Twitter ajudando contra a industria das multas

14/09/2009 2 Por Fernando de Oliveira

Pardais, IPVA, Lei Seca. Essas são as principais engrenagens da verdadeira indústria de multas criadas pelos governos municipal e estadual do Rio de Janeiro. Agora parece que a mídia e as utoridadis descobriram que os cidadãos não gostam desses excessos regulatórios e sempre arrumam um jeito de burlar as decisões questionáveis.

Já faz tempo, mas desde a semana passada que o Twitter que avisa aos motoristas onde está acontecendo alguma blitz da Lei Seca (e outras) é um sucesso e uma poderosa arma. Até hoje são 6,965 seguidores, formando uma rede praticamente imbatível. O Twitter serve para livrar os bebuns de multas e serve para que os cidadãos sóbrios evitem engarrafamentos em horários inconvenientes.

Pior é saber que algumas blitze nem precisam ser informadas pela Internet. Há uma (na verdade duas) perto da minha casa (Encantado), nas proximidades do viaduto da Linha Amarela que são DIÁRIAS! Será que os responsáveis acham mesmo que fazendo blitze todos os dias no mesmo ponto eles vão pegar alguém de valos? Parece que apenas querem manter as gorjetas dadas por motoristas desavisados, pobres e que tenham algo irregular (sempre haverá) em seus veículos.

O @LeiSecaRJ já é uma realidade e rendeu algumas declarações patéticas. Uma delas clamava que os cidadãos conscientes não postassem mais onde as blitze estão acontecendo.

Parece que a cruzada anti-bebum ganha uma força que a anti-fumo ainda não tem.

Agora é monitorar as ruas da cidade e beber com moderação.