Adobe confirma que o Chrome não suportará Flash no Android

18/02/2012 0 Por Fernando de Oliveira

Parece que nem tudo vai funcionar tranquilamente no mundo da informática. Briga de patentes e desenvolvimento de novas tecnologias são coisas que não deveriam prejudicar os usuários. Mas….

Adobe confirma que o Chrome não suportará Flash no Android

Não deveria ser nenhuma surpresa. Em novembro passado, a Adobe anunciou que estava abandonando o desenvolvimento do Flash para navegadores móveis. Portanto, o Google perdeu o barco do suporte ao Flash.

“A Adobe não está mais desenvolvendo o Flash Player para navegadores móveis, e, assim, o Chrome para Android, já na versão beta, não suporta conteúdo em Flash”, disse Bill Howard, gerente de produto Flash, em um blog Adobe, no dia 7 de janeiro.

Os primeiros hands-on do Chrome para Android já observavam que o novo navegador não suportava Flash.

A Adobe explicou que sua decisão de parar de desenvolver o Flash Player para navegadores móveis está relacionada à necessidade de transferir recursos para as equipes que trabalham em HTML5, padrão ainda em desenvolvimento, que acabará por substituir muitas das funções que o Flash tem oferecido.

“Vamos continuar a aproveitar nossa experiência com Flash para acelerar nosso trabalho com a W3C e a WebKit e levar recursos semelhantes ao HTML5 o mais rápido possível”, Danny Winokur, executivo da Adobe responsável pelo desenvolvimento interativo. “E vamos criar novas funcionalidades do Flash para uma transição suave para HTML5 enquanto as normas evoluem.”

Com o plano da Google de substituir o navegador do Android pelo Chrome, no longo prazo, o Flash deixará de ser suportado pela maioria dos smartphones. De acordo com a empresa de pesquisas do NPD Group, os sistemas iOS, da Apple e,o Android, da Google, rodam em mais de 90% de todos os smartphones comprados nos EUA durante os últimos três meses de 2011.

Especialistas esperam que o Flash Player no desktop também vá desaparecer ao longo do tempo com o aumento do suporte para HTML5 em browsers e sites. A Microsoft, por exemplo, já disse que vai bloquear a instalação do plug-in Flash Player no Internet Explorer 10 (IE10) que rodará no Windows 8.

Mas a Adobe ainda não jogou a toalha.

No início desta semana a empresa lançou uma versão beta de um plug-in do Flash Player seguro para a versão Windows do Mozilla Firefox – após um movimento semelhante em 2010 para o Chrome – e disse que seu próximo alvo é reforçar a segurança do Flash no Internet Explorer.

Em tempo: o Chrome para Android requer o Android 4.0 ou posterior, ou o “Ice Cream Sandwich”, e pode ser baixado no Android Market.

Ao meio-dia da quarta-feira, 8/1, o Chrome para Android estava entre os 200 aplicativo gratuitos mais baixados na lista do Android Market. O mercado também observou que o navegador beta tinha sido instalado em cerca de 500 mil dispositivos desde ontem.

Fonte: IDG Now!