O Blues de Hugh Laurie (ou Gregory House)

07/12/2011 0 Por Fernando de Oliveira

O ator britânico interpreta clássicos do blues e do jazz no álbum Let Them Talk, onde toca piano, violão e guitarra. Disco tem a participação de Tom Jones

O ator inglês Hugh Laurie, mais conhecido por sua interpretação do sarcástico e brilhante médico Gregory House, na série que leva o sobrenome do personagem, já mostrou seu talento musical em vários episódios do programa, tocando piano ou guitarra. Agora, Laurie deixa mais uma vez o seu forte sotaque britânico para interpretar clássicos do blues e do jazz no disco Let Them Talk (Warner).

O álbum é um apanhado de canções em que Laurie novamente abusa de sua pronúncia norte-americana para dar vida ao seu sonho, acompanhado de bons músicos e ótimos convidados como Tom Jones, Irma Thomas e o pianista Dr. John.

As 15 músicas que fazem parte da edição standard (existe uma versão de luxo lançada lá fora) passeiam por climas e arranjos bem feitos onde o piano e a guitarra de Hugh Laurie mostram uma competência e talento de impressionar.

Faixas como St. James Infirmary (com sua introdução cheia de citações de Summertime), Buddy Bolden’s Blues e Swanee River (com seu piano boogie woogie) dão gosto de ouvir, mas é mesmo quando Laurie entrega os vocais (a parte mais fraca do disco) para seus convidados é que a coisa fica realmente boa. John Henry (com a participação de Irma Thomas) e, principalmente, Baby, Please Make a Change (que além de Irma ainda conta com a ótima performance do veterano Tom Jones) são momentos que valem a compra do CD.


Para uma estreia, Let Them Talk é um bom trabalho. Bem produzido e com um repertório conhecido, o CD vai muito além de uma homenagem ao som de New Orleans e tem tudo para agradar aos fãs do ator e aos que gostam de blues. Tomara que no próximo Hugh desista de cantar e fique apenas como músico, deixando os vocais para quem realmente é do ramo.

House em sete temporadas

Além da experiência musical do protagonista, os fãs da série, que parece ter voltado aos trilhos nesta oitava temporada, após um ano de histórias confusas e personagens meio sem rumo, têm uma outra razão para gastar seus reais neste Natal.

A Universal Pictures lançou uma caixa com todas as sete temporadas anteriores completas. A coleção especial vem em uma maleta onde, além dos DVDs, os fãs ainda encontram uma camiseta da série.

O preço sugerido nem é tão salgado (R$ 549) e é uma ótima oportunidade de conferir a evolução dos personagens, as várias idas e vindas da equipe de House, além dos conflitos pessoais do médico viciado em comprimidos para dor.

Se a atual temporada pode ser considerada um retorno ao espírito original do programa (muito mais baseado nos estranhos casos médicos que na vida pessoal dos personagens), a caixa é perfeita para quem se apaixonou pelo jeitão politicamente incorreto de House e não teve chance de acompanhar o programa desde o início.


Texto originalmente publicado em O Fluminense