Feliz aniversário, Tia Surica!

19/11/2008 2 Por Fernando de Oliveira

tia_zurica_1Confirmando a fase eclética, estive ontem (terça 18/11) na festa de aniversário da Tia Surica, no Teatro Rival (Centro do Rio). Boa música, clima de churrasco em família e uma platéia animada deram o tom da noite. Para mim a grande presença da noite (tirando a aniversariante, claro) foi a de Monarco, que ainda se recupera de uma doença rara nas pernas e mesmo assim desfilou alguns de seus clássicos.

Leia a crítica completa no Mistura Interativa.

monarcoVai Vadiar (Alcino Corrêa e Monarco)

Eu quis te dar um grande amor
Mas você não se acostumou à vida de um lar
O que você quer é vadiar
Vai vadiar

Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar
Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar

Eu quis te dar um grande amor
Mas você não se acostumou à vida de um lar
O que você quer é vadiar
Vai vadiar

Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar
Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar

Agora não precisa se preocupar
Se passares da hora, eu não vou mais te buscar
Não vou mais pedir, nem tampouco implorar
Você tem a mania de ir pra orgia só quer vadiar
Você vai pra folia, se entrar numa fria não vem me culpar
Vai vadiar

Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar
Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar

Quem gosta da orgia, da noite pro dia não pode mudar
Vive outra fantasia, não vai se acostumar
Eu errei quando tentei lhe dar um lar
Você gosta de sereno e meu mundo é pequeno pra lhe segurar
Vai procurar alegria e fazer moradia na luz do luar
Vai vadiar

Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar
Vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar, vai vadiar