Arquivo da tag: Bolões da Copa: como você pode ganhar um dinheiro extra

Bolões da Copa: como você pode ganhar um dinheiro extra

Recebi o texto abaixo e achei muito interessante. Vale conferir o site dos bolões.

A Copa do Mundo está chegando e certamente você já deve ter sido convidado para participar de algum bolão no seu trabalho, grupo de amigos ou em sua própria família. É sempre assim a cada quatro anos: tão tradicional quanto à competição de futebol.

Ele consegue fazer com que uma das maiores paixões do brasileiro – o futebol – fique ainda mais animada com a reunião e as apostas entre amigos. Todos os 64 jogos do Mundial passam a ser interessantes e valem algo – até mesmo dinheiro em alguns casos.

A brincadeira mais praticada é justamente a que envolve a disputa de um valor financeiro entre os participantes. Cada um deles dá um valor combinado previamente e, no fim da competição, quem tiver mais pontos fica com o prêmio.

Entretanto, há grupos que jogam apenas pela diversão, como para determinar quem sabe mais sobre futebol em um determinado grupo. Tudo, é claro, com regras claras que precisam ser determinadas e aceitas por todos antes dos jogos.

Se você ainda não foi convidado para participar de um bolão, não perca tempo e organize você mesmo com seus amigos. É uma forma lúdica e empolgante para acompanhar a Copa do Mundo de futebol. Confira um pouco mais sobre o tema:

Da Polla ao Bolão

Não há uma data precisa para determinar a criação e o surgimento dos bolões. Estima-se que seu aparecimento tenha sido ainda na Antiguidade, ao lado das primeiros jogos que as pessoas faziam umas com as outras.

Porém, a prática ganhou corpo e se desenvolveu na Espanha e nos países de língua hispânica graças à Polla. Esse nome é derivado da palavra inglesa poll, que pode ser traduzida como apuração ou pesquisa de votos.

Aliás, essa é a principal característica que a diferencia de outras modalidades de apostas. Ao invés de escolher números aleatórios, no bolão precisamos fazer prognósticos e definir placares, classificação final e outras variáveis mais complexas e imprevisíveis.

Diversão na casa e no trabalho

O que faz dele ser uma atividade preferida em famílias e empresas é a capacidade de envolver muitas pessoas em um mesmo objetivo. Você pode apostar sozinho na Mega-Sena, mas não pode competir individualmente em um bolão.

Não basta escolher apenas alguns números ou votar em determinados times. Participar dessa brincadeira exige um compromisso grande entre as pessoas, normalmente com reuniões e conversas antes, durante e até depois do evento.

Por conta disso, é uma estratégia estimulada e desenvolvida por muitas organizações para melhorar o clima organizacional entre os funcionários. Ou por famílias que procuram formas de se aproximarem ainda mais.

Quais as regras?

Não há um modelo fixo para as regras. Cada grupo define o melhor regulamento de acordo com o conhecimento, número de participantes, período da competição e as variáveis que desejam prever e acertar.

Um sistema clássico consiste na previsão simples dos placares dos jogos. Os participantes definem o resultado final das partidas que irão acontecer no torneio e ganham um ponto a cada acerto – ou até mais, dependendo do que foi acordado antes do início.

Contudo, é possível criar regras bem mais difíceis, dependendo do interesse das pessoas envolvidas. Elas podem ter que acertar, por exemplo, a pontuação das seleções na primeira fase, os classificados à segunda fase e até estatísticas individuais, como artilharia.

Dinheiro – e experiência – a mais

Além da brincadeira em grupo, a possibilidade de ganhar um dinheiro inesperado também é um atrativo aos participantes. Se for um grupo numeroso, é possível ganhar algumas centenas ou até milhares de reais.

Mas o lado financeiro não é um fator preponderante para as pessoas participarem dos bolões. O que pesa é justamente a possibilidade de incrementar a experiência que elas terão ao acompanharem as partidas de futebol, reunindo amigos e familiares.

Assistir à partida de Copa do Mundo sozinho é uma coisa; acompanhar do lado de quem você gosta é outra bem diferente. Ainda mais se, independente das seleções envolvidas, tiver um lado ou objetivo para torcer.

Não conte apenas com a sorte

A imprevisibilidade também faz parte da rotina do bolão. Não dá para saber realmente quem irá ganhar e quem irá perder na Copa do Mundo. As competições esportivas contam com resultados inesperados – e isso afeta as apostas.

Quem já participou de outras brincadeiras deste tipo certamente presenciou ou soube de casos como o do tio que não gosta de futebol, mas ganhou uma boa grana. Ou da criança que desbancou os adultos e fez mais pontos. Mas não se engane: não dá para contar com a sorte.

Como envolve prognósticos, quem tiver mais conhecimento sai na frente nesta disputa. No caso da Copa do Mundo, é recomendável conhecer futebol, saber os atletas convocados e quais seleções são favoritas em cada grupo.

Quanto mais informação você tiver em mãos, mais fácil fica identificar possíveis surpresas, jogos com placares mais elásticos e os principais favoritos ao título. A imprevisibilidade ainda estará lá, mas você certamente entrará mais preparado.

Há várias formas de participar

Quer participar ou organizar um e não sabe como? Não se preocupe. Há várias formas de criar e mobilizar um grupo. O mais comum, claro, é fazer tudo manual, com cada um preenchendo diferentes tabelas e, depois, realizar a checagem dos resultados.

Mas o avanço da tecnologia permitiu que até essa simples atividade fosse automatizada. Hoje há sites que realizam bônus sem depósito e podem ajudar você a criar seu grupo de bolão para a Copa do Mundo de futebol em 2018.

Fonte: Seo Marketing

 

Anúncios