Arquivo da tag: Ciência

A ‘super blood woolf moon’ está chegando

Um eclipse lunar total (e bem especial) ocorrerá em 20 de janeiro

Em 20 de janeiro, a Terra passará entre o sol e a lua, bloqueará a luz do sol e lançará uma sombra sobre a lua.

A “super blood woolf moon” recebe esse nome porque o eclipse ocorre quando a lua está cheia (a de janeiro, chamada de ‘woolf moon’) e mais próxima da Terra do que o normal (o fenômeno da super lua). A sombra da Terra fará a lua parecer avermelhada.

O eclipse lunar total será totalmente visível para as pessoas na América do Norte, América do Sul, Groenlândia, Islândia, Europa Ocidental e África. Pessoas em outras partes do mundo verão um eclipse parcial.

No Brasil, o fenômeno poderá ser melhor observado na madrugada de 20 para 21 de janeiro. O ápice está previsto para as 3h12, horário de Brasília.

O eclipse lunar deverá durar uma hora e dois minutos.

Esse eclipse lunar total será o último que veremos até maio de 2021 (embora haja eclipses lunares parciais antes disso).

Explicações semânticas dos fenômenos

Os eclipses lunares totais não são tão raros. O último ocorreu em julho de 2018. Mas este se destacará como uma “super lua de sangue do lobo”, para fazer uma tradução bem tosca do fenômeno.

A Nasa costuma manter um link de streaming online no seu canal do YouTube (abaixo). É bem provável que faça uma transmissão ao vivo do fenômeno, como aconteceu na super lua azul de sangue, no ano passado.

Esse nome é baseado no tempo do eclipse e na posição da lua em relação à Terra. Eclipses lunares totais fazem a lua parecer laranja-avermelhada devido ao efeito que a atmosfera da Terra tem sobre a luz do sol que passa através dela. E é por isso que eles são chamados de luas de sangue.

As luas cheias que ocorrem em janeiro são conhecidas como “luas do lobo” (cada mês recebe seu próprio nome de lua cheia). E esta aparecerá especialmente brilhante e grande porque a lua estará um pouco mais próxima da Terra do que o normal — daí a rótulo “super” —, fenômeno conhecido como perigeu.

Algumas explicações científicas

Durante um eclipse lunar, a lua toca a sombra externa da Terra, chamada penumbra, e então se move para a sombra completa, chamada de umbra. Em seguida, ele volta para a penumbra.

Cerca de 80% da atmosfera da Terra é gás nitrogênio, e o restante é principalmente oxigênio. Depois que nossa atmosfera absorve a luz branca do sol, essa mistura de gás se espalha ao redor das cores azul e roxa, e é por isso que o céu parece azul aos nossos olhos durante o dia.

Durante um eclipse lunar, a atmosfera da Terra dispersa a luz azul e refrata o vermelho — um processo semelhante ao que vemos durante o nascer e o pôr do sol. É por isso que a lua parece ficar vermelha quando está na umbra da Terra.

Para quem pretende acompanhar o fenômeno, vale lemrar que observar um eclipse lunar total não é perigoso — ao contrário de olhar para um eclipse solar sem proteção.

Anúncios

Esses Ingleses Maravilhosos e Suas Pesquisas Voadoras XX: Bacon não é mais vilão contra a saúde do coração

Essa é mais uma reportagem que também poderia entrar para a série: “Bacon é Vida”. Agora é ir até o supermercado comprar um pedacinho de uns 3kg.

Bacon faz bemUma nova pesquisa publicada no site britânico de cardiologia Open Heart (da editora British Medical Journal) faz um polêmico alerta: todas as recomendações médicas contra o consumo de gordura saturada jamais deveriam ter sido feitas. Desde o ano passado que cardiologistas, inclusive no Brasil, começam a despertar a atenção para a tese de que gorduras saturadas não são as principais causas de males cardíacos.

O artigo diz que as advertências anteriores eram baseadas em dados falhos e evidências “muito limitadas”. Segundo os primeiros alertas, os homens não poderiam consumir mais de 30g de gordura saturada por dia e as mulheres se limitariam a 20g. Mas os especialistas do Open Heart hoje renegam todos estes avisos, que começaram a ser veiculados na década de 1980.

BaconManteiga, banha de porco, bolos, tortas, leite integral, bacon, queijos e chocolates entram na nova lista de compras defendida pelo Open Heart. O que os especialistas argumentam é que os açúcares, carboidratos e comidas processadas é que contribuem mesmo para doenças do coração. Assim, recomendam evitar mesmo é arroz branco, frutose (a não ser a encontrada naturalmente nas frutas), pão francês e comidas processadas em geral.

A BMJ, editora do British Medical Journal, tem parceria com o Ministério da Saúde do Brasil desde 2012, quando lançou ferramentas digitais para auxiliar diagnósticos.

Mais sobre bacon e vida:

Mulher de 105 anos diz que o segredo para uma vida longa é bacon

Fonte: Jornal Extra 

 

Quanto mais proteína no café da manhã, melhor

Como sempre digo: Bacon é vida! Agora, respaldado por estudos científicos seríssimos, posso afirmar que o café da manhã dos ingleses é extremamente saudável e deve ser adotado por todos (:p). Na boa, fazer um estudo para dizer que um café da manhã reforçado faz com que as pessoas sintam menos fome até a hora do almoço chega a ser engraçado de tão inútil. Porém, a descoberta de que comer linguiça e ovos pela manhã pode equilibrar as taxas de glicose é surpreendente.

Vamos comer proteína!

English breakfastO corpo de pesquisas que apontam os benefícios da ingestão de proteína no café da manhã está crescendo. Após cientistas da Universidade de Yale e de Missouri-Columbia mostrarem que linguiça e ovos logo cedo podem regular o apetite durante o dia e equilibrar as taxas de glicose no sangue, um novo estudo da empresa de alimentos Hillshire sugere que quanto maior o consumo de proteína, mais amplos são os benefícios para a saúde.

A pesquisa mostrou que as refeições matinais com alto teor de proteína foram mais eficazes em reduzir o apetite até a hora do almoço. Os cientistas testaram seis tipos de café da manhã: os três primeiros com linguiça e um alimento industrializado à base de ovo, com 40, 23 e 9 gramas de proteína; o quarto com cereais e leite contendo 8 gramas de proteína; o quinto com panqueca e xarope (comum nas refeições americanas), com 3 gramas de proteína; e o sexto sem café da manhã.

Os participantes tiveram que avaliar sua fome antes do almoço e em intervalos de 30 minutos durante quatro horas. Depois ganharam uma refeição de massa e foram aconselhados a comer até estarem satisfeitos.

Salsicha-e-ovos1Os resultados da pesquisa, divulgados durante a Conferência da Sociedade Americana para a Nutrição Experimental na Biologia, mostram que os participantes que comeram o café da manhã com maior quantidade de proteína sentiram menos fome durante toda a manhã e comeram menos no almoço.

— Há um grande valor no verdadeiro entendimento do poder da proteína quando ingerida em quantidades ideais. Proteína é o o melhor alimento, mas os consumidores devem estar mais informado sobre as quantidades que precisam ingerir em cada refeição, para que possam maximizar os benefícios, como o controle da fome — declarou Kristin Harris, chefe de pesquisa de nutrição da Hillshire.

Outra pesquisa, publicada na revista “Experimental Biology”, dá suporte ao estudo da Hillshire. Uma equipe de cientistas testou a diferença dos benefícios de um café da manhã com alimentos industrializados contendo 39 gramas e 30 gramas de proteína. Eles observaram que as pessoas que comeram mais proteína tinham menores taxas de glicose no sangue após a refeição.

Apesar de os pesquisadores afirmarem que esse tipo de café da manhã não prejudica a pressão, o colesterol e o peso, a nutricionista clínica Haline Dalsgaard alerta que comer gema e linguiça diariamente não faz bem para a sáude.

É bom lembrar que cresce no mercado o número de empresas que fabricam e vendem produtos industrializados com alto teor de proteína e que o estudo foi patrocinado e realizado por uma companhia de alimentos.

Fonte: O Globo

Esses ingleses maravilhosos e suas pesquisas voadoras XXI – Mulheres com quadris largos fazem mais sexo casual

Não que isso faça muita diferença, mas os ingleses parece que estão tentando transferir a culpa pela sua pouca frequência sexual para as mulheres do país, já que elas não se encaixam na descrição das gulosas descritas na pesquisa.

A justificativa para fazer mais sexo me parece extremamente pobre, mas você pode tentar arriscar suas fichas baseado em um estudo científico.

Large hipsSe você está buscando sexo casual, é melhor começar a olhar para o quadril das mulheres. Segundo estudo publicado na revista “Archives of Sexual Behavior”, aquelas com quadris mais largos são mais propensas a ter parceiros de apenas uma noite. A relação não é com o prazer sexual, e sim com o parto. Conhecidos como “quadris férteis”, eles facilitam o nascimento e tornam o momento menos traumático para as mulheres, o que faz com que elas curtam mais o sexo sem compromisso.

A relação parece complicada, mas pesquisadores da Universidade de Leeds, na Inglaterra, realizaram uma pequisa com 148 mulheres. Aquelas com cadeiras avantajadas relataram ter tido mais relações com parceiros de apenas uma noite. Os cientistas concluíram que a forma do corpo da mulher tem relação direta com a sua decisão pelo sexo casual. Por terem partos mais complicados, as mulheres com quadris pequenos tendem a ter mais cautela no comportamento sexual.

– A largura do quadril das mulheres tem um impacto direto sobre o risco potencial de lesões fatais relacionadas ao parto. Parece que quando as mulheres têm o controle sobre sua própria atividade sexual esse risco se reflete em seu comportamento – disse Colin A. Hendrie, professor de Etologia Humana e Animal da Universidade de Leeds, ao “Telegraph”. – A atividade sexual das mulheres é, portanto, pelo menos em parte influenciada pela largura do quadril.

Entenda a pesquisa

Quadril largoOs pesquisadores definiram quadris largos aqueles maiores que 36 centímetros, e pequenos os menores de 31 centímetros. Eles selecionaram 148 mulheres com idade entre 18 e 26 anos, não virgens. Elas tiveram seus quadris medidos e responderam a um questionário sobre sua atividade sexual, incluindo idade na primeira relação, número de parceiros sexuais e relação emocional com eles.

Aquelas que relataram de três a quatro parceiros de apenas uma noite tinham um quadril cerca de dois centímetros mais largo do que as que contaram ter tido a experiência casual apenas uma vez.

Os pesquisadores ligaram o comportamento com a evolução do ser humano. De acordo com eles, o homem aprendeu a andar ereto e seu quadril foi se tornando cada vez mais estreito para tornar o andar mais fácil.

Nesse processo, o quadril feminino ficou apenas largo o suficiente para permitir o parto. Diferentemente da maioria dos outros primatas, o bebê humano nasce em uma fase menos desenvolvida da vida por conta dessa restrição e, portanto, precisa de mais atenção de seus pais.

– Descobrimos que as mulheres com quadris menores tendem a ter, ao longo de toda a sua história sexual, poucos parceiros sexuais. Elas realmente só tinha relações sexuais no contexto de relações, o que demonstra uma estratégia sexual mais cautelosa. Se engravidassem, haveria alguém em sua vida para ajudá-las – analisou Hendrie.

Apesar de as mulheres classificadas com quadril largo terem relatado mais relações causais, houve exceções em cada ponta.
– Outra coisa importante é que este estudo não está refletindo o que os homens acham atraente, é sobre as mulheres estarem no comando de seu próprio destino, onde podem controlar seu próprio comportamento sexual – ressaltou Hendrie.

Fonte: O Globo

Mulher de 105 anos diz que o segredo para uma vida longa é bacon

BaconEssa eu postei primeiro no Facebook primeiro, mas merece entrar aqui no F(r)ases da Vida. Como já afirmei algumas vezes bacon é vida! Nunca vi alguém sofrer uma intoxicação alimentar por conta desse saudável e natural alimento. Isso é coisa para batata e outros legumes. Agora, vem uma anciã, no auge dos seus 105 anos, dizer que o segredo para a sua longevidade é o…BACON!

Pearl Cantrell, a nossa garotona de 105 anos, jura que a verdadeira fonte de juventude é o bacon. A norte-americana disse comer bacon todos os dias e que isso ajuda o seu coração.

É ou não é para sair correndo e subir no primeiro pé de bacon que encontrarmos pela frente?