Arquivo da tag: Turismo

Lufthansa usa reconhecimento facial nos embarques do aeroporto de Miami

Empresa alemã é a primeira linha aérea a substituir cartões de embarque por câmeras em voos em Miami

O aeroporto de Miami é um dos mais movimentados dos Estados Unidos. Apesar disso, o terminal é palco contumaz de eventos climáticos que tumultuam embarques e cancelam voos. Porém, o aeroporto também é palco para a introdução de algumas inovações interessantes.

Foto: Divulgação MIA

A última delas é a utilização de reconhecimento facial para os embarques da Lufhansa nos voos Miami x Munique. Leia o comunicado abaixo.

Passageiros que partem do Aeroporto Internacional de Miami (MIA) para Munique no voo 461 da Lufthansa podem embarcar com o clique rápido de uma câmera em vez de um cartão de embarque e passaporte, graças à tecnologia de saída biométrica do Aeroporto, lançada na semana passada.



“O Aeroporto de Miami continua a explorar formas inovadoras de simplificar e agilizar a experiência de viagem para os visitantes de nossa comunidade”, disse o prefeito do Condado de Miami-Dade, Carlos A. Gimenez. “Estou ansioso para ver a tecnologia de saída biométrica expandir em todo o Aeroporto de Miami e melhorar o nível de serviço ao cliente para seus passageiros”.

Por meio de uma parceria entre a Aeroporto de Miami, a Lufthansa, a Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) e a provedora de TI do transporte aéreo global SITA, uma simples fotografia tirada no portão de embarque da Lufthansa é usada para confirmar a identidade dos passageiros e sua autorização para viajar. O processo de verificação do reconhecimento facial leva menos de dois segundos com uma taxa de correspondência de 99%, de acordo com a CBP. O Aeroporto de Miami espera lançar o embarque biométrico com outras companhias aéreas este ano.

Quase 1 milhão

“Quase um milhão de vezes por dia, os funcionários da CBP recebem viajantes internacionais nos EUA, usando uma variedade de técnicas para garantir que o turismo global permaneça seguro e forte”, disse Christopher Maston, diretor do CBP Miami Port. “A colaboração com nossos parceiros do condado de Miami-Dade, Lufthansa e SITA resultou em um verdadeiro impulso para melhorar tanto a segurança quanto a conveniência do viajante no MIA. Isso ajudou a avançar no caminho da implementação de um sistema biométrico de entrada-saída que transformará as viagens de todos os passageiros”.

Encontre o seu pacote de viagens ideal

“A Lufthansa se orgulha de ser uma líder do setor e formadora de tendências em digitalização e inovação, e o embarque biométrico é uma grande parte dessa categoria”, disse o Dr. Bjoern Becker, diretor sênior de gerenciamento de produtos e serviços digitais da Lufthansa Group. “O embarque biométrico é uma forma de viagem eficiente e livre de problemas que ajuda a acelerar o processo de embarque e, ao mesmo tempo, aumenta a segurança. Estamos entusiasmados em ser a companhia aérea de lançamento que introduz este avanço tecnológico no Aeroporto de Miami.”

O lançamento da saída biométrica no Aeroporto de Miami acontece após a inauguração, em fevereiro de 2018, da primeira instalação de entrada totalmente biométrica da América do aeroporto, no Terminal E, que examina todas as chegadas internacionais por meio do reconhecimento facial. A instalação, que reduziu o tempo de processamento em até 80% para companhias aéreas participantes, foi escolhida entre 80 indicações ao redor do mundo, como a vencedora do prêmio 2018 International Airport Review na categoria Passenger Experience e Seamless Travel.

“Estamos orgulhosos por nos associarmos ao CBP e à SITA para fornecer essa tecnologia de ponta para os passageiros da Lufthansa no MIA”, disse Lester Sola, diretor e CEO do Aeroporto de Miami. “A biometria é uma das muitas abordagens que estamos adotando para modernizar nossa infraestrutura aeroportuária, para tornar a experiência de viagem a mais tranquila possível”.

a
A SITA e o Aeroporto de Miami já fizeram parceria com várias soluções inovadoras de experiência em viagens, incluindo o Mobile Passport Control e o MIA Airport Official, o aplicativo para dispositivos móveis do aeroporto.

“Este é outro grande sucesso no Aeroporto de Miami, onde nos unimos para melhorar a experiência do passageiro através da inovação”, disse Diana Einterz, presidente da SITA para as Américas. “Trabalhamos em estreita colaboração com o CBP dos EUA, companhias aéreas e aeroportos para projetar uma solução de saída biométrica perfeita que atenda às necessidades de todas as partes. O SITA Smart Path™ é baseado em portões de uso comum padrões do setor para que possa ser usado por qualquer outra companhia aérea no Aeroporto de Miami.”


Fonte: Documenta Comunicação

Anúncios

Dicas de viagem: Boas e más notícias do setor aéreo

Azul é a aérea mais pontual e o enigma da recuperação da Avianca

O setor aéreo nunca voou por céu de brigadeiro. Nem no Brasil, nem no mundo. A atual crise da Avianca, que entrou em processo de recuperação judicial e anunciou o fim de algumas linhas, é apenas mais um capítulo de uma história de grandes nomes como Pan American, Varig, Vasp e muitas outras, que hoje são apenas lembranças.

New Logo Banner

Isso faz com que muita gente tenha receio em comprar passagens de empresas menores. O que pode parecer lógico, mas não corresponde ao que acontece no mundo real.

Normalmente, as empresas de menor porte ou de baixo custo apresentam melhores resultados para os viajantes que as gigantes do setor — a não ser que você seja daqueles que nunca andam nas classes econômicas.

Avianca em maus lençóis

O anúncio do pedido de recuperação judicial da Avianca deixou muita gente preocupada. Esse tipo de notícia afasta o consumidor e faz com que as receitas da empresa caiam ainda mais.

Porém, nada pior do que cancelar rotas sem (ou com pequeno) aviso prévio, o que intensifica o afastamento dos viajantes e acaba com a sensação de confiabilidade da companhia.

A partir de 31 de março, a empresa deixa de operar voos para Santiago, Miami e Nova Iorque. Quem comprou bilhetes para datas posteriores vai sofrer. Tanto para conseguir ressarcimento, como para conseguir ser encaixado em um voo de outra companhia.

Como disse no início do texto, empresas aéreas com problemas financeiros não é uma coisa difícil de lembrar (e nem citamos TAP e Alitalia). Difícil é entender a repetição do mesmo filme várias vezes.

Pontualidade Azul

Já pelo lado das boas notícias para o viajante brasileiro, temos a Azul, que foi considerada a empresa aérea mais pontual do Brasil e da América do Sul. O resultado faz parte de uma pesquisa realizada pela Flight Stats, que ainda coloca a companhia como a 5ª mais pontual do mundo em um ranking que avalia as empresas com mais de 100 mil voos por ano.

Na frente da Azul ficaram:

  • Copa Airlines (Panamá)
  • Aeroflot (Rússia)
  • ANA Wings (Japão)
  • Qatar Airways (Qatar)

A liderança da Copa mostra que pontualidade nem sempre é sinônimo de qualidade. Apesar de a Azul ser uma empresa com bom serviço.

A Azul conseguiu 89,5% no índice D15, que avalia os voos que decolam em até 15 minutos do horário planejado, e 86,47% no A15 (que avalia os voos que pousam em até 15 minutos do horário planejado).

Ou seja, há notícias para todos os gostos.

Netflix UK ‘rebrands’ para o lançamento de ‘Outlaw King’

A popular conta do Twitter foi renomeada de Netflix UK para  Netflix Scotland  (ps. assista Outlaw King)  para promover filme

Finalmente chegou o dia! Outlaw King, a grande aposta dos originais Netflix este ano, está disponível para todo o mundo no serviço de streaming. Para comemorar, a conta do Twitter da empresa no Reino Unido mudou até de nome.

E, claro, o social media está se divertindo horrores:

A Escócia como protagonista

OUTLAW-KING-frasesdavida

De Seacliff Beach, em East Lothian, até a Talisker Bay, na Ilha de Skye, o filme foi rodado em locais incríveis em toda a Escócia. Pode não ter um verdadeiro escocês no papel titular, mas os landscapes do país são o verdadeiro protagonista do longa.

A primeira versão de Outlaw King foi exibida durante o Toronto International Film Festival, no início deste semestre. Como a reação do público foi fria, o diretor David MacKenzie fez uma reedição. Versão que foi exibida em meados de outubro em
Edinburgh, com pré-estreia de gala.

Airfarewatchdog

Outlaw King será exibido em salas de cinemas nas grandes cidades escocesas — Edinburgh, Glasgow e Inverness. O longa, estima-se, valeu pelo menos 17,5 milhões de libras para a economia. MacKenzie disse ao The Scotsman, em uma entrevista anterior:

“Braveheart fez um desserviço a Robert [The Bruce]. Retratou-o como uma pessoa molhada e muito desagradável. Achei que havia um buraco na história do cinema daquele período em que queríamos entrar.”

De acordo com a VisitScotland — que oferece visitas  guiadas a alguns das locações — o filme usou 45 locais escoceses diferentes em sua produção.

Algumas cenas foram filmadas em Northumberland — que teria ficado sob o domínio da Escócia nos dias de glória de Robert the Bruce.

Locais para visitar (um dia)

Aqui estão alguns dos melhores locais que serviram de set para o filme que você pode visitar quando decidir conhecer a Escócia.

Craigmillar Castle
 As ruínas do castelo medieval de Edimburgo parecem ter sido usadas para uma cena de batalha no filme, com fotógrafos de olhos
ágeis observando Chris Pine e James Cosmo vestindo roupas de batalha na área, bem como vários extras disparando flechas flamejantes em setembro de 2017.

O castelo não existia durante a época de Robert the Bruce, mas os produtores ignoraram um pouco da imprecisão histórica
para um impressionante local de filmagem.

Dunfermline Abbey
A Abadia de Dunfermline — agora o lugar de descanso final real de Robert the Bruce depois que ele foi enterrado lá, em 1329 — foi parcialmente fechado em setembro de 2017 para as filmagens de Outlaw King.

Linlithgow Palace  e St. Michael’s Parish Church 
O palácio localizado em West Lothian será familiar para os telespectadores da TV e dos filmes
escoceses como o local usado para servir
como prisão de Wentworth em Outlander.

Foi fechado no fim de agosto passado para
filmar, e a igreja paroquial próxima também
foi fechada.

Glasgow Cathedral
A armadura e os cavalos medievais foram trazidos para o prédio de 800 anos no ano passado, enquanto a equipe filmava cenas para o drama histórico, com Chris Pine sendo visto no set várias vezes.

Mugdock CastleA equipe de produção por trás do filme Netflix chegou a construir uma vila medieval em torno do histórico castelo escocês, construindo seis barracas medievais à frente das cenas de Chris Pine em novembro de 2017. Os planos para a vila também incluíram um estábulo temporário para 50 cavalos usados durante uma sequência de filmes no campo de batalha.

Inverbeg
Fotógrafos rápidos conseguiram tirar fotos de membros do elenco apertando garrafas de água quente enquanto filmavam cenas nas
margens do Loch Lomond no ano passado.

University of Glasgow Você pode não ter acesso aos icônicos cloisters da Universidade de Glasgow, a menos que você seja um estudante lá, mas é
interessante ver como eles foram transformados em um grande salão de banquetes, fazendo um banquete digno de um rei.

Blackness Castle
As filmagens que ocorreram no Blackness Castle no final de novembro passado podem ter sido as mais árduas do lote, já que as
temperaturas despencaram abaixo de zero durante um frio. Um extra foi suspenso em uma gaiola de ferro do lado de fora do
prédio, expondo-a aos elementos enquanto algumas tomadas eram feitas para obter certas cenas bem na margem sul do Firth of Forth.

Berwick-upon-TweedA cidade de Northumberland pode não estar na Escócia agora, mas durante a vida de Robert, o Bruce, foi.

Berwick Quayside foi transformado no porto de Glasgow, enquanto a ponte velha foi transformada em London Bridge para as filmagens.

Doune Castle
Não é estranho para a tela, Doune Castle é escolhido novamente como um local para Outlaw King, e torna-se o castelo e a igreja
de Douglas no filme. Fique atento para uma foto brilhante do castelo em chamas!

Dicas de Viagem V: Tipos de tomadas pelo mundo

Você pode achar que está preparado para a sua viagem – passagens compradas, hotéis reservados, passeios programados, seguro de viagem confirmado, etc. – mas será que você está mesmo? Sabe se vai conseguir carregar seus equipamentos eletrônicos?

Tomadas diferentes

Provavelmente você já se perguntou o porquê de o Brasil adotar um tipo de tomada que só existe por aqui. Essa escolha, que parece favorecer apenas aos fabricantes nacionais, ajudou apenas a complicar ainda mais a vida dos viajantes.

Praticamente cada país usa um tipo de tomada próprio e, embora sempre haja a boa vontade dos atendentes dos hotéis ao redor do globo, nem sempre dá para viver sem um adaptador próprio.

Adaptadores

Clique e procure o seu adaptador

Apesar de baratos, os adaptadores são um dos acessórios imprescindíveis em uma viagem ao exterior. Imagine chegar na Itália e descobrir que não há como carregar seu celular ou filmadora. Não é nada bom.

 

Infelizmente, com a invenção da nova tomada brasileira, a coisa ficou ainda mais confusa e, muito provavelmente, você vai precisar levar um adaptador do novo tipo brasileiro para qualquer outro existente (de preferência as de dois pinos ou duas lâminas/pinos achatados) e comprar um adaptador para as tomadas do país onde está, de preferência ainda no aeroporto ou em alguma loja de eletrônicos.

A coisa é mesmo difícil e vale pesquisar sobre o assunto antes de viajar.

Abaixo exemplos das tomadas ao redor do mundo.

Outros bizus

Dicas de Viagem Parte I – Programação

Dicas de Viagem Parte II – Orçamento

Dicas de Viagem Parte III – Transportes

Dicas de Viagem IV(a): Cuidados para não ser barrado em um país estrangeiro (vistos)

Dicas de Viagem IV(b): Cuidados para não ser barrado em um país estrangeiro (seguro de viagem)

Dicas de Viagem IV(c): Minivisto para a Europa

As principais cidades do mundo para os amantes da música

O Tripadvisor, um dos maiores sites de viagens do mundo e sempre com boas avaliações de colaboradores. Recentemente o site divulgou uma lista com as cidades mais importantes para os amantes da música. Infelizmente eles não divulgaram os critérios para a escolha, mas admito que não tenho muitas divergências quanto aos locais (com a exceção da falta de Londres e NY), apenas quanto ao seu ranking.

Toda lista é polêmica e fica claro que essa pesquisa teve como base os Estados Unidos, mas realmente o estudo parece ter sido bem feito.

O ranking

1. Nashville, EUA
2. Nova Orleans, EUA
3. Dublin, Irlanda
4. Menphis, USA
5. Branson, USA
6. Doolin, Irlanda
7. Budapeste, Hungria
8. Havana, Cuba
9. Key West, USA
10. Liverpool, Inglaterra
11. Salzburgo, Áustria
12. Montreal, Canadá

Para conhecer todas as cidades recomendadas, siga o link.