Homens gastam mais com mulheres de vermelho

29/10/2008 6 Por Fernando de Oliveira

Mais um sensacional estudo que tive o prazer de destacar no site do jornal. Leiam….porque ainda teve mais…fizeram uma suite da matéria falando até com o Wando (ai, meu Deus!).

Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira nos EUA e publicada na revista Journal of Personality and Social Psychology, sugere que os homens gastam mais dinheiro com mulheres vestidas de vermelho. Os entrevistados disseram considerar mais atraente uma mulher que estivesse com roupas da “cor do pecado”.

De acordo com a agência Reuters, a pesquisa, conduzida pelo professor de psicologia Andrew Elliot, da Universidade de Rochester em Nova York, envolveu mais de cem homens, a maioria universitários, que viam fotos de uma mulher e tinham de dar “notas” sobre a beleza dela, a vontade de beijá-la e a vontade de fazer sexo com ela.

Os homens tendiam a avaliar melhor uma foto com moldura vermelha do que uma foto da mesma mulher com molduras branca, cinza ou verde. O mesmo resultado ocorreu quando uma foto idêntica era tratada digitalmente para que a cor da blusa da mulher passasse de azul para vermelha, informou a Reuters.

Os cientistas também fizeram a seguinte pergunta: “Imagine que você vai sair com esta pessoa e tem cem dólares na carteira. Quanto dinheiro você estaria disposto a gastar no encontro?”. De novo, os homens ficavam tentados a gastar mais com a dama de vermelho.

Os pesquisadores notaram ainda que a cor vermelha não alterava a nota dada pelos homens nos quesitos simpatia, inteligência e candura – apenas beleza física. E, quando eram mulheres avaliando a foto da moça, o vermelho não influenciou as notas dadas à beleza. Homens homossexuais e daltônicos foram excluídos do estudo. Os resultados parecem confirmar aquilo que tantos comerciantes já haviam percebido ao preparar suas vitrines para o Dia dos Namorados – que o vermelho é a cor do romance.

Embora esse “alerta vermelho” possa ser um traço culturalmente adquirido, ele também pode guardar raízes biológicas mais primitivas, segundo o professor e pesquisador Andrew Elliot, em entrevista à Reuters. Lembrando a semelhança genética dos humanos com outros primatas, ele disse que as fêmeas dos babuínos e dos chimpanzés ficam avermelhadas na época da ovulação, passando aos machos um sinal sexual irresistível.