FHC e a relação políticos e imprensa

01/02/2012 0 Por Fernando de Oliveira

Essa é mais uma daquelas notícias velhas que espero esfriarem para comentar (principalmente quando se trata de política). Como sempre repito, Fernando é um ótimo nome, desde que não seja para o cargo de Presidente da República.

 

FHC avalia que imprensa não é responsável por quedas de ministros no governo Dilma

Apesar de sete ministros deixarem seus respectivos cargos desde o começo do ano, depois de denúncias produzidas pelos veículos de comunicação, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso acredita que a mídia não pode ser responsabilizada pelas quedas. De acordo com o político, os aliados de Dilma Rousseff deixaram os ministérios porque houve, em todos os casos, evidência de envolvimento com irregularidades.

Questionado pela reportagem do Comunique-se, FHC não poupou nenhum dos políticos que deixaram o comando de sete pastas do Governo Federal. “Os ministros caem porque têm culpa no cartório”, declarou. Desde janeiro, Antonio Palocci (Casa Civil), Alfredo Nascimento (Transportes), Pedro Novais (Turismo), Wagner Rossi (Agricultura), Orlando Silva (Esporte) e Carlos Lupi (Trabalho) deixaram seus cargos após divulgação de matérias na mídia.

FHC, que acompanhou a relação entre jornalistas e políticos de perto durante os oito anos em que esteve na presidência da República, diz que o problema de ministros e parlamentares não é quando uma denúncia surge nos veículos de comunicação, mas sim ocasiões nas quais as matérias não param no primeiro texto publicado por revistas ou jornais. “A imprensa ataca sempre, mas se o caso repercute, a pessoa cai”.

Fonte: Comunique-se

Foto: Agência Brasil