Azedo no ponto – Hey Bulldog

24/07/2009 0 Por Fernando de Oliveira

Dia chuvoso, arrumação da casa me esperando e pouco dinheiro para gastar. Tudo ajuda uma espécie de gosto amargo na alma, motivado muito mais por lembranças e atitudes de seres menos qualificados intelectual e, principalmente, em termos de competência, mas que são muito mais espertos na hora de vender a sua imagem.

Ontem, no show que comemorou os 40 anos do lançamento do último disco gravado pelos Beatles (Abbey Road) a banda Bulldog – nome inspirado na canção Hey Bulldog (veja letra abaixo) – executou o disco da primeira até a última nota. Velhos amigos, boas lembranças, boas risadas, rouquidão garantida e… manhã seguinte de chuva.

Cantando Hey Bulldog lembrei de como a humanidade pode ser hipócrita.

Curtam o vídeo gravado ao vivo durante a gravação da canção (1968) e apreciem John Lennon e Paul McCartney dividindo o mesmo microfone, sem qualquer conflito. Em negrito, meus versos favoritos da canção.

Hey Bulldog
Lennon / McCartney

Sheep dog, standing in the rain
Bullfrog, doing it again
Some kind of happiness is measured out in miles
What makes you think your something special when you smile?

Childlike, no one understands
Jack knife, in your sweaty hands
Some kind of innocence is measured out in years
You don’t know what it’s like to listen to your fears

You can talk to me
If your lonely you can talk to me

Big man, walking in the park
Wigwam, frightned of the dark
Some kind of solitude is measured out in you
You think you know me but you haven’t got a clue

You can talk to me
If your lonely you can talk to me

Hey bulldog