EUA: 22% dos adolescentes têm problemas psicológicos graves

17/11/2010 0 Por Fernando de Oliveira

Que muitos americanos não batem bem da bola é de conhecimento público. Vide a qantidade de Dias de Fúria que temos por lá todos os anos. Agora, faltava que nossos intrépidos cientistas fizessem uma comprovação do fato.

Ai está:

Problemas de comportamento, humor e de ansiedade severos, que interferem na vida cotidiana, afetam quase um quarto dos adolescentes americanos, afirma um estudo divulgado nesta quinta-feira nos Estados Unidos por uma revista especializada.

Segundo o trabalho elaborado por Kathleen Merikangas, do Instituto Nacional de Saúde Mental (NIMH, em inglês), 22,2% dos adolescentes sofrem de transtornos que afetam suas atividades diárias, os quais geram grandes angústias.

De modo geral, pelo menos 51% dos meninos e 49% das meninas de 13 a 19 anos têm problemas de comportamento, humor, ansiedade ou de consumo de drogas, afirma o estudo publicado no Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry.

Trata-se do primeiro estudo que analisa a prevalência de uma grande variedade de transtornos psiquiátricos com uma mostra representativa em nível nacional. “A prevalência dos transtornos emocionais e psicológicos é ainda mais forte do que de doenças comuns, como a asma ou a diabetes”, diz o estudo, realizado com 10 mil adolescentes.

O problema mais frequente (30%) é a ansiedade, que pode ser registrada acompanhada de ataques de pânico e fobias sociais. O segundo mais presente é o déficit de atenção com hiperatividade (19,1%), seguido dos transtornos de humor e depressão (14,3%).

As informações são da AFP