Como você acha que será a sua próxima viagem?

Como você acha que será a sua próxima viagem?

02/06/2020 0 Por Fernando de Oliveira

Várias regras e acessórios farão parte do “novo normal”. Viajar, por um bom tempo, será uma experiência bastante diferente do que costumava ser

As mudanças que o “novo normal” vão impor ao mundo devem afetar muito o turismo. Desde como planejar e reservar as viagens, passando pelo transporte até o aeroporto/rodoviária/porto, e chegando até o embarque/desembarque, tudo deve ser bem diferente.

As reservas

Para início de conversa, uma grande mudança deve acontecer nas agências de viagem. Se a tendência de se reservar pela internet já estava forte, agora, com a aparição da COVID-19 ela deve se consolidar.

As agências devem apostar muito no serviço online e, se isso pode estimular que muitas pessoas pensem que elas mesmas podem fazer toda a pesquisa e conseguir os melhores preços e oportunidades, também fará com que essas mesmas pessoas descubram que a ajuda de um especialista é de extrema importância.

BannerROTEIROS-5-blogdoferoli

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Os descontos que podem ser conseguidos por quem trabalha com turismo (como o Blog do Feroli) e a expertise em fugir de “furadas” é algo que não tem preço (ou, em vários casos, tem um preço bem mais barato).

Arrumando as malas

Outra diferença que deverá ser sentida pelos viajantes será na hora de arrumar a mala. Desde o “9 de setembro” que vários itens foram banidos das bagagens que podem ser levados dentro das cabines de avião, por exemplo.

Agora, teremos vários itens sendo incorporados em nossas malas. Álcool em gel, máscaras de proteção facial serão praticamente obrigatórios. E, para aqueles que não tinham costume de levar uma troca de roupas em suas bagagens de mão, melhor repensar os seus conceitos.

Banner - Especial malas

Precisa comprar malas e outros apetrechos para sua viagem? Na nossa loja tem!

Documentos

Embora ainda não tenhamos nada definido até agora (2 de junho de 2020), é bastante provável que vários países passem a exigir algum tipo de documento atestando a sua “imunidade” em relação ao novo coronavírus.

Pode ser que essa informação seja inserida em seu passaporte ou que seja criado um outro tipo de documento, mas é melhor estar com ele na mão antes de embarcar. E isso não deve demorar muito para acontecer.

Até mesmo formulários de imigração poderão ser incluídos nessa nossa nova realidade. O aeroporto de Narita, no Japão, criou até um documento de “identidade virtual” que permite que o passageiro seja reconhecido mesmo com o uso de máscaras. Inteligência Artificial elevada ao cubo.

iVisa.com

Consiga o seu visto para o país que pretende visitar de maneira rápida, segura e totalmente online

A ida para o ponto de partida da viagem

Quem estava acostumado com os transfers e Ubers da vida, pode se preparar para algumas mudanças importantes.

Primeiro, um menor número de pessoas nas vans que fazem os transfers coletivos (isso é bom).

Porém, também teremos algumas más notícias. A principal delas é que a maioria dos motoristas não vai mais ajudar os passageiros na hora de colocar ou retirar as bagagens dos veículos.

Pode parecer um detalhe insignificante, mas pense em pessoas mais idosas e com várias e pesadas malas. Um problemão.

Menos coisas para tocar

Pensando em evitar a contaminação pela COVID-19, os locais de embarque, principalmente os aeroportos, estão investindo em tecnologias que permitam aos passageiros fazerem a maioria das suas atividades obrigatórias sem tocar em nada.

Os QR Codes e as tecnologias de pagamento wireless como Pic Pay, Apple Pay e similares devem se tornar muito mais comuns (se não obrigatórias).

As lojas que permitem que você entre, pegue os produtos desejados e saia sem passar por qualquer tipo de caixa de pagamento — a cobrança é feita automaticamente quando se passa por um sensor na saída da loja, através do seu smartphone ou cartão de crédito.

As possibilidades são quase infinitas.

BANNER - perfil-de-viajante

Faça o teste, descubra seu perfil e solicite seu roteiro personalizado ao Blog do Feroli. Basta clicar no banner!

Menos pessoas ao seu lado

Aviões e os demais meios de transporte poderão ficar “mais confortáveis”. A obrigatoriedade de um certo distanciamento fará com que as empresas transportem menos passageiros.

Essa notícia pode parecer boa, mas deve ter um impacto negativo no preço dos tickets.

Como serão as classes econômicas depois da COVID-19?

Viajar será como antes

Prepare-se para ser testado

Outra grande mudança será a quantidade de vezes que poderemos ser parados para testes ou a quantidade de equipamentos pelos quais teremos que passar para desinfecção.

Os testes devem acontecer na entrada dos terminais, na hora de fazer o check-in, no momento de entrar nas áreas de embarque e, claro, antes de entrar nas aeronaves, ônibus, trens ou navios.

Além disso, nada impede que testes “surpresa” sejam feitos aleatoriamente. Portanto, estejam preparados.

Viajar será como antes

Não viaje sem estar abastecido com os medicamentos básicos

Drones, robôs e muita limpeza

Alguns aeroportos já se transformaram em cenários de ficção científica (como o de Hong Kong), enquanto outros, como o de Las Vegas, instalaram máquinas de venda de máscaras e outros itens de proteção para os esquecidinhos.

Em Hong Kong há robôs para limpeza e desinfecção de áreas comuns do aeroporto (como banheiros e elevadores). O uso de raios ultravioleta deve ser tornar padrão.

Nos hotéis os robôs também devem ter o seu uso incrementado. Não devemos ficar surpresos se toalhas, bebidas e outras amenidades passarem a ser entregues por um deles.

Há vários lugares que já estão usando drones para detectar se alguém que esteja se locomovendo nas proximidades está ou não febril.

Viajar será como antes

Menos facilidade para deslocamentos internacionais

Para os turistas esse pode ser o fator mais preocupante desse novo normal. Alguns países podem criar dificuldades para a entrada de estrangeiros em seus territórios. Isso pode causar problemas para quem viaja pela Europa ou Ásia, por exemplo.

Mas até mesmo países mais próximos, como a Argentina, podem se tornar destinos complicados para se visitar.

Será preciso saber todas as restrições impostas por cada país antes de fechar a sua viagem.

Viajar será como antes

A conclusão é que nossas viagens serão bem diferentes do que costumavam ser (e nem falamos de como serão as experiências em pontos turísticos.

A conclusão de tudo isso é que viajar será um processo bem mais complicado e que necessitará de um assessoramento profissional. Se aventurar sem ter experiência em programar viagens pode significar um grande prejuízo.

RESERVE SUA VIAGEM USANDO NOSSOS LINKS PARCEIROS E AJUDE O BLOG

(Onde dormir) O Blog do Feroli é parceiro do Clube Hurb! Reserve aqui neste link sua hospedagem para qualquer lugar do mundo, de maneira rápida e segura. Inclusive, há opção de cancelamento gratuito, sem pagamento antecipado, bem como parcelamento em até 12x e em até dois cartões de crédito!

(Onde alugar carro) Precisa alugar um carro? Na Alamo Car Rental você consegue parcelamentos em até 12x sem juros no cartão.

(Onde comprar ingressos) Garanta sua entrada antecipada nas atrações e evite filas! Blog do Feroli é parceiro do Viator, agência que oferece ingressos para as atrações, tours, passeios de bike, barcos e muitas outras opções!

(Seguro viagem) Já contratou o seguro de viagem? Antes de mais nada, faça uma contratação! O Seguros Promo parcela em até 12x no cartão. Use o cupom BLOGDOFEROLI5 e ganhe um desconto exclusivo.

(Problemas após a viagem) Teve problemas com o voo ou com perda de bagagens? Entre em contato com a Resolvvi. Ela avalia o seu caso e toma as providências para que você seja ressarcido.

(Chip para celular) Saia do Brasil já com o seu chip com internet ilimitada de verdade! Com nosso parceiro Travel Mobile, você programa o chip do jeito que você precisa! E ainda ganha US$ 5 de crédito na primeira compra para os leitores do Blog do Feroli!

Ao reservar com um parceiro dos nossos links, recebemos uma pequena comissão. E você não paga nada a mais por isso. Mas ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem!