Saiba como é Os Vingadores: Ultimato (quase sem spoilers)

Saiba como é Os Vingadores: Ultimato (quase sem spoilers)

26/04/2019 0 Por Fernando de Oliveira

Os Vingadores: Ultimato, filme que marca o fim de uma era do Universo Marvel é bem diferente de todos os anteriores: mais denso e reflexivo, embora mantendo o humor e a ação característicos das produções anteriores

Os Vingadores: Ultimato — EndGame, título original, é muito mais adequado e deveria ter sido usado também no Brasil — é grande, denso, emocionante, longo e define o fim de uma era do cinema e da Marvel.

Hoje (sexta-feira, 26 de abril de 2019) os spoilers vão pipocar e as opiniões sobre o longa vão, com certeza, apontar prós e contras. Críticos e fãs devem ficar com uma sensação mista de tristeza pelo que passou e expectativa pelo que virá.

Vamos contar o básico sobre como é o filme sem dar muitos spoilers, para não estragar a diversão.

Os Vingadores: Ultimato marca o fim de uma era

Filme mais lento

São três horas de filme. Portanto, leve pipoca, refrigerante, batata frita, hambúrguer e, caso o cinema não tenha uma poltrona muito confortável, uma almofadinha para não deixar a bunda quadrada.

Dito isso, vale dizer que a história não é baseada apenas em porrada, tiro e bomba. O ritmo é mais lento e há bastante espaço para contar a história de cada um dos heróis com mais profundidade. Ponto para os diretores Anthony e Joe Russo.

Há mais diálogos, olhares e silêncios, sem perder a habitual dose de humor. No início, os heróis que sobraram estão lá (embora nem todos em boa forma ou do jeito que conhecíamos) tentando salvar o mundo. Depois…

Stan is there

Thor, Homem-Formiga, Hulk, Homem de Ferro, Capitão América, Capitã Marvel, Arqueiro e Viúva Negra se unem para combater Thanos mais uma vez. Até mesmo Stan Lee deixa a sua contribuição (salve Stan), junto com o reaparecimento de personagens menores, como o Happy Hogan (de Jon Favreau).

Os Vingadores: Ultimato marca o fim de uma era

O fim de uma era ou o início dos novos Vingadores?

Depois de 11 anos, 21 filmes e as confirmações de alguns atores de que não voltariam aos seus papéis de heróis, era de se esperar um fim do Universo Marvel como o conhecíamos. Sendo assim — cuidado, aqui há um pequeno spoiler — nem todos os Vingadores sobrevivem e alguns deles saem de cena com um final (bastante) feliz.

Muita gente vai sair decepcionada, muita gente vai ficar triste, muita gente vai reclamar de uma ou outra falha, mas todos vão ficar com a sensação de que esse encerramento era inevitável.

O longa dá pistas do que vem por aí e os filmes já confirmados (Homem Aranha, por exemplo) vislumbram um futuro promissor para a Marvel.

Os Vingadores: Ultimato marca o fim de uma era

Boas músicas e nada de cenas extras

Uma das grandes reclamações sobre os filmes da Marvel era a falta de uma trilha sonora marcante, como em Guerra nas Estrelas, por exemplo. Bem, se não há uma trilha original de peso, pelo menos, dessa vez, escolheram canções de peso para o longa. Muito bom ouvir a voz de Steve Winwood cantando (com o Traffic) Dear Mr. Fantasy.

Outro spoiler (inofensivo) é que depois das três horas de exibição não há necessidade de ficar vendo os créditos finais. Não há cenas extras ou qualquer anúncio que valha ficar mais tempo dentro da sala. Pode sair e digerir tudo o que aconteceu.

Assim como no Universo Marvel, o seu mundo não será o mesmo depois de Vingadores: Ultimato. Se esse novo mundo vai ser melhor, só o tempo dirá.

Vacilo da Disney com a imprensa

Aqui um parêntese importante. Vingadores: Ultimato é, sem dúvida o maior e mais importante filme já lançado pela Marvel (agora sob a direção da Disney) e a decisão de fazer poucas exibições para a imprensa em cada país (para evitar vazamentos) pode até ser estratégica, mas é uma tremenda quebra na confiança entre a empresa e a imprensa.

Pior ainda quando essas exibições são restritas apenas a alguns poucos (e grandes veículos). Nesse caso, o vacilo é mesmo das assessorias locais, que sempre fazem questão de levar o máximo de jornalistas para as cabines dos lançamentos menores.

Uma pena que uma empresa do porte da Disney ache que a solução para manter o mistério sobre um lançamento seja excluir veículos de porte médio e pequeno. Na boa, esse é que é um pensamento pequeno.

Mais um blockbuster dos Vingadores

Vingadores: Ultimato deve bater todos os recordes de bilheteria (apesar da sua duração) e vai se tornar um dos filmes mais comentados do ano (e de muitos outros anos). A nova fase dos nossos heróis começa em julho, com Homem-Aranha, Longe de Casa.

Que todos sobrevivam até lá.

Cotação: ****

Fotos: Film Frame..©Marvel Studios 2019

Anúncios