Vai para a WineRun 2019? Confira o que você não pode perder por lá

Vai para a WineRun 2019? Confira o que você não pode perder por lá

27/04/2019 0 Por Débora Thomé

A 8ª edição da WineRun, no Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha, é uma ótima oportunidade de aliar maraturismo e enoturismo em um mesmo fim de semana. Não é sensacional?!

Desde sua primeira edição, em 2012, a WineRun vem atraindo cada vez mais participantes. A corrida acontece no Vale dos Vinhedos, na região Sul, e é uma ótima pedida para realizar um ‘maraturismo‘ básico. Afinal, além de correr, é inevitável aproveitar o fim de semana para desfrutar o melhor da região vitivinícola mais importante do Brasil — berço de alguns dos melhores vinhos do país e terra de tradições gastronômicas bem especiais.

. Enoturismo, um negócio bilionário na Itália

Por isso, os eventos pré e pós-prova são tão concorridos quanto o percurso — uma meia-maratona na categoria de um trail run. Mais de 85% percorrida sobre superfície que intercala terra, cascalho e calçamentos com paralelepípedos. Tudo isso entre paisagens nativas e vinhedos.

. Maraturismo: cada vez mais adeptos unem viagem e corrida de rua
. Corridas na América do Sul, Central e no Caribe
. Calendário 2019 de corridas na Europa
. Calendário 2019 de corridas na África, Ásia e Oceania
. Calendário 2019 de corridas na América do Norte

A 8ª edição da WineRun acontece dentro de uma semana, no dia 4 de maio. Ainda é possível efetuar inscrição para encarar o percurso, e depois relaxar passeando pela Serra Gaúcha com a família. O Blog do Feroli já separou algumas dicas úteis para você incrementar seu passeio. Mas podemos te ajudar a ter uma experiência ímpar, com nossos roteiros personalizados!

BannerROTEIROS-1

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Tudo o que você precisa saber sobre o Vale dos Vinhedos

O triunvirato do vinho nacional fica no Rio Grande do Sul (Foto: Divulgação)

No Vale dos Vinhedos estão algumas das vinícolas mais conhecidas do Brasil. A área do vale é formada por Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi — conhecida como a capital brasileira do espumante. O que também vale muito a visita.

A melhor forma de conhecer bem o lugar é alugar um carro, principalmente para quem vai de avião a partir de Porto Alegre. Quem ficar hospedado em Porto Alegre ou Gramado pode dispor de pacotes que agências oferecem para visitação à região. Outra opção é se hospedar no coração do vale.

As distâncias de deslocamento que devem ser consideradas por quem pretende fazer a viagem:

  • Bento Gonçalves: 3km
  • Garibaldi: 8km
  • Monte Belo do Sul: 15km
  • Porto Alegre: 120km
  • Gramado: 120km

Para quem quiser conhecer a fundo o lugar, o ideal é alugar um carro. Porém, isso significa abrir mão das degustações de vinho. Nesse caso, é melhor buscar uma boa excursão pelas vinícolas do Vale dos Vinhedos. Pense bem na hora de escolher!

Clique no banner, faça a cotação do seu seguro viagem, utilize o código SEGURO10OFF e ganhe o desconto

Como chegar ao Vale dos Vinhedos

Localizado a 125km de Porto Alegre, o vale tem dois acessos a partir da BR-470, praticamente dentro da cidade de Bento Gonçalves. O principal é pela rodovia RS-444, rodovia que leva também a Monte Belo do Sul, e o segundo é pela Via Trento, 4km mais ao norte.

Onde ficar no Vale dos Vinhedos

Se hospedar no coração do Vale pode ser uma experiência muito interessante. O mais imponente e luxuoso é o Hotel Spa do Vinho, uma monumental construção situada no topo de uma colina rodeada por parreirais. outro grande hotel incorporado ao vale é o hotel Vila Michelon, situado entre vinhedos, araucária e mata nativa. Outra opção é ficar em Bento Gonçalves ou Garibaldi, a distancias entre 5 e 10 km do vale. O que pode significar um ótimo custo/benefício.

O que fazer no Vale dos Vinhedos

O vale é visitado por quem aprecia um bom vinho, gosta de visitas guiadas pelas vinícolas, ou simplesmente para apreciar uma boa gastronomia e as belas paisagens de vales e montanhas cobertos por parreirais. São mais de 30 vinícolas, com opções que vão desde pequenas propriedades rurais a grandes vinícolas famosas, como é o caso da Vinícola Miolo.

As 12 principais vinícolas do Vale dos Vinhedos

[playbuzz-item item=”fa29516a-5041-4b36-a0cc-0e49f167a0c5″ shares=”false” info=”false” wp-pb-id=”991620″]

Anúncios