Saiba quando as cias. aéreas vão retornar as operações no Brasil

Saiba quando as cias. aéreas vão retornar as operações no Brasil

08/08/2020 2 Por Fernando de Oliveira

American voltou ontem e a Jetsmart retomará a rota entre Brasil e Chile a partir de outubro. Veja a previsão de todas as companhias aéreas

As pressões econômicas e o longo tempo de isolamento social que vem tornando a vida bem menos alegre, parecem que vão fazendo efeito em todas as partes do mundo.

Um dos setores mais afetados pela pandemia, o setor aéreo, parece ter conseguido uma “alforria” para a volta das atividades e para fugir do sufoco financeiro.

Abaixo vamos colocar as previsões da maioria das empresas aéreas, mas lembre-se de que elas podem mudar e que é preciso se informar antes de planejar uma viagem.

Mas é preciso ficar de olho em algumas restrições.

São Paulo x Miami já em agosto

Uma das primeiras rotas a serem retomadas será a São Paulo x Miami, operada pela American Airlines. A volta aconteceu ontem (em 7 de agosto).

Porém, não se anime demais. Só estão permitidos americanos, residentes permanentes e seus cônjuges. Há alguma outra (poucas) exceções, mas os brasileiros ou qualquer um que esteve no Brasil continua impedido de entrar nos EUA.

Aéreas voltando aos céus (em ordem alfabética)

 

Aerolineas Argentinas

Apesar das preocupações dos “hermanos” com os números da COVID-19 no Brasil, a Aerolineas Argentinas foi autorizada a voltar os voos entre São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre e Buenos Aires. Os aviões saem do solo em 2 de setembro. Já os voos entre Buenos Aires e Florianópolis só voltam em janeiro de 2021.

No momento, a emprea está operando apenas voos especiais de repatriação.

Aeroméxico

Com as fronteiras do México abertas, a Aeroméxico retomou os voos entre São Paulo e Cidade do México em julho e, a partir do próximo dia 17, serão cinco voos semanais.

BannerROTEIROS-1

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Air Canada

A empresa tinha (saindo e chegando do Brasil) voos previstos para agosto, mas eles estão sendo cancelados e não há nenhuma informação oficial sobre a retomada das atividades no Brasil.

Air China

A Air China é outra das empresas aéreas que ainda não tem previsão de retomar os voos para o Brasil.

Air Europa

Ainda este mês (agosto) a Air Europa retomará os voos entre São Paulo e Madri. As operações para Fortaleza só devem recomeçar em setembro. Já os voos partindo de Salvador e Recife tem previsão de reinício para novembro.

Air France-KLM

Apesar das muitas restrições para a entrada de brasileiros na França (e em toda a Europa) a Air France retornou com os voos entre Paris e Rio de Janeiro, e Paris e São Paulo. A empresa pretende voltar com os voos para Fortaleza em meados de outubro.

Já a KLM está operando as rotas entre Amsterdã e São Paulo e Amsterdã e Rio de Janeiro. Assim como parceira Air France, a KLM só deve voltar a operar em Fortaleza em outubro.

Alitalia

A empresa deveria retomar os voos em outubro, mas adiou a data e ainda não informou quando o serviço será retomado.

American Airlines

Boas e más notícias vindas da American Airlines. Como dissemos no início do texto, a empresa volta hoje a fazer voos entre São Paulo e Miami (com várias restrições, já que os EUA não aceitam pessoas que tenham passado no Brasil nos últimos 14 dias).

Só podem entrar nos EUA os nativos do país, residentes permanentes e seus cônjuges, além de outras poucas exceções.

Já as ligações entre Miami e Rio de Janeiro e Nova York e Dallas e São Paulo só devem voltar em dezembro.

As más notícias vêm do cancelamento de duas rotas: Los Angeles-São Paulo e Miami-Brasília.

Avianca

A Avianca recomeça a operar a rota entre São Paulo e Bogotá a partir de 1 de setembro.

Azul

A companhia já está operando dois voos semanais de Campinas para Lisboa e Fort Lauderdale (EUA).

British Airways

A British Airways retomou as operações entre Londres e São Paulo no dia 1 de agosto. A britânica pretende voltar a voar entre Londres e Rio de Janeiro em 1 de setembro.

Porém, lembre que a entrada de brasileiros no Reino Unido ainda está restrito. Não deixe de se informar sobre as medidas necessárias antes de marcar uma viagem.

Cabo Verde

Se tudo correr bem, a Cabo Verde Airlines deve voltar a voar para o Brasil em setembro, com voos saindo e chegando para o Recife e Fortaleza.

Copa Airlines

Até o momento, a Copa Airlines deve retomar as suas operações em São Paulo hoje (7 de agosto) e no Rio de Janeiro em 14 de agosto. Já os voos para Brasília e Belo Horizonte devem retornar apenas em setembro. Mas é bom ficar de olho nas medidas tomadas pelo Governo do Panamá, que já fizeram a cia. adiar seus planos uma vez.

Delta

Os voos de São Paulo para Atlanta e São Paulo e Nova York já estão acontecendo. Já a rota entre o Rio de Janeiro e Atlanta só deve ser normalizada em dezembro!

BANNER - perfil-de-viajante

Faça o teste, descubra seu perfil e solicite seu roteiro personalizado ao Blog do Feroli. Basta clicar no banner!

Edelweiss

A empresa, que opera entre Rio de Janeiro e Zurique, deve reiniciar as atividades em outubro.

Emirates

A rota Dubai x São Paulo voltou no dia 2, mas os voos Rio de Janeiro x Santiago e Rio de Janeiro x Buenos Aires, só em setembro.

Ethiopian

A rota São Paulo x Addis Abeba está operando normalmente.

Aproveite para emitir hoje sua passahem a partir de 4.000 milhas o trecho.

Flybondi

A Flybondi é uma das aéreas com situação complicada. O Governo da Argentina só vai permitir a volta dos voos da empresa em setembro, mas ainda não há uma data oficial por parte da companhia.

Gol

A Gol só deve voltar a fazer voos internacionais em outubro com a rota São Paulo x Buenos Aires e São Paulo x Montevidéu. Espera-se que, em novembro, a empresa retome os os voos para Assunção, Lima, Santiago e Santa Cruz. Estados Unidos e Caribe (talvez) em dezembro.

Iberia

Os voos entre São Paulo e Madri devem ser retomados em 3 de setembro. Já as rotas com base no Rio de Janeiro não têm uma data definida.

Jetsmart

A companhia vai retomar os voos de Santiago para Salvador a partir de 25 de outubro.

Latam

Desde junho a empresa já está voando para vários destinos saindo de São Paulo — Frankfurt, Londres, Madri, Miami e Santiago. Para este mês está programada a retomada dos voos para Lima, Montevidéu, Ilhas Falkland e Lisboa.

Lufthansa

A Lufthansa continua com os voos entre Frankfurt e São Paulo, mas as rotas entre São Paulo x Munique e Rio de Janeiro x Frankfurt ainda não tem previsão de volta.

Norwegian Air

Outra das aéreas que preocupa. A Norwegian suspendeu todos os seus voos de longa distância pelo menos até abril de 2021. Por enquanto, apenas voos regionais (dentro da Europa) partindo do Reino Unido.

Paranair

Sem data para a retomada das operações.

Qatar Airways

O voos entre São Paulo e Doha estão sendo operados normalmente. Já as viagens entre a capital paulista e Buenos Aires ainda não tem data para serem retomados.

Royal Air Maroc

O site da empresa está vendendo passagens para a rota São Paulo x Casablanca para o mês de setembro.

Sky Airline

A empresa chilena informou que volta com a ligação entre Santiago, Rio e São Paulo em setembro.

Swiss

Desde julho que os voos entre Zurique e São Paulo estão decolando.

Taag

A cia. voltou com seus voos entre São Paulo e Luanda no início deste mês.

TAP

Apesar do número de voos ainda ser pequeno, a TAP mantém as rotas Rio de Janeiro x Lisboa e São Paulo x Lisboa, assim como os voos partindo de Recife e Fortaleza funcionando. Este mês a empresa deve voltar a voar para Belo Horizonte. Ainda não há datas para a retomada das operações em outras cidades do Brasil.

Turkish

A companhia tem planos para retomar os voos entre São Paulo e Istambul em setembro. Os voos entre São Paulo e Buenos Aires só devem voltar em outubro.

Clique e veja as promoções da TAP

United Airlines

Outra companhia que voa de e para os Estados Unidos. Ou seja, onde não é fácil a entrada de brasileiros. A empresa manteve os voos entre São Paulo e Houston e, este mês, deve ligar Houston ao Rio de Janeiro e São Paulo com Nova York. São Paulo x Chicago e São Paulo x Washington só em outubro.