Arquivo da tag: Palavra do Dia

Palavra do Dia: Esfossilizar

Na vida sempre há ossos para desenterrar. O processo de esfossilizar pode ser doloroso e, algumas vezes, constrangedor, mas quase sempre é muito necessário. Infelizmente (ou felizmente) muita gente consegue passar a sua existência na Terra sem ter seu verdadeiro eu exposto.

Significado:
Desenterrar coisas e/ou objetos muito antigos (fósseis); exumar.
(Etm. es + fossilizar)

Sinônimos:
exumar, desenterrar, dessepultar

Classe gramatical:
verbo transitivo direto

Sílabas:
es-fos-si-li-zar

Anúncios

Palavra do Dia: Pseudo

Não há pseudos amores, pseudo fidelidade ou pseudo comprometimento. Acho que, na verdade, não há pseudos nada. Pseudo é daquelas palavras que dificilmente vem acompanhadas de algo positivo. Sou fã da sua utilização, mas nem um pouco fã dos seus significados.

Significado:

pref. De teor falso; cujo conteúdo não corresponde à realidade.
adj. Gíria. Que é falso, enganoso: ele levava uma pseudo vida.
s.m. e s.f. Alguém que aparenta ser o que não é; geralmente se refere aos pseudointelectuais: ninguém aguenta mais o pseudo da faculdade.
Gram. Acrescenta-se o hífen quando a palavra for iniciada por uma vogal idêntica à vogal do prefixo ou por h.
(Etm. do grego: pseûdos.eos)

Sinônimos:
falso, enganador, errôneo, pseudointelectual

Classe gramatical:
pronome de tratamento

Palavra do Dia: recôndito

No recôndito da alma. Sempre que leio essa frase uma sensação de estranheza me bate. Acho que é a palavra mesmo. Ela não é muito comum, pelo menos para mim.

Recôndito:

adj. Que se encontra ou permanece encoberto; oculto ou retirado.
Que não se conhece bem; que se mantém ignorado; desconhecido.
Que existe ou origina no âmago; que tem origem no íntimo de alguém; íntimo ou profundo.

s.m. Aquilo que se encontra encoberto em alguém; âmago ou íntimo.
O local que está oculto; escaninho.
(Etm. do latim: reconditus.a.um)

Sinônimos:
escuso, recesso, ignorado, oculto, encoberto, recanto, interior, desconhecido, retirado, profundo, escaninho, solama, solapado

Antônimos:
evidente, conhecido, aberto, aparente, descoberto

Palavra do Dia – Superficialidade

Muitos seres humanos têm por característica a superficialidade, seja por falta de conteúdo, como um mecanismo de proteção ou por opção de vida. A superficialidade pode ser expressada de várias maneiras e, normalmente, é encoberta por uma atitude proativa e cheia de segurança.

O superficial pode ser detectado nas amizades – afinal, ter milhões de amigos que são levados para festas em casa não significa que sejam confiáveis -, nos relacionamentos – aqueles que acontecem após um cruzar de olhos em um ônibus ou avião e não nos que são baseados em entrega e troca -, em caixas – sejam elas cheias de bolas de gude ou camisinhas – ou na incontrolável necessidade de demonstrar que a alma é livre e sem destino.

Não vamos confundir superficialidade com dissimulação (são coisas bem diferentes). Fico triste toda vez que vejo uma pessoa fugir de algo apenas por conta da falta de comprometimento e medo de algo que fuja do que pode ser considerado raso. Para muitos, se abrir é um verdadeiro tormento e se expor é algo que pode dar aos outros a chance de conhecer o que se esconde lá no fundo do seu ser.

Para manter a capa de superficialidade muitos riem (muito e alto), outros precisam manter a popularidade. Mas a superficialidade pode estar também na música, na política ou no estilo de vida. Nem sempre ser superficial é ruim. Há casos nos quais pode até ser uma boa tática de sobrevivência, mas sejamos honestos, é muito desagradável ver pessoas sendo enganadas por uma linda e superficial camada de personalidade.

Definição

superficialidade:

s.f. Superficialismo; condição ou qualidade do que é superficial, básico, elementar, pouco profundo: a superficialidade dos comentários na internet.

Observação ou análise feita sem reflexão, sem profundidade: os políticos se mantiveram em superficialidades.

Caráter do que não é profundo, daquilo que se situa na superfície.

(Etm. superficial + i + dade)


Sinônimos
:

superficialismo

Classe gramatical:

substantivo feminino

Citações:

“Ler é sonhar pela mão de outrem. Ler mal e por alto é libertarmo-nos da mão que nos conduz. A superficialidade na erudição é o melhor modo de ler bem e ser profundo.” – Fernando Pessoa

“Nada é mais insondável do que a superficialidade da mulher.” – Karl Kraus

*Esse texto foi escrito entre 2007 e 2008

Palavra do Dia: Metáfora

photo,retouch,black,and,white,face,portrait,women,conceptual-e11027dc90d81b4665b11982348af902_h[1]Do latim ‘metaphora’, esta figura de linguagem consiste em estabelecer uma analogia de significados entre duas palavras ou expressões. Assim, a metáfora altera o sentido de uma palavra ou expressão através do acréscimo de um segundo significado, estabelecendo entre eles uma relação de semelhança. A metáfora está presente no verso “o amor é fogo que arde sem se ver”, de Luís de Camões.

Definição:

(me.tá.fo.ra)

sf.

  1. Gram. Figura de linguagem que consiste em estabelecer uma analogia de significados entre duas palavras ou expressões, empregando uma pela outra (p.ex.: asas da imaginação).

[F.: Do lat. metaphora, ae do gr. metaphorá.

Fonte: Aulete

Palavra do Dia: Lealdade

Há muita gente que nem tem ideia do que essa palavra representa. Lealdade é aquilo que faz você seguir seus sentimentos e convicções sem esquecer os outros – amigos, amantes, parentes.

Lealdade é criar vínculos e respeitá-los. É não trair ou colocar suas necessidades supérfluas ante as importantes para quem gosta de você. É, basicamente, ter carinho por quilo que cultivou.

Tem gente que nem imagina que lealdade é o que mantém os amigos, muito mais que risadas, cervejas, noitadas sem rumo ou batucadas. Como diz a descrição abaixo, até os animais podem ser fieis.

Lealdade IA palavra lealdade pode ser usada como sinônimo de fidelidade, honestidade e respeito aos vínculos assumidos com alguém. Dentre os animais, os cães são os mais conhecidos por sua típica lealdade, mas, como fica nítido através de diversas histórias narradas no livro “O que sentem os animais?”, outras espécies também demonstram essa qualidade em relação a seus semelhantes e agem com lealdade até mesmo em casos de amizades interespécies.

Definição:

(le:al.da.de)

sf.

  1. Qualidade do que é leal.
  2. Procedimento conforme às leis da honra e do dever.
  3. Fidelidade aos compromissos assumidos.

[F.: leal + -dade. Ant.: deslealdade.]

Palavra do Dia – Release

Há momentos nos quais a gente esquece das coisas mais simples.

Press_release2Release é uma matéria informativa distribuída à imprensa e à TV, antes de um evento, para facilitar sua divulgação. O termo é derivado da palavra inglesa release, que significa ‘liberação’ ou divulgação de imprensa. A matéria divulgada geralmente serve de apoio, atração ou pauta, e é construída em um texto sintético e objetivo. Trata-se, basicamente, de um documento oficial que anuncia, contesta ou esclarece alguma questão relacionada à empresa, e que precise ser levada ou respondida à mídia. O release contém informações importantes sobre a empresa em questão, como se fosse o ponto de partida da reportagem ou um aviso de algum produto ou evento. Em geral, é enviado simultaneamente a todos os veículos cujo editorial contemple o tema em questão.

Definição:

(Ing. /riliz/)

sm.

  1. Jorn. Matéria informativa distribuída à imprensa, à TV etc. antes de um evento para facilitar a sua divulgação.

Palavra do Dia: impressão

Dizem que a primeira impressão é a que fica. Muitas vezes é, mas com a tecnologia 3D tudo pode mudar (ou não).

3d-printsDefinição:

(im.pres.são)

sf.

1. Ação ou resultado de imprimir com máquinas gráficas (impressão de jornais)

2. Reprodução mecânica de textos, imagens etc.: impressão de boa qualidade.

3. Marca deixada em algum lugar: A impressão dos sapatos ficou na lama.

4. Fig. Efeito ou emoção que um fato, objeto ou alguém provoca: “Talvez a impressão dos fatos seja muito próxima…” (Fernando Pessoa, Ficções do interlúdio.)

5. Fig. Noção ou opinião vaga; PALPITE: Tenho a impressão de que meu time será campeão.

[Pl.: -sões.]

[F.: Do lat. impressio,onis]

Palavra do Dia: Copa

A Copa do Mundo está quase acabando, mas você sabe o que a palavra copa quer dizer?

 

CopasCopa 

Nome dado a torneio esportivo no qual se disputa um troféu. O termo tem origem no latim ‘cuppa’, que significa tonel, taça. A Copa do Mundo de Futebol é uma competição internacional que ocorre a cada 4 anos, entre as melhores seleções nacionais do mundo. A primeira edição do evento foi realizada em 1930, no Uruguai, cuja seleção ganhou a taça naquele ano. A Copa do Mundo é o segundo evento esportivo mais assistido no mundo, atrás apenas dos Jogos Olímpicos.
Definição:

(co.pa) [ó]
sf.
1. Espécie de vaso fundo de tamanho e formatos diversos, para conter bebida, e do qual se a bebe; CÁLICE; TAÇA [Tb. us. em liturgia, heráldica etc.]

2. Taça artística us. como prêmio aos vencedores de competições; TROFÉU: A copa da Suécia em 1958 foi apenas a primeira de uma série de cinco conquistadas pelo Brasil.

Copa árvore3. Torneio esportivo no qual se disputa um troféu: Copa Davis (de tênis),, a Copa do Mundo de futebol[: O Brasil foi campeão pela quarta vez na Copa de 1994..Us. às vezes no Brasil como referência à Copa do Mundo de Futebol]

4. Cômodo de uma casa contíguo à cozinha onde se guardam louças, talheres, roupas de mesa etc., e onde se fazem refeições íntimas.

5. Esse cômodo em estabelecimentos públicos como hotéis, hospitais, escolas etc., onde se preparam refeições leves a serem servidas, lava-se a louça etc.

6. Parte superior do chapéu.

7. Parte superior das árvores, formada pela ramagem, em forma convexa.

Copa do Mundo - troféu8. Cada uma das guarnições redonadas nas duas extremidades do bocal de freio campeiro

9. Para o naipe de baralho, ver copas.

10. Vasilha de aduelas na qual se pisa a uva e se deixa o mosto fermentar; BALSEIRO; DORNA

11. Ant. Gír. Nota de quinhentos (mil réis, ou cruzeiros)
[F.: DO lat. cuppa ‘vaso’.]

Palavra do Dia: Chibata

Instrumento usado por todo e qualquer chefe em seus estagiários, a chibata é aquele chicote que arde bastante. Não há redação onde não encontremos esse artefato 🙂 Porém, há outras definições.

Chibata Ichibata

A Revolta da Chibata foi um movimento social ocorrido na cidade do Rio de Janeiro, no início do século XX. Entre os motivos da rebelião estão os severos castigos físicos que os marinheiros brasileiros sofriam como punição. As faltas mais graves eram punidas com chibatadas, chicotadas com chibatas, daí o nome do movimento social. O líder da revolta, João Cândido, ficou conhecido como o Almirante Negro, e foi quem redigiu a carta que reivindicava o fim dos castigos físicos e outras melhorias para os marinheiros.

Definição:
(chi.ba.ta)

sf.
1 Vara fina e comprida, ger. de marmelo, ou de junco, cipó etc., para golpear e dirigir cavalgaduras, ou para castigos corporais; JUNCO; VERGASTA

2 Bras. P.ext. Tira de couro, us. para bater; CHICOTE; LÁTEGO; VERGASTA

3 Fig. Castigo corporal, esp. com chibatadas

Chibata II4 Fig. Situação de quem é oprimido ou de quem sofre tratamento ou castigos violentos: “O sonho de liberdade que Zumbi implantou na Serra da Barriga era também o sonho de inúmeros abolicionistas, que desfilavam em meio à aristocracia o desejo de ver o fim da chibata. Hoje os negros brasileiros esperam derrubar uma versão moderna da chibata. A versão da invisibilidade.” (Oscar Henrique Cardoso, “Zumbi, comandante guerreiro da democracia”, em http://www.palmares.gov.br/ (acesso em novembro, 2007))

5 Bras. RJ Cap. Golpe em que o capoeirista, com uma das mãos apoiada no chão e após ter aplicado uma rasteira com uma perna, procura atingir o oponente com o pé, erguendo a outra perna com movimento em sentido contrário

6 Bras. N.E. Tabu Pênis

[F.: chibo ‘cabrito de um ano’. Hom./Par.: chibata (sf.), chibatã (sm.); chibata(s) (sf.[pl.]), chibata(s) (fl. de chibatar).]

Palavra do Dia: Amor

Black LovePara alguns é um peso, uma dor. Para outros é um modo de vida, um objetivo. Há vários tipos de amor, a maioria totalmente impossível de explicar e desprovido de lógica.

Há uma crença de que o amor vive próximo a uma linha tênue de onde existe o ódio. Não sei se esses dois sentimentos são realmente tão próximos, mas tenho certeza de que o amor e o desprezo, sim, infelizmente, vivem bem perto um do outro.

Pobre daqueles que acham que amar é apenas ter liberdade.

Sentimento terno e caloroso de afeto profundo e devoção, o amor faz com que aquele que ama queira o bem d ser amado. A antropóloga Barbara J. King, autora de “O que sentem os animais?”, afirma e exemplifica através de diversos casos narrados no livro, que esses seres, assim como os humanos, também são capazes de sentir amor de diversos tipos: pela família, por amigos, por seus companheiros etc.

Definição: 

(a.mor) [ô]

1. Sentimento que faz alguém querer o bem de outrem ou de alguma coisa [+ a, por : amor (da juventude) à pátria: amor pelos humildes]

2. Afeto profundo, devoção de uma pessoa a outra (amor materno)

3. Sentimento terno e caloroso de uma pessoa por outra, inclusive de natureza física e sexual: “Nossoamor que eu não esqueço…” (Noel Rosa, Último desejo))

4. Relação amorosa: A duquesa tinha vários amores

5. O ato sexual (fazer amor)

6. Inclinação, apego ao que desperta prazer ou empatia (amor à música)

7. Rel. Sentimento de devoção a Deus; VENERAÇÃO

8. O ente objeto do amor: Dalila foi o amor de Sansão

9. Cuidado, zelo, dedicação: Fazer alguma coisa com amor.

10. Mit. Cupido

[F.: Do lat. amor, oris.]

 

Black Love 2Amor ao próximo
1 Sentimento ou exercício da caridade.

Amor à primeira vista
1 Instantâneo interesse amoroso por alguém logo ao primeiro encontro.

Amor carnal
1 O mesmo que amor físico.

Amor cortês
1 Liter. Na literatura medieval, amor nobre, puro e leal de um cavaleiro por uma mulher.

Amorfísico
1 O que busca a satisfação sexual; amor carnal.

 

Amor livre
1 O que prescinde de, e mesmo repudia, convenções morais ou legais.

Amor platônico
1 O que é isento de desejo sexual.: Não se preocupe, farei isso por você de mil amores.

De mil amores
1 Bras. Com o maior prazer, com todo o gosto.

Fazer amor
1 Ter relações sexuais.

Pelo amor de Deus
1 Por favor, por caridade.

Por amor à arte
1 De modo gratuito, desinteressado

Por amor de
1 Por causa de; em atenção a.

Um amor
1 Pop. Pessoa ou coisa muito bonita, graciosa; um encanto; um doce.
2 Pessoa muito gentil, bondosa, simpática; um doce.

Palavra do Dia: Viagem

PassaportesOs leitores do blog saem que viajar é uma paixão, que infelizmente deve demorar para ser posta em prática novamente. Para quem pode curtir esse feriadão, segue a definição da palavra.

Termo usado para designar o deslocamento de um lugar a outro. A palavra tem origem no provençal ‘viatge’, derivado do latim ‘via’, estrada, caminho. Devido às férias de verão, que costumam durar três meses, esta é a estação preferida para as viagens. O clima favorável, com altas temperaturas e dias mais longos, faz com que o litoral seja o local mais procurado neste período.
Viagemm LondresDefinição:
(vi:a.gem)
sf.

1. Deslocamento de um lugar a outro, ger. em distância longa; JORNADA: A capital está a três dias de viagem.
2. Esse deslocamento, com um período de estadia no lugar de destino para turismo, trabalho etc.: “…Nossa amizade se perdeu no acaso das viagens…” (Rubem Braga, ‘ Quarto de moça’, in Ai de ti, Copacabana))
3. Fig. Gír. Alteração das percepções sensoriais causada pelo consumo de drogas; BARATO
[Pl.: -gens.]

[F.: Do lat. viaticum.]

Palavra do Dia: Saudade

Saudade IQue o português é uma dos mais difíceis, complexos e bonitos idiomas do mundo eu já disse muitas vezes, mas o exemplo perfeito dessa complexidade e beleza pode ser traduzida em uma única palavra: saudade. Enquanto na maioria das línguas esse sentimento é expressado com palavras que nem de perto têm a profundidade da nossa saudade, uma palavra única no mundo.

Em inglês, por exemplo, é dito miss you (“sinto sua falta”, em uma tradução livre). O problema é que essa saudade em inglês não é um sentimento e sim uma sensação, o que é muito diferente. Dizem que há uma correspondente em gaélico, mas, convenhamos, o número de pessoas que falam esse idioma não pode ser considerado para termos comparativos.

Nós (brasileiros) sentimos saudades, o que pode ser ótimo ou péssimo, mas que é algo que faz parte do nosso cotidiano. Sinto saudades de parentes que se foram, dos tempos nos quais os chefes eram muito melhores que a gente. Sinto saudades de pessoas e momentos que adoraria eternizar, mas que se perderam num turbilhão de acontecimentos que não tem mais volta.

Saudade é o sentimento evocatório provocado pela lembrança de algo bom que se viveu ou pela ausência de pessoas queridas ou coisas estimadas com as quais não se tem mais contato. No livro “O que sentem os animais?”, Barbara J. King nos mostra que esta não é uma emoção exclusivamente humana, ao narrar casos em que animais chegam a cair em depressão devido à saudade que sentem de um ente querido após seu afastamento ou morte.

Saudade IIDefinição:

(sa:u.da.de)

sf.

1. Sentimento evocatório, provocado pela lembrança de algo bom vivido ou pela ausência de pessoas queridas ou de coisas estimadas [Tb. us. no pl.]

2. Bras. Mús. Cantiga entoada em alto-mar por marinheiros

3. Bot. Nome comum a diversas ervas do gên. Scabiosa, da fam. das dipsacáceas, nativas da Europa, Mediterrâneo, Ásia e África, muito cultivadas como ornamentais; SAUDADES; SUSPIRO; SUSPIROS

[F.: Do lat. solitate (m)]
Deixar na saudade
1 Bras. Joc. Sobrepujar (adversário) ultrapassando-o, driblando-o, desbancando-o em competição etc.

Morrer de saudade(s)
1 Fig. Sentir muitas saudades.

Rebenqueado das saudades
1 RS Diz-se de quem sofre por ter se separado de alguém, por sentir falta ou saudades de alguém ou de algo.

Palavra do Dia: Corporativismo

Corporativismo é uma daquelas palavras que talvez nem precisem de explicação para o povo brasileiro. Sofremos com ela em vários níveis da nossa sociedade e nada indica que essa situação vá mudar.

corporativismoTermo pelo qual se identifica doutrina ou sistema baseados no espírito associativo das atividades profissionais. Com isso, essa doutrina procura eliminar conflitos e dissensões habitualmente provocadas pela concorrência econômica, a luta social e as diferenças ideológicas. O objetivo fundamental do corporativismo é assegurar a ordem e a propriedade. Além de buscar o equilíbrio entre as forças sociais, considerando secundários os interesses individuais.

Definição:

(cor.po.ra.ti.vis.mo)

sm.
1. Pol. Soc. Doutrina para a qual a ordem político-social deve basear-se na constituição e representação de corporações profissionais, ger. sob controle de um Estado autoritário.

2. Defesa dos interesses de uma categoria profissional em detrimento dos da sociedade como um todo; espírito de corpo.

[F.: corporativo + -ismo.]

Palavra do Dia: Amor

Amor eternoO amor é um sentimento terno e caloroso de uma pessoa por outra, inclusive de natureza física e sexual. No último capítulo do livro “Vínculos”, Marcia Esteves Agostinho afirma que o amor é mais do que um sentimento, mas um ato de vontade, uma decisão madura e uma atitude responsável. Ainda de acordo com a autora, o amor é criador e pressupõe um projeto – um futuro com o outro – e o realiza. Por isso, o amor também é história.

Mas, amor, acima de tudo, é aquela coisa inexplicável que estamos sempre procurando, sempre querendo manter, sempre querendo sentir e repartir, mesmo que ele nos faça sofrer, já que ele sempre nos faz sorrir.

Piegas? Pode até ser, mas essa é a realidade.

Definição:

(a.mor) [ô]
sm.

1. Sentimento que faz alguém querer o bem de outrem ou de alguma coisa [+ a, por : amor (da juventude) à pátria: amor pelos humildes]
2. Afeto profundo, devoção de uma pessoa a outra (amor materno)
3. Sentimento terno e caloroso de uma pessoa por outra, inclusive de natureza física e sexual: “Nosso amor que eu não esqueço…” (Noel Rosa, Último desejo))
4. Relação amorosa: A duquesa tinha vários amores
5. O ato sexual (fazer amor)
6. Inclinação, apego ao que desperta prazer ou empatia (amor à música)
7. Rel. Sentimento de devoção a Deus; VENERAÇÃO
8. O ente objeto do amor: Dalila foi o amor de Sansão
9. Cuidado, zelo, dedicação: Fazer alguma coisa com amor.
10. Mit. Cupido
[F.: Do lat. amor, oris.]


Love is real, real is love
Love is feeling, feeling love
Love is wanting to be loved

Love is touch, touch is love
Love is reaching, reaching love
Love is asking to be loved

Love is you
You and me
Love is knowing
We can be

Love is free, free is love
Love is living, living love
Love is needing to be loved

Palavra do Dia: Ampulheta

O tempo passa – algumas vezes de forma rápida, outras bem lentamente – e temos a impressão de que algumas vezes ele deveria mesmo é parar. Há momentos tristes e momentos alegres, mas ainda bem que há momentos.

ampulhetaA ampulheta é um instrumento que mede o tempo por meio do escoamento de areia através de um recipiente de vidro dividido em dois compartimentos cônicos. Estes compartimentos são sobrepostos e se comunicam nos vértices por um pequeno orifício, pelo qual a areia escoa. As ampulhetas eram frequentemente utilizadas em navio, em igrejas e, no início da utilização do telefone, serviam para contar o tempo de duração das chamadas. Hoje, alguns jogos de tabuleiro utilizam o objeto para controlar o tempo das jogadas.

Definição:

(am.pu.lhe.ta) [ê]

sf.

1. Instrumento que mede o tempo por meio do escoamento de areia através de um recipiente de vidro dividido em dois compartimentos cônicos sobrepostos que se comunicam nos vértices por um pequeno orifício

[F.: Do espn. ampolleta.]

Palavra do Dia: Férias

Uma das palavras mais amadas por todos os trabalhadores do Brasil (e do mundo).

HPIM2378As férias consistem em dias consecutivos para descanso de trabalhadores e de estudantes, após um período anual ou semestral de atividade. A denominação dessa forma, no plural, é muito mais conhecida. O que pouca gente sabe, no entanto, é que há também a palavra ‘féria’, no singular. Ela se sefere à renda de um trabalhador ou ao dia em que não se comemora festa especial. Desta segunda definição é que a palavra ‘férias’, como conhecemos hoje, se origina. O termo provém do latim ‘feria, ae’, singular de ‘feriae, arum’, que significava, entre os romanos, o dia em que não se trabalhava por prescrição religiosa. É muito comum que o período de férias dos trabalhadores e, principalmente, dos estudantes coincida com o verão. Por isso, aqui no Brasil e no restante do hemisfério sul do planeta, as férias mais longas do ano são tiradas entre os meses de dezembro e fevereiro. Já nos países do hemisfério norte, isso ocorre entre junho e agosto.


Definição
:

(fé.ri:as)

sfpl.

1. Dias consecutivos para descanso de trabalhadores e de estudantes, após um período anual ou semestral de atividade (férias regulares; férias de meio de ano).

[F.: Pl. de féria.]

Palavra do Dia – Intuição

Intuição é algo que eu preciso trabalhar melhor na minha vida. Não sou muito bom em prever algo (bom ou ruim) chegando e isso, por vezes, traz problemas.

intuitionA intuição é uma forma de conhecimento imediato, independente de qualquer processo de raciocínio. Assim, de acordo com a autora de “Os mitos da felicidade”, nosso sistema intuitivo se vale, normalmente, de atalhos mentais rápidos e superficiais ou de regras gerais. Equivocadamente, os julgamentos intuitivos são interpretados como premissas ou fatos consumados, pois parecem emergir de maneira espontânea. Portanto, as reações iniciais aos momentos críticos estão contaminadas por nossa parcialidade intuitiva.

Definição:

(in.tu:i.ção)

sf.

1. Percepção pronta e clara; instinto, sexto sentido.

2. Pressentimento sobre acontecimento futuro; PRESSÁGIO

3. Fil. Forma de conhecimento imediato, independente de qualquer processo de raciocínio.

[Pl.: -ções.]

[F.: Do lat. intuitio, onis.]

Intuição linguistica
1 Ling. Capacidade intuitiva de o falante de uma língua perceber e aceitar a estrutura semântica e gramatical de sentenças nessa língua como expressão de determinados significados, de estabelecer analogias com outras formas de expressão desses significados, de reconhecer ambiguidades e indefinições etc.

Palavra do Dia: Referendo

referendo.noticiaO referendo é um instrumento de consulta do governo ao povo concernente a ato normativo, de nível constitucional ou infraconstitucional. Assim como o plebiscito, o referendo é uma consulta popular, mas é convocado apenas após o ato ter sido aprovado. Assim, cabe ao povo aceitar ou rejeitar a proposta, de forma que, se for rejeitada, ela não entra em vigor. O último referendo no Brasil aconteceu em 2005, sobre a proibição do comércio de armas de fogo e munições. De acordo com a consulta popular, a alteração da lei foi rejeitada e a comercialização foi mantida.

Definição:

(re.fe.ren.do)

sm.

1. Jur. Pol. Instrumento de consulta do governo ao povo concernente a ato normativo, de nível constitucional ou infraconstitucional, podendo anteceder ou não a feitura da norma, com caráter necessariamente vinculativo, e não apenas consultivo. [Cf. plebiscito e iniciativa popular legislativa (no verbete iniciativa).]

2. Pol. Essa consulta: Referendo sobre a venda de armas.

3. Pol. Votação por meio da qual o eleitorado sanciona ou recusa ato normativo: Ausência no referendo sobre armas deverá ser justificada.

4. Carta enviada por representante diplomático a seu governo, pedindo-lhe instruções ou aprovação de matéria sobre a qual não tem poderes de decisão.

[F.: Do lat. referendum]

Palavra do dia: Lauda

lauda JBA lauda é uma página (de papel ou eletrônica) usada como padrão para os originais a serem entregues a uma editora ou jornal, dividida em número convencionado de toques e de linhas. Esse padrão serve de parâmetro para calcular o espaço que uma matéria ocupará na página impressa, por exemplo. A lauda pode ser caracterizada pelo tipo e tamanho de fonte e pelo espaçamento entre as linhas, bem como pelo número de linhas e de caracteres ou espaços em cada uma delas. O padrão da lauda pode variar de empresa para empresa, considerando-se, em geral, uma página em Word com fonte Times new roman, corpo 12, espaçamento entre linhas 1,5, variando com 25 a 30 linhas e 62 a 72 caracteres para cada uma.

Definição:
(lau.da)

sf.

1. Página de livro impressa ou em branco.

2. Cada lado de uma folha de papel.

3. Edit. Cada folha de um original escrita de um lado só.

4. Edit. Página (de papel ou eletrônica) us. como padrão para os originais a serem entregues a uma editora ou jornal, dividida em número

convencionado de toques e de linhas.

[F.: De or. incerta, posv. do lat. laudare.]

Palavra do Dia: Barriga

Dizem que um hmem sem barriga é um homem sem história.  Por isso, preservo minhas memórias no meu corpo. Afinal, como jornalista, barriga é uma palavra sempre perigosa.

Hewlett-PackardNotícia falsa divulgada por jornal, revista etc. Notícias irreais são veiculadas quando não ocorrem as devidas checagens e verificações das fontes usadas. Portanto, quando ocorre uma barrigada em um jornal, não há a intenção de enganar o leitor, mas, possivelmente, trata-se de uma falha do repórter. A matéria falsa ou errada é o oposto do chamado ‘furo’, uma notícia exclusiva, dada em primeira mão. A barriga também pode ser considerada um fato desperdiçado, pois, dada a informação equivocada, perde-se a chance de se ter um furo de reportagem.

Definição:

(bar.ri.ga)

sf.

1. Anat. Região frontal do corpo, entre o tórax e a bacia.; ABDOME; VENTRE

2. Anat. Zool. Nos animais vertebrados, região do corpo que contém a maior parte das vísceras; ABDOME; VENTRE

3. Pop. A parte do corpo que recebe os alimentos ingeridos; estômago: Não consigo me concentrar de barriga vazia

4. Bras. Ventre proeminente: Mantém-se sem barriga fazendo ginástica.

5. Dilatação do ventre, devido ao desenvolvimento do feto, na gravidez: Está com uma barriga de oito meses.

6. Anat. Zool. Parte correspondente ao abdome, oposta ao dorso, nos animais; ABDOME; ABDÔMEM

7. Fig. Parte saliente de uma superfície; PROEMINÊNCIA; RESSALTO: O vazamento formou uma barriga no teto.

8. Bras. Notícia falsa divulgada por jornal, revista etc.

9. Tip. Defeito que faz com que a composição fique mais alta no centro

10. RS Lã retirada da barriga do ovino

[F.: Posv. do gaulês barrica]

jornalismoBarriga da perna

1 Parte posterior e musculosa da perna, abaixo do joelho; panturrilha.

Barriga de aluguel
1 Mulher, ou, mais especificamente, seu útero, que desenvolve a gravidez de um feto de óvulo fecundado fora dela (p.ex., por inseminação artificial) e nela implantado.

Carregar uma barriga
1 MA Estar de barriga, estar grávida.

Chorar de barriga cheia
1 Reclamar, queixar-se de algo sem ter motivo real, ou estando numa situação comparativamente boa.

Chorar na barriga da mãe
1 Constatar (alguém) que tudo lhe acontece conforme sua vontade.

Comer barriga
1 Pop. Cometer ou deixar passar erro por distração.

De barriga
1 Grávido, prenhe.

Empurrar com a barriga
1 Bras. Deixar continuar situação problemática sem resolvê-la, adiar providências.

Encher barriga de corvo
1 RS Morrer (animal).

Estar com a barriga no espinhaço
1 Estar muito magro, ou com muita fome.

Falar de barriga cheia
1 Ver Chorar de barriga cheia.

Levar barriga
1 Jorn. Bras. Gír. Publicar (jornal) notícia infundada.

Pegar barriga
1 Ficar grávida ou prenhe; engravidar.

Tirar a barriga da miséria
1 Usufruir (finalmente) de algo depois de muito tempo sem fazê-lo.

E lembrem-se: Estudo comprova que barriga de chope é um mito!

Palavra do Dia: Esperança

Sem mais palavras, vale a definição do dicionário Aulete.

Esperança IaEsperança é uma crença emocional na possibilidade de resultados positivos relacionados com eventos e circunstâncias da vida pessoal. É uma expectativa otimista da realização daquilo que se almeja. A esperança requer uma certa perseverança, ou seja, acreditar que algo é possível mesmo quando há indicações em contrário. Este sentimento é geralmente relacionado a muitas religiões, uma vez que o sentido de crença deste sentimento o aproxima muito dos significados atribuídos à fé. Em quase todas, por exemplo, há a esperança de um messias e a de salvação no fim dos tempos. Na época do Natal, a esperança é um sentimento que, independente de religiões, costuma se intensificar: o espírito natalino envolve desejo, vontade e planejamento para uma vida com muito sucesso no ano que está por vir.

Definição:

(es.pe.ran.ça)

sf.

1. Expectativa otimista da realização daquilo que se almeja: Tinha a esperança de ser o primeiro colocado.

Esperança IIa2. Fig. Aquilo ou aquele em que(m) se deposita tal expectativa: Aquele médico era sua esperança de recuperação.

3. Expectativa, em geral, espera

4. Aquilo que se espera, que se almeja, mesmo que pouco provável, ilusório, vão: Desista dessa esperança de ficar milionário!

5. Rel. Juntamente com a fé e a caridade, a segunda das três virtudes básicas do cristão.

6. Zool. Inseto ortóptero, de antena ger. mais longa que o corpo, pernas espinhosas e cor verde.

[F.: esperar + -ança.]

Esperança de vida
1 Dem. Em certo contexto demográfico, duração média da vida de cada pessoa, com base em dados estatísticos, e que depende de fatores atuantes naquele grupo, como nível econômico, clima, condições de saúde, profilaxia e medicina, nível de qualidade de vida etc; expectativa de vida.

Que esperança!
1 Expressão de convicção ou certeza de que aquilo que foi mencionado não vai acontecer (ainda que se pensasse ou desejasse que sim): Aumento de salário este mês? Que esperança!

Palavra do Dia – Farofa

Muito lembrada nas festas de Natal e Ano Novo, a farofa (e seus farofeiros) são tão amados quanto odiados. Uma boa palavra para o início do ano.

Farofa com baconA farofa é um prato culinário salgado da cozinha brasileira, geralmente servido como acompanhamento. Seu ingrediente principal é a farinha de mandioca ou a farinha de milho, à qual podem ser acrescentados inúmeros outros ingredientes, como milho, bacon, miúdos, linguiça, ovos, salsa, couve etc. É um prato bastante popular e tem sua origem registrada no período colonial, em várias cozinhas regionais, servindo de acompanhamento a assados de carne, ave ou peixe. Por ser um alimento de baixo custo e fácil de preparar, além de constituir uma rica fonte de energia, foi muito consumido pelos escravos.

 Definição:

(fa.ro.fa)

sf.

1. Bras. Cul. Prato (ger. acompanhamento) preparado à base de farinha de mandioca frita em gordura, ger. misturada com outros ingredientes como cebola, ovos, linguiça etc.

2. Alimento, prato que constitui refeição para trabalhadores agrícolas (esp. no N.E.), feito de farinha de mandioca (macaxeira) com tempero

3. Bras. S.E. Pej. Piquenique na praia, esp. com farofa e frango assado.

4. Fig. Bazófia, fanfarronice, farófia.

5. Fig. Conversa fiada, sem propósito.

Palavra do Dia: Sufragista

SufragismoTermo que designa toda mulher que lutou pelo direito de voto para o sexo feminino. O movimento das sufragistas começou na Inglaterra, em 1910. Neste época, o sufrágio feminino estava sendo discutido, e foi apresentado um projeto que concedia o voto às mulheres de 25 anos que ocupassem um imóvel ou que fossem casadas com um homem que ocupasse um imóvel. No entanto, este projeto foi rejeitado, levando os grupos Women’s Social and Political Union e Women’s Freedom League a se mobilizarem. Os protestos foram liderados por Emmeline Pankhurst, que já integrava o movimento feminista desde jovem, culminando no casamento com Richard Pankhurst, um advogado amigo da causa, cujo sobrenome adotou.

O movimento teve um caráter hostil devido à radicalização por meio de violentas ações públicas, que eram fortemente contidas pelo governo. Com a Primeira Guerra Mundial, no entanto, as mulheres tiveram que ocupar o espaço deixado pelos homens convocados, o que favoreceu a concessão do voto feminino em 1918.

Definição:

(su.fra.gis.ta)

1. Que diz respeito a sufrágio

2. Que é adepto do sufrágio universal; que defende a extensão do voto a todas as pessoas adultas, sem nenhum tipo de restrição

3. Diz-se da mulher que, em parte do séc. XIX e no começo do XX, lutava pelo direito de voto para o sexo feminino

sf.

4. Mulher sufragista: As sufragistas saíram vitoriosas

[F.: sufrágio + -ista.]

Palavra do Dia: Internetês

O idioma brasileiro é interessante. Faz tempo já se libertou das amarras do português tradicional, subvertendo regras e criando novas tendências. O internetês é apenas mais um exemplo de que, não só o português, mas todos os idiomas podem se adaptar ao novo.

‘Internetês’ é um jargão que se popularizou a partir dos anos 2000. Trata-se de uma forma específica de escrever na internet, através de mensagens de correio eletrônico, em chats, redes sociais etc. Com o tempo, a forma de escrever do internetês se adotou, também, nas mensagens via celular. Popularizado pelos jovens, o internetês costuma abreviar palavras, para que a comunicação se estabeleça mais rapidamente. Por exemplo, ‘beijos’, vira ‘bjs’; ‘você’, vira ‘vc’; ‘porque’ e ‘por que’, viram ‘pq’; ‘amigo’, vira ‘amg’ etc. Algumas pessoas consideram o ‘internetês’ prejudicial para a língua portuguesa, mas se trata, apenas, de mais um movimento da língua, que está em constante evolução, em função de como seus falantes a exercitam.

Definição:

(in.ter.ne.tês)

sm.
1  Bras.  Gír.  O jargão empregado por usuários da internet em mensagens de correio eletrônico, em chats etc.: Você considera o internetês uma ameaça à língua portuguesa?

[F.: internet + -ês.]