Paul McCartney – Montevidéu – Uruguai – 15 de abril de 2012 – A critica

17/04/2012 0 Por Fernando de Oliveira

Paul McCartney iniciou sua turnê On the Run pela América do Sul com um concerto em Montevidéu, no domingo, 15 de abril.  Em 2012 ele ainda toca no Brasil (Recife e Florianópolis), México, Paraguai e Colômbia. Tudo isso só no 1º semestre.

Pode ser que alguém comente: “Ele já não veio aqui em 2011?”. Bem, ele veio aqui (ao Brasil) em 2010 também e tomara continue vindo (mas em doses mais homeopáticas, para garantir a saúde de minha sempre combalida conta bancária).

“O maior show da história do Uruguai”, segundo os jornais locais, aconteceu no Estádio Centenário, uma construção antiga, mas que por dentro se mostrou muito mais velha, desconfortável e inadequada ainda. Por sorte a pista vip era com lugares marcados. As cadeiras de plástico quebraram um galhão!


A noite estava super agradável e – tenho que admitir – chegar ao estádio foi fácil. A organização demorou um pouco para abrir os portões (teria sido a duração do soundcheck?), mas havia bastante gente para orientar os fãs até seus assentos.

Sobre a cidade? Gostei tanto que já marquei a minha próxima visita para fevereiro de 2072!

O show

Ah, o show… Bem, considerando que já não sou muito iniciante em termos de concertos de Paul McCartney (foram 8, sendo que 5 deles nos últimos 16 meses), as surpresas seriam poucas, mas valeram a viagem, correria e cansaço.

Nos últimos shows europeus (em março), Paul havia incluído canções ainda inéditas no Brasil (My Valentine, Maybe I’m Amazed, The Night Before e Junior’s Farm) e era essa a expectativa de novidades, além do medley final do disco Abbey Road, que ele havia tocado apenas nos shows do Maracanã, em 1990. E Paul não decepcionou.

Como era o 1º show de Macca em terras uruguaias, era de se esperar um setlist mais comportado, com mais canções conhecidas e poucas (ou nenhuma surpresa). E foi isso mesmo (veja o repertório no fim do post). Com longos 30 minutos de atraso, Paul e banda subiram ao palco para entreter uma platéia um tanto estranha. Não sei se foi por conta dos lugares sentados, do excesso de chimarrão que as pessoas bebem ou dos pesados casacos, o fato é que o público cantava pouco e precisava de incentivo para fazê-lo. Muito mais civilizado, mas muito menos empolgante que as platéias brasileiras, esse comportamento pôde ser sentido no (menor) entusiasmo de Paul e banda.

Os pontos altos

É difícil destacar algum ponto alto em um show de Paul McCartney. A qualidade das canções – sejam elas dos Wings, da carreira solo ou dos Beatles – fala alto e ai tudo vira uma questão de gosto pessoal. Para mim, Junior’s Farm, My Valentine e principalmente Maybe I’m Amazed foram os momentos mais emocionantes, além da sempre tocante Something e a sequência de fotos de Paul e George.

Relembre alguns shows de Paul pelo Brasil

Porto Alegre (2010)
Paul in POA – Soundcheck 7/11/2010
Lembranças em vídeo do show de Paul McCartney em Porto Alegre

São Paulo (2010)
Rio  de Janeiro (2011) – 1º show
Rio  de Janeiro (2011) – 2º show
Rio de Janeiro (2011) – Soundcheck

A voz de Paul não estava em boa forma e a primeira parte do concerto foi cheia de erros, notas não alcançadas e desafinos. Coisas que deveriam ser normais para um senhor de quase 70 anos, mas que nunca notei com tanta intensidade nas apresentações anteriores. Surpreendentemente, na volta para o 1º bis, a voz de McCartney rejuvenesceu e ele segurou bem algumas canções difíceis como Helter Skelter e o medley do Abbey Road.

Vale destacar que o vídeo de My Valentine dirigido por Paul e estrelado por Natalie Portman e Johnny Depp fez sua estreia na turnê. Pode não parecer muito, mas fica registrado na história.

Nesta quinta (19 de abril), Paul toca no Paraguai e nos dias 21 e 22 no Estádio do Arruda, em Recife – onde pretendo completar meus dez shows – e fecha o giro brasileiro em Florianópolis, na quarta, dia 25, na Ressacada. É mais uma chance de misturar turismo com boa música.

PS: Parece que alguns telões foram instalados em algumas cidades do Uruguai (sempre citadas por Paul), mas até agora não apareceram imagens dessas transmissões.

Soundcheck

No sábado à noite Paul fez um soundcheck onde algumas canções novas foram ensaiadas e podem aparecer aqui ou ali (tomara que aqui) em breve:

Matchbox
Blue Suede Shoes
Honey Don’t
Drive My Car
C moon
Come And Get It
Don´t Let The Sun Catch You Crying
Midnight Special
Two Of Us
Tequila
We Can Work It Out
Hope Of Deliverance
Ebony And Ivory
Letting Go
Listen To What The Man Said
My Valentine
Live And Let Die

Setlist – concerto

Hello, Goodbye
Junior’s Farm
All My Loving
Jet
Got to Get You into My Life
Sing the Changes
The Night Before
Let Me Roll It
Paperback Writer
The Long and Winding Road
Nineteen Hundred and Eighty-Five
My Valentine
Maybe I’m Amazed
I’m Looking Through You
Two of Us
Blackbird
Here Today
Dance Tonight
Mrs. Vandebilt
Eleanor Rigby
Something
Band on the Run
Ob-La-Di, Ob-La-Da
Back in the U.S.S.R.
I’ve Got a Feeling
A Day in the Life
Let It Be
Live and Let Die
Hey Jude

Encore:
Lady Madonna
Day Tripper
Get Back

Encore 2:
Yesterday
Helter Skelter
Golden Slumbers
Carry That Weight
The End


Fotos: Divulgação

Vídeos: Jo Nunes