Mais um recorde para o F(r)ases

O F(r)ases da Vida não foi criado pensando em recordes ou promoção pessoal. Não usei nenhuma técnica de SEO, não fiz propaganda além dos limites das minhas amizades e nem fiquei pensando em temas polêmicos para conseguir audiência. Sendo assim, fico muito feliz em constatar o aumento  de tráfego, que fez pular para 10 mil o número de visitas mensais ao meu modesto espaço de Ilações inúteis, reflexões sobre o nada e coisas mais sérias.

Agradeço aos que visitam constantemente o blog e fico com a certeza de que não são citações vazias ou pseudo manchetes que mostram a real natureza do ser humano (ui).

Muito obrigado.


Anúncios

Benito di Paula – CD e DVD, a crítica

Benito di Paula Ao Vivo - CDJá contei como foi a gravação do CD e DVD de Benito di Paula. Hoje, faço (finalmente) a crítica dos dois. Espero que gostem e comentem.

Benito está de volta. O mestre do Sambão Joia chega ao mercado em CD e DVD gravados ao vivo no Vivo Rio, no dia 17 de julho deste ano. Benito di Paula ao Vivo acaba sendo uma experiência interessante de ver e ouvir. Vamos começar pelo CD.

Logo na faixa de abertura (Bandeira do Samba) é possível ouvir a emoção de Benito. Com alguns acordes digamos…dissonantes de seu piano e uma voz que pode parecer um tanto insegura, o sambeiro dá início ao seu desfile de sucessos e algumas canções inéditas.

O repertório é certeiro e a voz do cantor continua em forma (os escorregões foram mesmo em decorrência da emoção do momento). Do Jeito que a Vida Quer, Osso Duro de Roer, Maria Baiana Maria, Charlie Brown e Retalhos de Cetim, são canções que estão na vida afetiva de qualquer um com mais de 40 anos, seja ele roqueiro ou punk. E todas elas recebem coros entusiasmados da plateia, e bem capturados pela mixagem do disco.

É sempre bom ouvir boa música, mas quem tiver que optar por apenas um dos formatos lançados deste Ao Vivo, escolha o DVD, onde os deslizes ficam muito mais simpáticos.

Sambeiro, Pianeiro, Brasileiro

Benito di Paula Ao Vivo - DVDEm um dos extras do DVD Benito dispara: “Não sou sambista, sou sambeiro. Não sou pianista, sou pianeiro. Mas, acima de tudo, sou brasileiro!”. Essa afirmação, que é comprovada na inspiração para cada uma das canções apresentadas e nos leva a refletir sobre a qualidade da atual música popula brasileira.

O DVD é muito bem filmado, embora, em alguns momentos, abuse dos closes nos músicos da banda de Benito. Mas o lustre está lá, com bom destaque no palco e até mesmo os momentos nos quais o cantor se enrolou com os fones de ouvido do retorno foram preservados.

Infelizmente, é possível notar alguns momentos onde os vocais foram refeitos em estúdio. Isso acontece principalmente nas duas faixas que contam com as participações especiais de seu irmão e seu filho (Ah! Como Eu Amei e Beleza que é Você Mulher). Alguns outros (poucos) momentos do próprio Benito foram regravados. Mesmo assim, é possível ouvir algumas imperfeições, que deixam o show muito mais charmoso, até mesmo porque passam toda a visível emoção do sambeiro.

No fim das contas, é muito bom poder rever (e ouvir) uma figura tão simpática, única e talentosa quanto Benito di Paula. E, pela quantidade de acessos e comentários sobre a gravação do CD/DVD, ainda há muito espaço e público para novos trabalhos do artista.

Nota: 8,5

Erasmo Carlos – Minha Fama de Mau

A Fama pode ser de mau, mas o coração e educação são de ouro.

Minha Fama de Mau A noite estava chuvosa, o estacionamento custava R$ 15 e o stand de venda de livros estava com a máquina de cartões com defeito. O cenário fez muita gente desistir de comprar um exemplar de Minha Fama de Mau, biografia do Tremendão Erasmo Carlos, com texto final do amigo e excelente jornalista, Leonardo Lichote.

Por conta dos problemas para comprar o livro, era fácil ver músicos e famosos contando trocados para ver se tinham os R$ 49,90 cobrados. A fila era gigantesca e demorava bem mais de uma hora para conseguir chegar ao cantor e obter seu autógrafo. Isso porque Erasmo é de uma educação ímpar. Falava com cada um que chegava até ele, tirava fotos e fazia questão de agradecer a todos, conhecidos ou não.

Erasmo livro 27out09 011Aliás, o próprio Erasmo se encarregou de evitar que houvesse furadas de filas. Uma bronca discreta e a certeza de que estávamos diante de um artista único no Brasil. Com um disco de inéditas no mercado e um ótimo show na estrada, Erasmo Carlos está mais ativo que nunca.

Ainda não deu para terminar o livro (claro), mas a primeira história já deixa claro que vai ser uma leitura fácil.

Parabéns Tremendão, parabéns mermão Lichote.

Leia mais sobre a festa de lançamento.

Os 10 melhores filmes do 1º semestre de 2009

Gran TorinoQuem lê o F(r)ases da Vida sabe que vivo dando minhas cacetadas no campo das críticas cinematográficas. Muitas delas publicadas por esse ‘Brasilsão’ afora. O ano está acabando e resolvi fazer uma daquelas listas dos melhores filmes do primeiro semestre (bem no estilo Alta Fidelidade).

Abaixo está a minha lista (sem ordem definida) dos 10 melhores do semestre. Quer deixar suas contribuições?

Gran Torino, de Clint Eastwood

Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Eu Dei, Claudio Manoel, Calvito Leal e Micael Langer

Milk – A Voz da Igualdade, de Gus Van Sant

Frost/Nixon, de Ron Howard

Intrigas de Estado, de Kevin Macdonald

O Curioso Caso de Benjamin Button, de David Fincher

Verônica, de Maurício Farias

Duplicidade, de Tony Gilroy

O Visitante, de Thomas McCarthy

Operação Valquíria, de Bryan Singer

O mau humor dos cronistas esportivos

didiAssim como os críticos musicais andam (ou andavam) mal-humorados, os cronistas esportivos, principalmente os mais experientes, parecem estar sofrendo com uma epidemia de mau humor. Sou fã de gente como José Trajano, Fernando Calazans, Luiz Mendes e muitos outros colegas.

O futebol mudou e com isso o passado torna-se mais e mais bonito, além de ser cada vez menos provável vermos craques ou até mesmo jogadores com boa técnica correndo nos gramados do mundo. Sim, o futebol mudou em todo o mundo e não é apenas no Brasil que não existem mais Zicos, Robertos, Mario Sergios ou Reinaldos. Agora a vez é de quem corre mais.

gersonApesar disso, os campeonatos estão emocionantes (principalmente o brasileiro) e é possível ver bons jogos e belos gols. Portanto, não adianta ficar pensando em um passado que não volta mais. O que vale mesmo é aprender a apreciar o esporte bretão dos nossos tempos.

Vamos jogar as mãos para o céu e agradecer que o futebol atual é melhor do que o dos anos 90 e que muitos dos nossos jogadores são melhores que Nazas, Elzos e afins. Se não for assim, o futebol morre.

Beatles Rock Band: Os velhinhos ainda vendem

Beatles numa boaDisseram que o Guitar Hero estava vendendo mais, que o game não trazia nenhuma novidade, mas a verdade é que o Rock Band vendeu mais de 500 mil cópias nos Estados Unidos.

É, como diria House, “McCartney deve ter mais dinheiro que Deus“.

O matador de iPhones

iPhone quebradoTecnologia enlouquece. Faz gente comer macarrão bebendo leite, pessoas não confiarem no que sabem, mas sim no que veem e faz muita gente querer quebrar aparelhos, socar e chutar os pobres gadgets.

Quem nunca quis jogar um monitor pela janela, uma CPI no lixo ou fazer um mouse voar?

O problema é quando baixa o espírito do Rambo e resolvemos colocar em prática esses pensamentos pouco ortodoxos. Nos Estados Unidos, o iPhone de Donald Goodrich travou, ele não aguentou. Foi até a loja da Apple e atirou…no iPhone.

Não dá mesmo para viver sem música!

Leia a história completa aqui.

EU SOU NORMAL!!!

Dias estranhos

Para acompanhar a situação do Rio nos últimos dias.

Nobody Told Me
John Lennon

Everybody’s talking and no one says a word
Everybody’s making love and no one really cares
There’s nazis in the bathroom just below the stairs.
Always something happening and nothing going on

There’s always something happening cooking and nothing in the pot
They’re starving back in China so finish what you got.

Nobody told me there’d be days like these
Nobody told me there’d be days like these
Nobody told me there’d be days like these

Strange days indeed
strange days indeed.

Everybody’s runnin’ and no one makes a move
Everyone’s a winner and no one seems to lose.
There’s a little yellow idol to the north of Katmandu.

Everybody’s flying and no one leaves the ground
Everybody’s crying and no one makes a sound.
There’s a place for us in movies you just gotta stay around.

Nobody told me there’d be days like these
Nobody told me there’d be days like these
Nobody told me there’d be days like these

Strange days indeed
most peculiar Mama.

Everybody’s smoking and no one’s getting high
Everybody’s flying and never touch the sky
There’s Ufo’s over New York and I ain’t too surprised.

Nobody told me there’d be days like these
Nobody told me there’d be days like these
Nobody told me there’d be days like these

Strange days indeed
most peculiar. Mama.

New Moon Over Jamaica

Uma lição de como um reggae se transforma em uma música country.

New Moon Over Jamaica
Johnny Cash; Tom T. Hall; Paul McCartney

Water From the Wells of HomeThere’s a new moon over Jamaica,
And the new year just got here, you see.
There’s a new moon over Jamaica,
And I’m living with an old memory.

So won’t you come back to Jamaica?
You know it isn’t so far.
Look up in the sky where you left me that night,
I’ll be standing right under that star.

There’s a new moon over Jamaica,
And the new year just got here, you see.
There’s a new moon over Jamaica,
And I’m living with an old memory.

I said good evening to Venus,
She said good evening too.
Out there somewhere, you know I could swear,
She sent a message of true love from you.

There’s a new moon over Jamaica,
And the new year just got here, you see.
There’s a new moon over Jamaica,
And I’m living with an old memory.

A new moon makes someone feel happy,
A new moon makes someone lovesick.
I’m thinking of you, but what can I do?
New moons and new years and old love’s don’t mix.

There’s a new moon over Jamaica,
And the new year just got here, you see.
There’s a new moon over Jamaica,
And I’m living with an old memory.

Just the new year, a new moon and me.

Gatos são mesmo duros de matar

Gato com flexa na cabeçaDizem que gatos têm sete vidas, que são desapegados e caem sempre em pé. Quem lê o blog de vez em quando sabe que adoro os felinos e vivo colocando-os dentro dos textos ou ilustrando os posts. Outro dia me esbarrei com a foto ai do lado e a incrível história desse bichano que se recusa a morrer.

Gostaria de ter esse dom.

Saiba tudo sobre BC.

André Machado e os Minicontos do desconforto – 36

O Barba é uma figura querida e talentosa. Viaja sem avisar e some nas férias, mesmo estando ali do lado.

Abaixo mais uma prova do seu talento.

Minicontos do desconforto – 36

Não conseguiam se livrar das dívidas. Tudo parcelado em 36 vezes, para aumentar a angústia. A cada mês tinham de sortear mais contas que ficariam para o mês seguinte.

Num dia chuvoso, especialmente cinza-chumbo, eles se olharam e resolveram ir à delegacia. Queremos denunciar uma tentativa de assassinato, disseram ao delegado. E quem é a vítima?, perguntou ele.

— Somos nós — suspirou o marido. — O dinheiro está matando nosso amor.

Texto originalmente publicado no Cadafalso II.

Parabéns aos browsers

netscapeHoje, 13 de outubro, é comemorado o aniversário dos navegadores (browsers). Apesar de o primeiro ter sido o Mosaic, a data é o da criação do Netscape Navigator, o primeiro browser popular do planta. Parece que faz muito tempo, mas são só 15 anos desde o seu surgimento, em 1994. Depois vieram Opera, Internet Exploder e hoje temos Chrome e vários outros.

O Netscape Navigator, que tenho a honra de ter em disquete a sua versão 1.1, foi o mais popular da sua época, até a Microsoft resolver incluir o Exploder no seu Windows 95, e é pai biológico do Firefox, hoje, disparado, o melhor navegador disponível.

Parabéns para todos os internautas e para os dinossauros que, como eu, lembram do Trumpet Winsock.

Implosão

the face of truth 2


Cimento, areia, construção
Tempo perdido, sol, ilusão
Não são os degraus que indicam a altura, o andar
Não é o andar que guia o caminho, a falta de destino
Mundo dividido em gavetas que todos querem para si

Chuva, telefone mudo, dissimulação
Piso, andar firme, destruição
Só mesmo o sorriso falso diz a verdade
Somente as saídas sem companhia mostram a verdadeira vontade

Casacos, sapatos, toalhas
Frio, janelas abertas, sofá
Nem sempre adotar um animal é solução
Nunca ter a coragem de dizer que era brincadeira nunca é orgulho

Foto, sorriso, inquietação
Valeu a pena?

Texto original de 2004

Mulher no sofa em preto e branco

Isso já não aconteceu com você?

Quer saber?
Tiana Maciel Ellwanger

Na primeira noite,
Andamos pela rua escura
Amenidades
Identificação
Tentei beijar, você saiu
Falando de outro homem
de paciência, compromissos
Emendou na lua cheia
E me disse outro não
Na segunda noite,
Rimos de doer
a barriga
No bar da ladeira
que cansou
Eu disse que era linda
Menti sobre o salário
E também sobre o passado
Seu sorriso disse sim
Pra me enganar
de novo
Na terceira noite,
Seus olhos perturbavam
Segurança na gargalhada
que dizia “me […]

Texto publicado originalmente no blog Segunda a Sexta.

É por isso que gosto de música antiga: Os discos mais vendidos no Brasil

Ai vai, segundo a ABPD/Nielsen, a lista dos discos mais vendidos no Brasil em 2009.

Realmente a música anda mal.

01 – Roberto Carlos  – Elas Cantam Roberto Carlos

02 – Beyoncé –  I Am… Sasha Fierce (Duplo)

03 – Vários  – Paraíso Nacional

04 – Victor E Leo – Borboletas

05 – Ana Carolina – Nove

06 – Exaltasamba Ao Vivo-  Na Ilha Da Magia

07 – Padre Fábio De Melo – Eu E O Tempo

08 – Victor & Leo – Ao Vivo Em Uberlândia

09 – Seu Jorge – América Brasil O Disco

10 – Vários – Rádio A Voz Do Paraíso

Os melhores riffs e as melhores introduções do rock

Black SabbathTempos atrás (alguns anos, na verdade) fiz uma lista com as introduções de rock que mais gostava. Depois, fiz uma outra com os melhores riffs de todos os tempos. Essas listas ficaram perdidas em algum lugar do mundo encantado de Alta Fidelidade. Somente depois de ler o texto da querida companheira Debinha Thomé fez em seu Bla-Bla-Blog.

Lá tem a lista do The Sun e a da própria Debinha (ambas reproduzidas aqui). Aproveitei para colocar as minhas duas listas.

E ai, de qual você gostou mais? Deixe comentários.

Riffs

Deep PurpleThe Sun:

1. Guns ‘n’ Roses – Sweet Child O’Mine
2. Eric Clapton – Layla
3. Aerosmith – Walk This Way
4. Michael Jackson – Beat It
5. Motörhead – Ace of Spades
6. Jimi Hendrix – Voodoo Child
7. Queen – Another One Bites The Dust
8. Nirvana – Smells Like Teen Spirit
9. Deep Purple – Smoke on the Water
10. Green Day – American Idiot

Derek and the DominosDebinha Thomé:

1. Blitzkrieg Bop – The Ramones
2. Smells Like Teen Spirit – Nirvana
3. Iron Man – Black Sabbath
4. Smoke on the Water – Deep Purple
5. Born to be Wild – Steppenwolf
6. Satisfaction – Rolling Stones
7. Sunshine Of Your Love – Cream
8. Layla – Derek and the Dominos
9. Heartbreaker – Led Zeppelin
10. You Really Got Me – The Kinks

Pete TownshendMinha lista (riffs):

1. Layla – Derek and the Dominos (aka Eric Clapton)
2. Smoke on the Water – Deep Purple
3. Panama – Van Halen
4. Where the Streets Have no Name – U2
5. Sunshine of Your Love – Cream (aka Eric Clapton)
6. Jimmy Hendrix – Foxy Lady
7. Born to be Wild – Steppenwolf
8. Satisfaction – Rolling Stones
9. Iron Man – Black Sabbath
10. Hey Buldog – The Beatles

Minha lista (intros):

Emerson Lake Palmer1. A Little is Enough – Pete Townshend
2. California Girl – Beach Boys
3. Baba O’Riley – The Who
4. Won’t Get Fooled Again – The Who
5. Where the Streets Have no Name – U2
6. Stawberry Feilds Forever – The Beatles
7. Money for Nothing – Dire Straits (que poderia estar em riffs também)
8. Time – Pink Floyd
9. From the Beggining – Emeron, Lake & Palmer
10. Band on the Run – Paul McCartney & Wings

Menções honrosas:

Hotel California – Eagles
Thunderstruck – AC/DC

PS: Provavelmente deixei algumas coisas de fora, mas o básico é isso ai. Nada de muito relevante aconteceu nos últimos 5 anos para mudar a lista.

Quando o politicamente correto beira o bizarro

gaguinhoJá disse aqui que sou contra essa onda chatérrima de politicamente correto. O mundo ficou muito menos divertido e as pessoas estão se levando muito a sério. Os aleijados não aceitam mais sua condição, assim como surdos, mudos, burros e outras tribos.

Até acho que me incluo em algumas das categorias que mudaram de nome para se adequar ao novo status quo. Mas fico muito feliz quando vejo notícias bizarras que beiram o ridículo, sempre em nome do respeito.

Pois saibam que Gagos poderão pagar meia conta de telefone em Porto Alegre. È, existe um projeto de lei para isso. Pior, no Mato Grosso do Sul tiveram a mesma ii-ddéiii-i-a.

Brilhante, não?

Leia a notícia completa no R7.

Esse estranho jogo do amor (This Loving Game)

This Loving Game

Somebody told me to walk away
When love got hard and I had to play
But you know it’s such a shame
Nobody knows how to play
This loving game

Sometimes we all seem to act like fools
But do we care who breaks the rules?
I suppose it’s all the same
We never learn how to play
This loving game

Do I love you after so much
As I did before?
Darling I could hardly love you more

I tried to look for some good advice
Cos we all have to pay the price
But till now, you never came
I’ll never know how to play
This loving game

Do I love you after s-much
As I used to do?
No one knows me half as well as you
Yeah, you know you do, you know you

Somebody told me to walk away
When love got hard and I had to play
But you know that it’s still a shame
Nobody knows how to play
This loving game

Nobody knows how to play
This loving game

Se preparando para as Olimpíadas

Placas de trânsito cariocas em 2016O que não faltam são piadinhas sobre a escolha do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016. Mas, apesar de todos os problemas atuais, das promessas que não serão cumpridas, nossa cidade vai receber muitos recursos e, claro, uma pequena parte deles vai mesmo ser usado em benefício da população.

Trânsito melhor, menos buracos nas ruas, mais segurança e menos blitze caça-níqueis, despoluição de lagoas e da Baía. Pode ser utopia, mas eu acredito que a escolha do Rio vai fazer bem para quem mora aqui. Serão mais empregos, mais gente e a grande oportunidade de acabar, mesmo que de maneira mentirosa, com a idéia de que o Rio é um bom lugar para fugir da polícia.

Afinal, somos sérios! Ou não?

PS: Clique na imagem para ler o que está nas placas.

Rock para sempre – Long Live Rock

Long Live Rock
Pete Townshend / The Who

longliverockDown at the Astoria the scene was changing,
Bingo and rock were pushing out X-rating,
We were the first band to vomit in the bar,
And find the distance to the stage too far,
Meanwhile it’s getting late at ten o’clock,
Rock is dead they say,
Long live rock.

Long live rock, I need it every night,
Long live rock, come on and join the line,
Long live rock, be it dead or alive.

People walk in sideways pretending that they’re leaving,
We put on our makeup and work out all the lead-ins,
Jack is in the alley selling tickets made in Hong Kong,
Promoter’s in the pay box wondering where the band’s gone,
Back in the pub the governor stops the clock,
Rock is dead, they say,
Long live rock.

Long live rock, I need it every night,
Long live rock, come on and join the line,
Long live rock, be it dead or alive.

longliverockIILandslide, rocks are falling,
Falling down ‘round our very heads,
We tried but you were yawning,
Look again, rock is dead, rock is dead, rock is dead.
The place is really jumping to the Hiwatt amps,
‘Til a 20-inch cymbal fell and cut the lamps,
In the blackout they dance right into the aisle,
And as the doors fly open even the promoter smiles,

Someone takes his pants off and the rafters knock,
Rock is dead, they say,
Long live rock, long live rock, long live rock.
Long live rock, long live rock, long live rock,
Long live rock, long live rock, long live rock.