Uma Copa medíocre e que derruba mitos

24/06/2010 0 Por Fernando de Oliveira

A Copa da África do Sul está se mostrando medíocre em termos técnicos e também vem servindo para derrubar alguns mitos. Um deles de que camisa e tradição pesam na hora de um confronto. Itália (atual campeã do mundo) e França (atual vice) mostraram um futebol pífio e voltaram para casa após a primeira fase, merecidamente.

A Copa também serve para mostrar que a tecnologia muitas vezes atrapalha. A bola, tão execrada, realmente deve ser bem ruim. Mesmo com a grande quantidade de pernas-de-pau que entram nos gramados, não é possível que tantos frangos, bolas não dominadas e chutes na arquibancada sejam fruto apenas da ruindade dos craques atuais.

Outro mito é aquele que o fairplay existe. Vejam nossos professores da França e Brasil. Vejam as jogadas da maioria dos cabeças de área. A quantidade de gente sangrando nos jogos.

E fica a pergunta: Será que os campeonatos europeus são realmente bons? Será que os grandes jogadores que ganham milhões (seja lá em qual moeda) são realmente isso tudo?

Viva Maradona, os japoneses e todos os que apresentam algo parecido com bom futebol.

Depois reclamam da qualidade dos jogos do Campeonato Brasileiro e dos estaduais. Teve muita pelada desa Copa que deu calos na vista.