Obras no porto do Rio descobrem jornais de 1871

27/08/2012 0 Por Fernando de Oliveira

Nas obras de revitalização da zona portuária do Rio, operários encontraram uma caixa de madeira revestida internamente de chumbo. O que vem sendo chamado de “cápsula do tempo” foi levado para o Laboratório de Restauração da Fundação Biblioteca Nacional.

A caixa continha um exemplar do Diário Oficial datado de agosto de 1871 e uma “massa de papel jornal” com fragmentos. Após o processo de secagem, análises revelaram que se trata dos jornais A Reforma, Diário do Império e Jornal do Comércio, todos de setembro do mesmo ano, tendo como referência versões originais preservadas pela Divisão de Periódicos.

A caixa foi encontrada na pedra fundamental das docas de Pedro II, localizadas no Parque Noronha Santos, na Praça XI, centro do Rio. Ainda não se sabe por que estava ali, pois o conteúdo dos jornais trata apenas de transações comerciais do governo da época. Os técnicos tentam agora recompor o quebra–cabeças. “O próximo passo é fazer os restos virarem jornal de novo”, diz Fernando Amaro, chefe do Laboratório.

Fonte: Jornalistas & CIA