Arquivo da tag: Simone Mazzer

Milton Nascimento volta acústico e afinadíssimo

Cantor lança EP acústico com regravações de canções icônicas e divulga clipe da canção Maria, Maria

Um dos maiores talentos e uma das vozes mais privilegiadas da MPB, Milton Nascimento está de volta com o lançamento do EP A Festa, que traz versões acústicas de alguns de seus sucessos.

— Uma das minhas maiores vontades na vida era um dia poder lançar um projeto que tivesse minhas canções num formato mais acústico. E esse momento finalmente chegou! É com muita alegria que agora a gente tá lançando esse EP , com alguns de meus maiores sucessos acompanhado apenas pelo violão do meu maestro, Wilson Lopes, que já toca comigo há muitos anos. Foi tudo feito com muito carinho! — disse Milton.

Para quem acompanhou as duas últimas turnês de Milton, ficava evidente uma certa fragilidade (física e vocal) do artista. A voz, sempre poderosa e afinada, andou dando umas escorregadas, que parece ficaram para trás nestes registros. Uma ótima notícia para os fãs da boa música brasileira.


As canções

O Cio da Terra — Parceria de Milton com Chico Buarque, que fez sua estreia no LP Geraes (1976), O Cio da Terra ganhou um registro onde o arranjo de Wilson Lopes se destaca e dá mais brilho ainda a bela interpretação de Milton.

A nova versão é de uma delicadeza que rivaliza com a qualidade do registro original.

A Festa — Gravada por Maria Rita no seu disco de estreia (2003), A Festa ganha, finalmente, uma versão na voz de seu autor (outra escolha certeira).

Todos que imaginavam como a canção deve ter sido criada vão ficar mais que satisfeitos. Um dos pontos altos do EP.

Pôr do sol e aurora
Norte sul leste oeste
Lua nuvens estrelas e a banda toca
Parece magia e é pura beleza
E essa música sente e parece que a gente
Se enrola corrente e tão de repente você
Tem a mim

Maria, Maria — Uma das mais conhecidas e icônicas composições de Bituca, Maria, Maria é daquelas músicas difíceis de estragar e não seria o seu autor o responsável por fazê-lo. Talvez a necessidade de fazer algo diferente tenha atrapalhado um pouco.

É uma boa versão, mas o formato acústico e as mudanças de clima não melhoraram algo que é mesmo difícil de melhorar.

Confira os CDs de Milton Nascimento

A canção ganhou um clipe dirigido por Matheus Senra e estrelado pelas atrizes Simone Mazzer, Jéssica Ellen, Zezé Motta, Camila Pitanga, Sophie Charlotte, Georgiana Góes Arianne Botelho.

Beco do Mota — Provavelmente a menos feliz das gravações desse EP. Lançada no LP Milton Nascimento (1969), Beco do Mota não se beneficiou do formato acústico. Não chega a ser um mau registro, mas fica abaixo das demais canções do projeto.

Cuitelinho — Gravada pela primeira vez em 1983, no álbum Milton Nascimento ao Vivo, é o ponto alto do EP.

Composição tradicional, com origem no folclore do Pantanal de Mato Grosso do Sul, Cuitelinho é a prova definitiva de que uma boa música sempre pode ser melhorada. Bituca e Wilson Lopes mostram-se imbatíveis. É de ouvir sem parar.

Aí quando eu vim de minha terra
Despedi da parentaia
Eu entrei no Mato Grosso
Dei em terras paraguaia
Lá tinha revolução
Enfrentei fortes bataia, ai, ai, ai

A tua saudade corta
Como aço de navaia
O coração fica aflito
Bate uma, a outra faia
Os óio se enche d`água
Que até a vista se atrapaia, ai, ai, ai

Canção da América — Assim como Maria, Maria, Canção da América é uma das marcas registradas de Milton Nascimento. A parceria com Fernando Brant, imortalizada no disco Sentinela (1980), ganha nova vida.

Os backings de Milton (em substituição aos originais do Boca Livre) são lindos. Uma ótima maneira de terminar A Festa.

Cotação **** ½

Uma versão deste texto foi publicada na Revista Ambrosia

Anúncios

Agenda de shows internacionais no Rio em 2015

Aí vai a agenda de shows internacionais no Rio de Janeiro em 2015. Como sempre, ela será atualizada ao longo do ano que. mesmo com todo o calor e crise econômica, promete.

Caso tenham contribuições, elas são muito bem-vindas.

Atualizado em 20 de outubro – Raggabund

428598_Show_de_Ringo_Starr_24_g

Quem está certo:

25 de janeiro: Kaiser Chiefs e Foo Fighters (Maracanã)

29 de janeiro: Sublime With Rome (Citibank Hall)

27 de fevereiro: Ringo Starr (Vivo Rio)

08 de fevereiro: Mr. Big (Fundição Progresso)

08 de março: Steve Hackett (Citibank Hall)

14 de março: Slash (Fundição Progresso)

14 de março: City and Colour (Sacadura 154)

19 de março: NoFx (Circo Voador)

20 de março: Damian Marley (Cidade das Artes)

20 de março: Zaz (Circo Voador)

24 de março: Robert Plant (Citibank Hall)

25 de março: Smashing Pumpkins (Citibank Hall)

26 de março: Three Days Grace (Circo Voador)

27 de março: Foster the People e Bastille (Citibank Hall)

08 de abril: Jason Mraz (Citibank Hall)

11 de abril: Lindsey Stirling (Citibank Hall)

16 de abril: Imagine Dragons (Citibank Hall)

18 de abril: Seether (Citibank Hall)

22 de abril: Christina Perri (Teatro Bradesco)

23 de abril: Judas Priest (Vivo Rio)

30 de abril: Ed Sheeran (HSBC Arena)

18 de abril: America (Citibank Hall)

08 de maio: Adrenaline Mob (Circo Voador)

15 de maio: Orquesta Buena Vista Social Club (Vivo Rio)

21 de maio: Spy vs Spy (Miranda)

02 de junho: Pain of Salvation (Teatro Rival)

08 de junho: Backstreet Boys (Citibank Hall)

11 de junho: Backstreet Boys (Citibank Hall)

18 de junho: Sinead O’Connor (Teatro Bradesco)

30 de junho: Violetta (HSBC Arena)

28 de julho: David Garret (Vivo Rio)

25 de agosto: Maroon 5 (HSBC Arena)

27 de agosto: Tove Lo (Morro da Urca)

18 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

19 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

20 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

24 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

24 de setembro: Simone Mazzer (Teatro Rival)

25 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

26 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

27 de setembro: Rock in Rio (Cidade do Rock)

09 de outubro: Blind Guardian (Vivo Rio)

18 de outubro: Skillet (Circo Voador)

20 de outubro: Raggabund (Teatro Rival)

22 de novembro: Muse (HSBC Arena)

22 de novembro: Pearl Jam (Maracanã)

24 de novembro: Morrisey (Citibank Hall)

Relembre os melhores shows internacionais que passaram pelo Rio em 2014!