Dicas de Viagem: Fazer roaming ou comprar um chip para viagem internacional?

Dicas de Viagem: Fazer roaming ou comprar um chip para viagem internacional?

04/07/2019 0 Por Fernando de Oliveira

Como se manter conectado é sempre uma das maiores preocupações dos viajantes. Preço e qualidade das conexões fazem toda a diferença na hora de escolher o seu chip

Atualmente, ficar desconectado é algo praticamente impensável, principalmente em uma viagem internacional. Para que isso não aconteça, há três soluções possíveis: contratar um roaming internacional com a sua operadora, comprar, no Brasil, um chip para uso no exterior ou comprar um chip no exterior.

Quais as diferenças?

O roaming — apesar da enxurrada de anúncios nos meios de comunicação — continua sendo a solução mais cara e, muitas vezes, menos eficiente para a sua viagem. Apesar da praticidade de manter o número do seu telefone, os custos e problemas de velocidade tornam essa opção, na nossa experiência, a menos interessante.

Já comprar um chip no exterior pode ser uma boa opção se você falar o idioma do país visitado e já tiver feito uma pesquisa prévia sobre as operadoras locais e os seus planos.

Só é preciso ter cuidado para não contratar um plano de dados que não supra as suas necessidades, e para não perder muito tempo procurando uma loja da operadora desejada.

. Brasil assina acordo para acabar com cobrança de roaming no Mercosul

Comprar um chip no Brasil, por outro lado, evita os problemas da compra no exterior. E tem um custo bem menor do que os do roaming. Além disso, muitas vezes o mesmo chip pode funcionar em vários países.

Se a empresa onde você for comprar o chip for séria, você vai recebê-lo bem antes da viagem, e ainda terá suporte (em português) durante todo período de uso. Além disso, fica mais fácil escolher o plano que melhor atende às suas necessidades.

Chip para viagem

Roaming internacional

Para deixar as diferenças entre as opções bem claras é preciso explicar o que é o roaming internacional. A maioria das pessoas não sabe como funciona. Você sabe?

Roaming é quando você deixa de usar a rede da sua operadora local para usar a rede de outra operadora internacional. Parece simples, mas para que tudo funcione é preciso que existam acordos entre as operadoras brasileiras e as do exterior.

O problema é que nem sempre essas operadoras internacionais oferecem um bom serviço. E (pior) na maioria das vezes você não terá prioridade no acesso, uma vez que não é assinante da operadora da qual está usando a rede. Então a operadora pode limitar o seu uso conforme o acordo estabelecido.

Por pagar pela infraestrutura de uma outra empresa, a sua operadora repassa os custos para você, tornando essa opção sempre bem custosa.

Compra do chip no exterior

Como já dissemos, essa pode ser uma boa solução para quem fala o idioma do país e já pesquisou qual operadora contratar, qual plano escolher e onde existe uma loja da empresa.

Além disso, tenha em mente que o suporte será todo no idioma do país, e que o chip comprado precisa suportar as frequências de rede do seu aparelho. Ou poderá inviabilizar a utilização.

Compra de chip no Brasil

As vantagens, além do preço e da facilidade de entender e escolher o melhor plano, passam por poder tirar todas as dúvidas em português e, até mesmo, saber se o seu aparelho está pronto para ser usado no país de destino.

Qualquer configuração necessária pode ser feita antes da viagem, com total suporte. Só isso já deveria ser suficiente para decidir por essa solução.

Como saber se a empresa é séria?

Infelizmente, há vários gurus e influenciadores digitais que ganham belos cachês para falar da empresa x ou y, mas nunca utilizaram os serviços dessas empresas ou das concorrentes.

Já usei os serviços de duas das empresas que oferecem esse serviço no Brasil e, com uma boa diferença na velocidade das conexões, posso dizer que as duas funcionaram. Porém, não há como negar que o serviço de uma delas foi muito superior.

Chip para viagem

WhatsApp, Skype, etc

Muita gente fica preocupada com a mudança de número. Afinal, de que adianta uma conexão rápida se ninguém sabe o seu número, certo? Bem, o WhatzApp não é um problema. É possível manter toda a comunicação (e histórico de conversas) mesmo com o novo chip. O mesmo serve para o Skype ou outro app de comunicação por áudio ou vídeo.

O único inconveniente fica por conta das ligações recebidas, já que as pessoas precisam saber o seu novo número.

Entretanto, na maioria dos planos você recebe um crédito para ligações para o Brasil que é mais do que suficiente para falar com quem quer que seja preciso. Vale atentar para esse detalhe.

Free wi-fi?

Em tempos de invasões de celulares e roubo de informações, nem sempre os wi-fi grátis são uma boa opção. Com o chip internacional, é possível obter ajuda para configurar o seu smartphone e transforma-lo em um roteador, permitindo que você use qualquer aparelho (laptop, tablet) com segurança.

Chip para viagem

Parceria Travel Mobile

Pensando em ajudar nossos leais e bravos leitores, procuramos a Travel Mobile (a empresa que ofereceu os melhores serviços) para firmar uma parceria que dará US$ 5 de desconto na sua primeira compra.

Só para esclarecer, já usamos o serviço da Trave Mobile nos Estados Unidos, Itália, Espanha, Inglaterra, Escócia, Irlandas, Argentina e Uruguai, sem qualquer tipo de problema.

É só clicar no banner que está na home ou nos que estão nos posts (como nesse, abaixo) e fazer o seu cadastro pelo link para o qual será enviado.

Uma vez lá, você pode escolher a operadora e plano desejados, ou entrar em contato com o suporte para tirar dúvidas.

A Travel Mobile trabalha com as operadoras LYCA Mobile, Red Pocket, Orange, ONEsim e
JT, e já atendeu a mais de 50 mil clientes, incluindo o autor deste texto e seus companheiros de viagem.

Fuja das furadas

Um dos grandes trunfos da Travel Mobile (e que ganhou muito da nossa confiança) é a transparência. Eles já chegaram a desaconselhar o uso de uma operadora em determinada viagem. Ponto para eles!

Abaixo, alguns vídeos explicativos sobre os chips da Travel Mobile