The Flaming Lips enlouquecidos

03/09/2012 0 Por Fernando de Oliveira

Os norte-americanos do Lábios Flamejantes (The Flaming Lips), grupo que se notificou pela mistura de elementos psicodélicos, eletrônicos e notadamente influenciados pelo uso de drogas (LSD em particular), voltam ao mercado com The Flaming Lips and Heady Fwends (Warner), seu 14º disco de estúdio, onde reúne um convidado para cada uma das 13 faixas.

As participações – que vão desde Kesha até Yoko Ono, passando por Nick Cave e Jim James – só reforçam o tom insano das composições e interpretações do grupo. A faixa Do it (com Yoko) é o exemplo perfeito do som do disco, com percussão, efeitos eletrônicos e os gritos que ajudaram a apaixonar o ex-beatle John Lennon.

A formação atual do grupo – Wayne Coyne – vocais, guitarra, teclado e baixo;  Michael Ivins – baixo, teclado e backing vocals; Steven Drozd – bateria, guitarra, vocais, teclados, baixo e backing vocals; Kliph Scurlock – bateria e percussão; e
Derek Brown – guitarra, teclados, percussão e backing vocals – segue ousando e experimentando, mesmo que muitas vezes dêem a nítida impressão de que passaram do ponto.

Recomendado só para os fãs.

Esse texto também foi publicado no jornal O Fluminense