Paul in POA – 6 e 7/11/2010 – O pré-show

10/11/2010 0 Por Fernando de Oliveira

Rio de Janeiro com chuva e Porto Alegre com um sol de rachar. Esse era o panorama do sábado (5 de novembro de 2010). A ida ao Rio Grande do Sul para a Maratona McCartney começou cedo. Depois de muita ansiedade e várias pesquisas para calcular os custos da empreitada, desembarcamos no Rio Grande – eu e minha fiel escudeira e amada Jo Nunes – por volta de 13h30. Táxi, hotel e uma ida até o Beira Rio para checar o caminho até o local do show e onde ficaria a tenda onde ficaríamos concentrados até a hora do soundcheck de Sir Paul McCartney.

Logo na chegada ao estádio uma ótima surpresa. Filas organizadas para a troca de ingressos (boa notícia para quem precisava), guardas educados e prestativos e facilidade para encontrar a nossa porta para a Disneylândia Musical do dia seguinte. O maior problema era mesmo o sol, daqueles dignos do Rio de Janeiro em tardes de verão. Pior, a previsão para o dia seguinte era de temperaturas ainda mais altas! O sol era tão forte que as filas eram compostas de pessoas em barracas ou se protegendo com guarda-chuvas ou caixas de papelão. Tudo na maior paz.

A cidade respirava Beatles. A porta do hotel onde Macca estava hospedado parecia ter saído de um filme sobre a beatlemania. Os jornais tinham cadernos especiais e até mesmo um táxi-beatle rodava pela cidade.

Almoço com um belo drink a base de vinho e volta para o hotel, preparar tudo para a maratona soundcheck (relato no próximo post). Ficou a sensação de que as coisas não serão tão tranquilas na capital do estado mais rico da Federação.

Leia também:
Paul in POA – 7/11/2010 – A crítica do show
Paul in POA – Soundcheck 7/11/2010

Fotos: Marcos Hermes, Fernando de Oliveira, Sabrina Gabana e Franco Rodrigues.