Arquivo da tag: Viagem

Dicas de viagem: Todos a bordo do Jose Cuervo Express Train

Mundo Cuervo oferece expêriencia etílica regada a tequila dentro de um trem no México

Uma das marcas de tequila mais conhecidas no mundo, a Jose Cuervo aparentemente cansou de fazer os amantes da bebida viajarem apenas conotativamente. Partiu para o denotativamente “com força”.

A marca mexicana de tequila oferece uma experiência de trem em que é possível (e desejável!) beber, beber e beber tequila — a chamada all-you-can-drink, também conhecida como open bar.

O objetivo é que os participantes saboreiem (ou devolvam shots, sem julgamento) a bebida o tanto quanto conseguirem em uma luxuosa viagem expressa de Guadalajara a Tequila, no México.

Deve ser o paraíso

Se você é dos meus, já deve estar se coçando para reservar seu tíquete. Aqui vai: no site TravelPirates, o preço dos ingressos, com desconto, está com o valor variando entre US$ 111 e US$ 132. Os valores são válidos até dezembro de 2019.

Isso é para tequila ilimitada, minha gente!!!

Há três opções de pacote: expresso, premium e premium plus. Os preço incluem passeio de ida e volta, open bar (o que realmente importa), uma degustação de especialistas, visita à destilaria Jose Cuervo e um show cultural mexicano.

A destilaria La Rojeña é uma das mais antigas das Américas. Produz o famoso licor artesanal da empresa de tequila há mais de 250 anos.

Além de visitar a instalação, há outras atrações, como o Margaritas Bar e Plaza Juan Soriano — com uma exposição permanente de esculturas de um dos mais importantes artistas mexicanos do século XX.

View this post on Instagram

Just add sunset and enjoy.

A post shared by Jose Cuervo USA (@josecuervotequila) on

E quem tiver a sorte de um fígado forte depois do trem da tequila, pode embarcar no trem do vinho. A Napa Valley Wine Tours oferece sua própria experiência na Califórnia.

Vamos olhar para o copo (shot) meio cheio aqui, ok? A viagem de três horas pela região do vinho inclui um jantar gourmet de quatro pratos, degustação de uma Casa Dragones e um coquetel exclusivo.

Anúncios

Lufthansa usa reconhecimento facial nos embarques do aeroporto de Miami

Empresa alemã é a primeira linha aérea a substituir cartões de embarque por câmeras em voos em Miami

O aeroporto de Miami é um dos mais movimentados dos Estados Unidos. Apesar disso, o terminal é palco contumaz de eventos climáticos que tumultuam embarques e cancelam voos. Porém, o aeroporto também é palco para a introdução de algumas inovações interessantes.

Foto: Divulgação MIA

A última delas é a utilização de reconhecimento facial para os embarques da Lufhansa nos voos Miami x Munique. Leia o comunicado abaixo.

Passageiros que partem do Aeroporto Internacional de Miami (MIA) para Munique no voo 461 da Lufthansa podem embarcar com o clique rápido de uma câmera em vez de um cartão de embarque e passaporte, graças à tecnologia de saída biométrica do Aeroporto, lançada na semana passada.



“O Aeroporto de Miami continua a explorar formas inovadoras de simplificar e agilizar a experiência de viagem para os visitantes de nossa comunidade”, disse o prefeito do Condado de Miami-Dade, Carlos A. Gimenez. “Estou ansioso para ver a tecnologia de saída biométrica expandir em todo o Aeroporto de Miami e melhorar o nível de serviço ao cliente para seus passageiros”.

Por meio de uma parceria entre a Aeroporto de Miami, a Lufthansa, a Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) e a provedora de TI do transporte aéreo global SITA, uma simples fotografia tirada no portão de embarque da Lufthansa é usada para confirmar a identidade dos passageiros e sua autorização para viajar. O processo de verificação do reconhecimento facial leva menos de dois segundos com uma taxa de correspondência de 99%, de acordo com a CBP. O Aeroporto de Miami espera lançar o embarque biométrico com outras companhias aéreas este ano.

Quase 1 milhão

“Quase um milhão de vezes por dia, os funcionários da CBP recebem viajantes internacionais nos EUA, usando uma variedade de técnicas para garantir que o turismo global permaneça seguro e forte”, disse Christopher Maston, diretor do CBP Miami Port. “A colaboração com nossos parceiros do condado de Miami-Dade, Lufthansa e SITA resultou em um verdadeiro impulso para melhorar tanto a segurança quanto a conveniência do viajante no MIA. Isso ajudou a avançar no caminho da implementação de um sistema biométrico de entrada-saída que transformará as viagens de todos os passageiros”.

Encontre o seu pacote de viagens ideal

“A Lufthansa se orgulha de ser uma líder do setor e formadora de tendências em digitalização e inovação, e o embarque biométrico é uma grande parte dessa categoria”, disse o Dr. Bjoern Becker, diretor sênior de gerenciamento de produtos e serviços digitais da Lufthansa Group. “O embarque biométrico é uma forma de viagem eficiente e livre de problemas que ajuda a acelerar o processo de embarque e, ao mesmo tempo, aumenta a segurança. Estamos entusiasmados em ser a companhia aérea de lançamento que introduz este avanço tecnológico no Aeroporto de Miami.”

O lançamento da saída biométrica no Aeroporto de Miami acontece após a inauguração, em fevereiro de 2018, da primeira instalação de entrada totalmente biométrica da América do aeroporto, no Terminal E, que examina todas as chegadas internacionais por meio do reconhecimento facial. A instalação, que reduziu o tempo de processamento em até 80% para companhias aéreas participantes, foi escolhida entre 80 indicações ao redor do mundo, como a vencedora do prêmio 2018 International Airport Review na categoria Passenger Experience e Seamless Travel.

“Estamos orgulhosos por nos associarmos ao CBP e à SITA para fornecer essa tecnologia de ponta para os passageiros da Lufthansa no MIA”, disse Lester Sola, diretor e CEO do Aeroporto de Miami. “A biometria é uma das muitas abordagens que estamos adotando para modernizar nossa infraestrutura aeroportuária, para tornar a experiência de viagem a mais tranquila possível”.

a
A SITA e o Aeroporto de Miami já fizeram parceria com várias soluções inovadoras de experiência em viagens, incluindo o Mobile Passport Control e o MIA Airport Official, o aplicativo para dispositivos móveis do aeroporto.

“Este é outro grande sucesso no Aeroporto de Miami, onde nos unimos para melhorar a experiência do passageiro através da inovação”, disse Diana Einterz, presidente da SITA para as Américas. “Trabalhamos em estreita colaboração com o CBP dos EUA, companhias aéreas e aeroportos para projetar uma solução de saída biométrica perfeita que atenda às necessidades de todas as partes. O SITA Smart Path™ é baseado em portões de uso comum padrões do setor para que possa ser usado por qualquer outra companhia aérea no Aeroporto de Miami.”


Fonte: Documenta Comunicação

Dica de Viagem: Tutancâmon em Paris

Exposição, que será inaugurada em março, é uma das grandes atrações da Grande halle de la Villette para 2019

Normalmente o blog dá dicas práticas de viagens e, em breve, teremos mais surpresas para os nossos leitores, porém, dessa vez, a dica é para quem pretende viajar para Paris entre março e novembro: a exposição Tesouro do Faraó, que vai expor mais de 150 itens do mais famoso de todos os faraós, Tutancâmon.

A Grande halle de la Villette vale a visita

O Louvre tem uma belíssima e grande coleção de artefatos do Egito antigo — perdendo apenas para o Museu do Cairo —, mas a nova exposição, que será exibida na Grande halle de la Villette, terá itens encontrados na tumba real de Tutancâmon, descoberta em 1922. Cinquenta deles estarão fora do Egito pela primeira vez.

Vários itens estarão sendo exibidos fora do Egito pela primeira vez

Já foram vendidos mais de 30 mil ingressos para a exposição, o que justifica o post e a dica. Corra e compre o seu no site da exposição.

Serviço:

Tesouro do Faraó
Data
: de 23 março 2019 a 15 setembro 2019
Preço: Entre 22 e 24 euros
Local: Grande halle de la Villette (211 avenue Jean Jaurès, 75019)
Como chegar: Metrô linha 5, estação Porte de Pantin.

Fotos: Harry Burton/Reprodução

Dicas de viagem: Boas e más notícias do setor aéreo

Azul é a aérea mais pontual e o enigma da recuperação da Avianca

O setor aéreo nunca voou por céu de brigadeiro. Nem no Brasil, nem no mundo. A atual crise da Avianca, que entrou em processo de recuperação judicial e anunciou o fim de algumas linhas, é apenas mais um capítulo de uma história de grandes nomes como Pan American, Varig, Vasp e muitas outras, que hoje são apenas lembranças.

New Logo Banner

Isso faz com que muita gente tenha receio em comprar passagens de empresas menores. O que pode parecer lógico, mas não corresponde ao que acontece no mundo real.

Normalmente, as empresas de menor porte ou de baixo custo apresentam melhores resultados para os viajantes que as gigantes do setor — a não ser que você seja daqueles que nunca andam nas classes econômicas.

Avianca em maus lençóis

O anúncio do pedido de recuperação judicial da Avianca deixou muita gente preocupada. Esse tipo de notícia afasta o consumidor e faz com que as receitas da empresa caiam ainda mais.

Porém, nada pior do que cancelar rotas sem (ou com pequeno) aviso prévio, o que intensifica o afastamento dos viajantes e acaba com a sensação de confiabilidade da companhia.

A partir de 31 de março, a empresa deixa de operar voos para Santiago, Miami e Nova Iorque. Quem comprou bilhetes para datas posteriores vai sofrer. Tanto para conseguir ressarcimento, como para conseguir ser encaixado em um voo de outra companhia.

Como disse no início do texto, empresas aéreas com problemas financeiros não é uma coisa difícil de lembrar (e nem citamos TAP e Alitalia). Difícil é entender a repetição do mesmo filme várias vezes.

Pontualidade Azul

Já pelo lado das boas notícias para o viajante brasileiro, temos a Azul, que foi considerada a empresa aérea mais pontual do Brasil e da América do Sul. O resultado faz parte de uma pesquisa realizada pela Flight Stats, que ainda coloca a companhia como a 5ª mais pontual do mundo em um ranking que avalia as empresas com mais de 100 mil voos por ano.

Na frente da Azul ficaram:

  • Copa Airlines (Panamá)
  • Aeroflot (Rússia)
  • ANA Wings (Japão)
  • Qatar Airways (Qatar)

A liderança da Copa mostra que pontualidade nem sempre é sinônimo de qualidade. Apesar de a Azul ser uma empresa com bom serviço.

A Azul conseguiu 89,5% no índice D15, que avalia os voos que decolam em até 15 minutos do horário planejado, e 86,47% no A15 (que avalia os voos que pousam em até 15 minutos do horário planejado).

Ou seja, há notícias para todos os gostos.

Dicas de Viagem X: As rotas aéreas mais procuradas dos EUA

Planeje antes de escolher uma delas. A concorrência é grande

Festas de fim de ano, férias escolares e verão. Todos ótimos motivos para viajar.

Enquanto, no Brasil, os preços ficam quase impraticáveis nesta época do ano, lá fora as oportunidades de encontrar boas promoções se multiplicam.

Como o brasileiro não perde a chance de uma boa oferta, voos com escalas estão sempre no radar dos turistas menos abastados ou que não se incomodam em ficar em uma cidade mais periférica, aproveitando para se locomover diante a ótima malha aérea do país.

O índice de ocupação dos voos domésticos na terra do Tio Sam tem médias de 86%. Mas alguns trechos são bem mais lotados que outros. Isso tem dois lados: o lado bom é que mais empresas brigam pelos passageiros, ao mesmo tempo que pode ser complicado conseguir um assento para a data e horário desejado.

Sendo assim, pesquisamos os cinco trechos mais requisitados dos Estados Unidos e que merecem uma atenção (e antecedência) maior dos turistas na hora de utilizá-los.

Os cinco mais

5. Atlanta x Orlando

Disney. Só a menção deste nome é suficiente para chamar a atenção de adultos e crianças. Por isso, Orlando está sempre entre os destinos mais procurados pelos brasileiros. O que poucos sabem é que o trecho Atlanta x Orlando tem mais de 18 mil voos oferecidos por cinco empresas.

A maioria das pessoas que utilizam o trecho são provenientes de conexões de outras partes do país. Portanto, se puder, evite voos que utilizem esse trecho para chegar até Orlando. As chances de encontrar um avião lotado e com atraso são muito grandes.

4. Los Angeles x Chicago

Uma das cidades mais livres do mudo e a terra do blues (e dos Bulls). Los Angeles e Chicago estão no roteiro de muitos turistas de todo o mundo. As duas cidades também são hubs de duas das maiores empresas aéreas do país (American e United). O que faz das viagens entre esses dois destinos uma aventura.

São mais de 17 mil voos por ano e quase três milhões de passageiros. O resultado? Muita gente e pouca paciência.

3. Nova York x Chicago

Demorou, mas Nova York apareceu na lista. A cidade que nunca dorme e (novamente) a terra do blues. Voos entre as duas cidades são praticamente obrigatórios para os turistas de ambas.

O voo é curto (aproximadamente 2 horas), e as opções são várias. São mais de 29 mil aeronaves fazendo um dos trajetos mais populares do mundo. Se você tem tempo, não perca a oportunidade de visitar esses dois destinos. A passagem, na média fica em pouco mais de US$ 100. Uma pechincha!

2. Los Angeles x São Francisco

Califórnia, terra de sol e calor, mesmo no inverno. Los Angeles e São Francisco estão sempre no imaginário do brasileiro e dos estrangeiros que pensam em surf e garotas de biquíni. Apesar dos mais de 40 mil voos anuais, nem sempre é fácil fazer parte dos mais de 3,5 milhões de pessoas que fazem essa viagem.

Flores nos cabelos são opcionais.

1. Nova York x Los Angeles

O trecho campeão não poderia ser outro. Los Angeles aparece em três dos cinco trechos mais procurados e Nova York é.. bem.. Nova York! Os voos nem são tantos (pouco mais de 26 mil), mas o número de passageiros é um absurdo, ultrapassando os 3,5 milhões por ano.

Esse é outro trecho que é melhor aproveitado quando se pesquisa (e reserva) com antecedência.

Roteiros personalizados

Com preços em conta, muitas vezes ficar baseado em uma cidade menos movimentada ou com boas opções de voo pode ser uma grande (e barata) ideia. Claro que pode haver uma certa falta de conforto, mas os custos podem compensar. Entretanto, quando a ideia é otimizar o tempo, acabar no meio de uma conexão cheia e que atrasa pode se tornar um pesadelo.

Cada viagem é diferente da outra e cada viajante tem seus gostos e caracterísicas próprias. O ideal é fazer sempre um roteiro personalizado e que reflita as suas características e necessidades.

Não tenha vergonha em pedir ajuda de quem tem mais experiência. Isso pode ser a diferença entre uma viagem inesquecível e um programa de índio daqueles que nunca deveriam acontecer.

Leia outros posts sobre viagens