de Ibrahimovic, Neymar, Cristiano Ronaldo e Iniesta, dentre outros, em um curta-metragem da Nike. Confira a seguir.

top+10+jogadores+final

Fonte: Meio & Mensagem

ECT quer ofertar telefonia ainda em 2014

Correios telefoniaA Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) pretende iniciar a oferta de serviços de telefonia móvel virtual, conhecido tecnicamente como MVNO (sigla para mobile virtual network operator) ainda em 2014. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, assinou uma autorizando companhia a explorar a atividade.

A partir de agora os Correios poderão firmar parceria com empresas do setor de telecomunicações para oferecer o serviço a seus clientes, de acordo com a regulamentação específica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo a portaria, a parceria poderá ser implementada com a constituição de subsidiárias ou a aquisição de controle ou de participação acionária em empresas já estabelecidas.

Os Correios apostam em sua capilaridade – possui aproximadamente 12 mil unidades de atendimento – para conquistar mercado oferecendo o serviço em áreas onde não há pontos de vendas de empresas de telefonia móvel.

Fonte: Meio & Mensagem

Gigantes da web querem levar sinal a regiões remotas com drones

Parece brincadeira e pode até ser que seja mesmo.

Drone internetCom pouco mais de 44 anos de existência, a internet tem cerca de 2,7 bilhões de usuários (39% da população mundial), alimentando um mercado multibilionário. Os restantes 61% desconectados estão provocando uma espécie de “corrida espacial” entre os gigantes da rede. E, no mundo móvel, a briga é ainda mais acirrada. Com o celular atingindo mais de 96% dos terráqueos, uma expansão da infraestrutura da web representaria um potencial de venda de serviços monumental. Google e Facebook estão esfomeados, quase desesperados, para engolir o próximo bilhão de internautas. E, para isso, não param de bolar novas maneiras de levar sinal a rincões ainda virgens.

Equipamentos geoestacionários, drones e balões estão entre os veículos por meio dos quais os players querem conquistar territórios. Para isso, eles terão de vencer desconfianças que cercam tais tecnologias — no Oriente Médio, por exemplo, um dos potenciais mercados a explorar, com apenas 26% da população atualmente conectada à internet, drones são comumente associados pela população a ações de contraterrorismo americanas e percebidos como ameaças. Além disso, dizem especialistas, há o medo de que os exploradores desse tesouro virtual possam recolher dados de usuários indiscriminadamente de modo muito mais fácil a partir do espaço.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, lançou em agosto de 2013 sua iniciativa “internet.org” em parceria com seis grandes companhias de telefonia móvel, com o objetivo de levar acesso à internet mais barato a todos. “A população conectada do mundo está crescendo apenas 9% ao ano. Queremos acelerar esse crescimento”, diz o documento principal da instituição, que já fechou acordos com provedores nas Filipinas e no Paraguai. Mas a internet.org investe também em outras tecnologias.

No setor de satélites, para fornecer conexão à internet, o Facebook contempla usar equipamentos geoestacionários, que orbitam a mais de 35 mil quilômetros de altitude, além de satélites não estacionários de órbita terrestre baixa (entre 400 e 600 quilômetros). A rede social está avaliando usar em seus satélites a tecnologia FSO (Free Space Optics), baseada em laser e que exige grande precisão na pontaria do feixe luminoso.

Empregabilidade ainda é incerta

Já no departamento dos drones, o Facebook tem planos ousados, mas levou uma rasteira de última hora do Google, que comprou, debaixo de seu nariz, a empresa Titan Aerospace, cortejada há muito pela companhia de Mark Zuckerberg. Este acabou arrematando a inglesa Ascenta, que produz drones movidos a energia solar.

Mesmo parecendo promissores, os drones ainda são uma tecnologia incerta para prover conectividade.

— Drones usados para internet ainda são uma aposta — afirma Nei Brasil, cofundador e presidente da Flight Technologies, empresa brasileira especializada nessas aeronaves. — Os custos são altos, e a viabilidade técnica existe, mas a modelagem econômica ainda é um mistério. Outro fator é a incerteza quanto à regulamentação pelas autoridades do setor aeronáutico, tanto no Brasil quanto nos outros países. Os próprios americanos ainda não têm regulamentação para drones na área privada. Mas Google e Facebook têm bala na agulha para se dar ao luxo de queimar US$ 50 milhões ou US$ 60 milhões em um projeto experimental de drones para implementar conectividade.

Outra seara à vista no futuro da internet são os balões. Desde 2008, o Google já vinha pesquisando modelos atmosféricos para levar conectividade à internet, mas só em junho de 2013 iniciou o Project Loon, com um experimento na Nova Zelândia envolvendo 30 balões lançados em coordenação com as autoridades locais de aviação civil. O projeto piloto fornece acesso à rede a 50 usuários da região.

No início de abril passado, o Google soltou cerca de 300 balões, que deram uma volta completa pela Terra na latitude 40° Sul, provendo experimentalmente acesso à internet a regiões ermas de Nova Zelândia, Austrália, Chile e Argentina. E um dos balões — o histórico I-167 — fez a volta completa em 22 dias. O plano da empresa é espalhar milhares deles na estratosfera, de modo a cobrir as áreas secas e habitáveis do planeta.

O Brasil também tem uma iniciativa para prover conexão à internet por balões: o Projeto Conectar, do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Mas o conceito é diferente.
— Nossos balões são ancorados, ou seja, ficam presos ao solo por uma corda de aramida, bem leve — explica José Ângelo Neri, pesquisador do Inpe e coordenador do Projeto Conectar. — Eles pairam a cerca de 400 metros do solo, proporcionando conexão num raio de até 100 quilômetros e funcionando como se fossem torres convencionais, só que mais altas, mais baratas e com alcance muito maior.

O projeto é 100% brasileiro e pode servir também para dar apoio a regiões em caso de desastres. O próximo passo é um experimento piloto — definido em dezembro de 2013, mas ainda aguardando autorização ministerial — na Região Norte, que deve cobrir dez cidades num raio de 50 quilômetros a 100 quilômetros.

— Usamos nos balões os gases hélio ou hidrogênio, mas a logística do projeto é complicada. Quanto à inflamabilidade do hidrogênio, não há problema. Já testamos nossos balões dando até sete tiros neles. Não houve explosão, e a descida foi suave, já que a diferença de pressão é minúscula, apenas um centésimo de atmosfera.

Momento de transformação na rede

Os tubarões da internet sabem que a grande rede está num momento de transformações, e este — além da possibilidade de grandes lucros — é um dos motivos para a fome por novos usuários. Hugo Fuks, professor e diretor do Departamento de Informática da PUC-Rio, explica que, de fato, a web está mudando de vocação.

— Deixando de lado o bom e velho e-mail, a internet está deixando de ser um veículo de consumo de informações para se tornar uma via de interações entre usuários, instituições e empresas, uma metamorfose bem simbolizada pelo fenômeno das redes sociais — explica. — Com a iminente “internet das coisas”, essa situação se agrava ainda mais, pois as interações passam a contemplar bilhões ou trilhões de objetos conectados e endereçáveis pelo protocolo IPv6, que teoricamente seria capaz de abarcar todos os grãos de areia do planeta.

Google, Facebook e outros gigantes estão conscientes desse futuro. É o que diz o analista de tecnologia americano Mike Elgan:

— Essas redes estão se convertendo de sites centralizados que concentram milhões de usuários em aplicativos com funções específicas dentro de uma mesma plataforma, que conseguirão captar ainda mais usuários e, é claro, juntar o máximo de informações deles para, depois, dirigir-lhes anúncios personalizados super eficientes.

Fonte: O Globo

Same Love – Paul McCartney

Não é por conta do Dia dos Namorados, mas essa música vale ser ouvida. Um dos momentos nos quais Paul escreveu uma letra realmente boa.

 

beautiful_night-cd_2Same Love

If I give my love again to you,
Will it be the same love that we once thought was true?
Will it be the same love?
Will it feel the same, love?
Will it be the same love that you once made to me?

The love you made to me, oo, the love you made to me, the love you made to me, oo,
the love you made to me, oo, the love you made to me, the love you made to me.

If it’s nothing like the first love, we’ll enjoy it right or wrong.
Why keep referring to the worst time when you’ve waited for so long? (for so long, baby)
You’ve waited for so long.

Same Love backThough it may not be as good as new,
But still it must be better than the pain that I went through.
Oh-oh,
Will it be the same love?
Will it feel the same, love?
Will it be the same love that you once made to me?

The love you made to me, oo, the love you made to me, the love you made to me, oo,
the love you made to me, oo, the love you made to me, the love you made to me.

Guerra do Android: Oracle impõe derrota ao Google

oracleA Oracle venceu um litígio contra o Google, enquanto uma corte de apelações norte-americana decidiu que a empresa de Larry Ellison tem direitos de copyright de partes da programação de linguagem Java, que foi usada pelo Google para desenhar o sistema operacional de smartphones Android.

O caso, decidido pela corte de apelações do circuito de Washington, está sendo acompanhado de perto pelo Vale do Silício. Um julgamento que teve depoimentos do presidente-executivo da Oracle, Larry Ellison, e do Google, Larry Page, e as questões legais abordam como as companhias de tecnologia protegem sua propriedade intelectual.

O Android é a plataforma de smartphone mais vendida no mundo. A Oracle processou o Google em 2010, alegando que o Google incorporou inapropriadamente partes da linguagem Java no Android. A Oracle busca indenização de aproximadamente 1 bilhão de dólares alegando direitos de copyright.

google11Um juiz federal de San Francisco decidiu que a Oracle não poderia pedir proteção de copyright sobre partes da linguagem Java, mas nesta sexta-feira, um painel de três juízes do circuito federal reservou esse direito à empresa.

O advogado da Oracle, Dorian Daley, chamou a decisão de uma “vitória” para uma indústria que “depende da proteção do copyright para impulsionar a inovação”. Já o Google disse que a decisão foi “um precedente perigoso para a ciência computacional e para o desenvolvimento de softwares” que estava considerando suas opções.

Fonte: Reuters

Quanto você realmente vale para Facebook e Google

Escritório GoogleVocê já se perguntou quanto o Facebook lucra com as horas que você passa vendo as fotos de seus amigos e postando quizzes do BuzzFeed sobre qual personagem do “Game of Thrones” é mais parecido com você?

A empresa de softwares AVG desenvolveu um aplicativo capaz de responder essa questão. O PrivacyFix faz uma estimativa desses valores com base em dados publicamente disponíveis sobre a receita que as empresas geram por usuário, de acordo com o uso pessoal.

Primeiramente, o app requer uma permissão para acessar as contas do Google e Facebook da pessoa para mostrá-las como suas opções de privacidade estão configuradas. Assim, elas são direcionadas à página em que os ajustes podem ser feitos, além de ter acesso ao seu suposto valor monetário.

Depois de analisar curtidas, postagens, fotos e quantidade de amigos, foi revelado que as mulheres são 25% mais valiosas do que os homens. Em relação à localização, usuários americanos e canadenses geram cerca de 8,5 vezes mais receita do que as pessoas da América Latina, Austrália e África, segundo o próprio Facebook.

Para o Google, o app baseia-se no volume de pesquisas feitas nos últimos 60 dias a partir de um navegador específico e dispositivo utilizado no momento da busca. Parte-se do princípio de que quanto mais você pesquisar, a probabilidade de você clicar em um anúncio também aumenta.

Com base nos critérios utilizados, um usuário médio do PrivacyFix curte 130 itens por mês, posta 110 atualizações (incluindo comentários em fotos e posts de outros usuários), publica nove fotos e tem 175 amigos. O app foi lançado em setembro de 2013, e até agora a AVG não divulgou o número de pessoas que já instalaram a ferramenta.

A usuária de maior valor dos Estados Unidos produz, em média, US$ 37,98 por ano ao Facebook, enquanto o usuário americano mais valioso gera US$ 30,38, de acordo com os cálculos. A mulher americana menos valiosa, por sua vez, contribui com US$ 17,02, e o homem, com US$ 13,61.

Por outro lado, também é possível que atividades como curtir e publicar não sejam mais os melhores indicadores de engajamento no Facebook. Pessoas menos ativas podem, ás vezes, estar mais engajadas do que aqueles que sempre aparecem no feed de notícias. Por esse motivo, a rede social tem tentado entender os padrões por trás desse engajamento mais silencioso.

Segundo o Slate, a plataforma está estudando cuidadosamente os hábitos de consumo dos seus usuários para descobrir pelo que as pessoas realmente se interessam, com o objetivo de oferecer conteúdos mais relevantes. Assim, o like de um usuário que realmente clicou e leu o que aparece em seu news feed tem um peso maior do que as inúmeras curtidas de usuários que apenas leram o título, se interessaram pelo tema, mas não se dão ao trabalhos de clicar para ler a história completa.

Fonte: ProXXIma

Encontros silenciosos estão dando o que falar em Londres

Shhh DatingSempre digo que só existem dois tipos de ingleses: os caretas e os malucos. Essa ideia de encontros românticos onde se pode fazer (quase) tudo, menos falar, é daquelas ideias estranhas que só podem mesmo fazer sentido em uma cidade como Londres, onde as pessoas já não se falam muito mesmo.

Claro que ficar calado é uma ótima opção para muita gente, mas continuo achando o mundo muito estranho, como diria a coleguinha Roberta Carvalho.

É um antigo drama: o que se deve dizer para iniciar uma paquera? Muita gente fica pensando e, quando vê, o objeto do desejo foi embora ou já foi fisgado por alguém mais rápido. Outros, vencidos pela timidez, nem sequer engatam a conversa. E tem aqueles que dizem uma bobagem tão grande ou algo tão sem graça que a possibilidade de um romance morre na primeira frase.

Shhh Dating IIÉ algo comum para muita gente. Para acabar com esse entrave para o romance, surgiram em londres as paqueras silenciosas ou “Shhh Dating”. Funciona assim: um grupo de mais ou menos 20 homens e 20 mulheres se encontra num bar. Os participantes percorrem o salão e fazem contato com alguém de seu interesse. Os casais ficam alguns minutos trocando olhares. Pode fazer careta, sons de animais (teve gente que latiu, outros imitaram galinhas…). Vale tudo, só não pode falar.

Se rolar um clima, o casal pode levar o romance adiante. Muitas vezes, os beijos já começam no bar mesmo. Se não surgir nenhuma atração entre os dois, é só partir para um novo cantidato e recomeçar o processo.

O evento começou a ser realizado há um ano. O idealizador, Adam Taffler, acredita que em tempos de Twitter e redes sociais, o flerte e o olho no olho estão desaparecendo. Por isso, teve a ideia de criar o encontro. A ideia está fazendo tanto sucesso em Londres que Adam já planeja levá-la para outras cidades da Grã-Bretanha. Quem quiser participar, pode procurar o site do Shhh Dating (http://www.shhhdating.com).

O Shhh Dating já resultou, inclusive, em casamento entre participantes. Será que foi amor à primeira vista?

Fonte: O Globo

Android: como descobrir se um app é potencialmente perigoso

App Android VIISim, como todos nós já sabemos, o Android possui vários aplicativos que são considerados maliciosos e que realmente podem prejudicar o desempenho do seu dispositivo – e nos piores casos, roubar informações privadas.

Para evitar esse tipo de susto, existem alguns quesitos bem básicos que podem ser observados sempre que você baixar novos aplicativos em seu smartphone, por mais simples que eles pareçam você já pode filtrar grande parte do conteúdo prejudicial existente.

As aprovações dos apps não são realizadas manualmente pela Google, como ocorre na Apple, porém scans consecutivos são feitos na Google Play Store para identificar possíveis malwares. O Android permite que você instale aplicativos que não sejam da Play Store, como apps da Amazon App Store, porém tal funcionalidade permite que riscos maiores sejam criados em seu aparelho – e grande parte dos apps maliciosos não chegam pela Google Play Store.

App Android VISe um aplicativo não está presente na Google Play Store, não o instale por precaução – a não ser que haja motivos muito específicos para você fazer isso. E se você fizer, é melhor realizar um scan assim que o app for instalado – habilite nas configurações do seu smartphone as verificações automáticas de aplicativos para maior segurança.

Scans que nem sempre funcionam

O Android oferece apps de scan que realizam verificações assim que os softwares são instalados, porém assim como qualquer antivírus, esses aplicativos não são perfeitos. Se um determinado aplicativo está na Play Store e foi identificado pelo Google como malicioso, ele será automaticamente retirado de lá.

Por isso, entramos em outros dois pontos importantes: permissões e reputação dos apps. Diversos softwares requerem inúmeros tipos de permissão, como localização, lista de contatos, conexão com internet, entre outros. Sempre que um aplicativo pedir por essas autorizações exageradamente, principalmente se ele for relativamente simples, suspeite bastante. Ao contrário do iOS, em que você pode negar essas autorizações de modo mais explícito, no Android não há tal opção.

App Android VApps que exigem permissões demais são suspeitos. Além disso, um bom modo de você perceber se o app é confiável ou não é pelo número de vezes que ele já foi baixado, assim como as estrelas que foram dadas para ele nas reviews. É claro que isso não é 100% garantido, porém já dá para ter noção de quão popular o aplicativo é – e quanto mais desconhecido, mais perigoso.

A reputação dos desenvolvedores também é algo capaz de proporcionar maior confiabilidade e segurança aos usuários – aplicativos da Google e do Facebook, por exemplo, são mais seguros do que softwares criados por empresas desconhecidas. Você deve se atentar pelo seguinte fato: se um app simples, como um joguinho, pede permissões demais há algo de estranho sobre ele.
Assim como qualquer software, não existem meios de você se assegurar que determinado aplicativo é completamente seguro, porém essas dicas (permissões exageradas, número de downloads, reviews dos usuários), já ajudam na precaução de apps maliciosos.

Fonte: Tecmundo

Erasmo Carlos – Vivo Rio – 24/5/2014

Uma noite para não esquecer

ERASMO_foto_RICARDO-NUNES-9403A perda recente de um filho, a transmissão ao vivo pela TV (fechada) e toda a onda de solidariedade e de mensagens de carinho que emanaram de todos os lados já faziam prever uma apresentação cheia de emoção do Tremendão Gigante Gentil Erasmo Carlos, que fazia o lançamento do seu novo trabalho (Gigante Gentil) no Rio de Janeiro.

O Vivo Rio tinha um clima de solidariedade e com sua capacidade quase completa, misturava famosos, fãs e jornalistas famosos (como você pode ver em várias fotos), curiosos em ver como estaria o Tremendão. Com a obrigação de cumprir o horário da TV, Erasmo e banda – Luís Lopes (violão e guitarra), Pedro Dias (baixo), Rike Frainer (baterista), José Lourenço (teclados), Billy Brandão e Rogério Percy (guitarras), além da participação especial de Ana de Oliveira (violino) – entraram no palco pouco depois das 22h, mandando logo a canção que dá nome ao novo disco, recheada de guitarras e de peso. Logo nesse primeiro número foi possível notar que a voz do Gigante – que nunca foi um cantor de primeira linha – não estava em um bom dia. Essa sensação foi até menos sentida pela plateia presente ao Vivo Rio, mas o som nítido e a melhor mixagem do Multishow não deram trégua ao artista.

ERASMO_foto_RICARDO-NUNES-9411Mas se o Tremendão não estava em um dia de boa voz, sua banda mostrou que é uma máquina mais que azeitada. Os vocais dos ex (e ainda) Filhos da Judith (Luís e Pedro) continuam afinadíssimos e as guitarras de Billy e Rogério davam um quê rock’n’roll mesmo nas canções mais pop do repertório de Erasmo.

O show

Por falar em Erasmo, ele continua mostrando a mesma falta de conforto no palco, uma espécie de Art Garfunkel do rock brasileiro. O repertório, que incluiu várias músicas da nova safra, mantinha uma estrutura bastante próxima das últimas apresentações das turnês Rock’n’Roll e Sexo. Algumas canções ausentes fizeram falta, como Filho Único e Panorama Ecológico, mas as mudanças no setlist mantiveram o ótimo nível das composições, tarefa fácil para alguém que fez uma quantidade enorme de canções que estão carimbadas no DNA da música popular. Mulher (Sexo Frágil), Gatinha Manhosa, Quero que vá Tudo Para o Inferno, Mesmo Que Seja Eu e Sentado A Beira do Caminho, são bons exemplos de músicas que todo mundo conhece, gosta e canta.

As novas canções

ERASMO_foto_RICARDO-NUNES-9514Se o novo Gigante Gentil não tem a força do disco Rock’n’Roll, as novas canções incluídas no show não deixam o pique cair em nenhum momento. Se a faixa-título abre o show em alto astral, músicas como 50 Tons de Cor, Amor na Rede e Sentimentos Complicados (parceria inédita de Erasmo e Caetano Veloso), mostram que o Tremendão ainda é um compositor de mão cheia, mesmo depois de 50 anos de carreia e mais de 70 de idade. Um velhinho porreta!

Outro destaque do show, além do repertório, são as animações que ilustram o espetáculo. Nada comparado ao que foi visto com Marisa Monte, mas Erasmo conseguiu entrosar melodias e harmonias com alguns desenhos animados de primeira categoria e que só fortalecem a performance do artista.

Um final cheio de emoção

ERASMO_foto_RICARDO-NUNES-9347A noite corria bem, com tudo dentro do script – os comentários, as piadas, etc – até que perto do fim do show, durante a música É Preciso Saber Viver, o inevitável aconteceu: Erasmo desabou em um choro mais do que compreensível.

No fim, a festa de arromba acabou servindo para exorcizar os momentos ruins vividos nos últimos dias e deixar caro que o show deve continuar e que Erasmo ainda tem muito para dar a nossa música, principalmente como compositor.

A citação ao filho Gugu a letra de Festa de Arromba e as últimas palavras do show deixaram claro que a noite era especial.

“Obrigado a todos! Obrigado, Gugu! Te amo, porra!!”

Obrigado a você, Erasmo. Vida longa e próspera!

Fotos: Ricardo Nunes