iG vai abrigar a versão digital do Brasil Econômico ou: Mais um Caô

Esses realinhamentos são de doer. A ideia de manter uma marca não funciona e não engana ninguém, além de não ajudar o mercado ou os demitidos. Uma vergonha que essa tática continue sendo repetida.

Brasil Econômico OnlineO Brasil Econômico não existe mais na versão impressa, mas a marca continuará ativa no ambiente digital. Nesta terça-feira, 21, o iG informou que o noticiário do veículo continuará sendo alimentado em sua editoria de Economia.

No comunicado, a diretora de conteúdo do portal iG, Bia Sant’Anna, diz que a movimentação faz parte de uma “estratégia do portal iG em parceria com a Ejesa para dar cada vez mais relevância às suas marcas” e que esse alinhamento das plataformas online contempla também as versões digitais dos jornais O Dia e Meia Hora (todos da Ejesa).

Apesar do anúncio da manutenção do noticiário digital, o Brasil Econômico deverá ser alimentado pela própria equipe do iG, uma vez que os 40 funcionários que faziam parte da operação do título – entre editores, repórteres, colunistas, fotógrafos e profissionais de outras áreas – foram demitidos na semana passada. Entre a equipe não havia qualquer informação sobre o aproveitamento da mão-de-obra dos funcionários do Brasil Econômico para outros títulos da Ejesa.

Fonte: ProXXIma

Leia também: Brasil perdeu oito jornais em 6 anos

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.