Quando os Beach Boys encontram Gershwin

18/08/2010 0 Por Fernando de Oliveira

Reunir dois dos maiores ícones da história da música americana, dois mestres da melodia, é uma ideia interessante e arriscada. Brian Wilson e George Gershwin (1898-1937) ajudaram a fundamentar o cenário musical norte-americano, com melodias que duram e vão durar por muitas décadas.

O líder dos Beach Boys decidiu reler alguns clássicos compostos por seu conterrâneo e até recebeu dos responsáveis pela obra de Gershwin autorização para ouvir e completar trechos de melodias inacabadas, que permaneciam inéditas. O resultado? O CD Brian Wilson Reimagines Gershwin, que chegou ao mercado nesta terça (17).

O disco traz 14 faixas, duas deles novas composições da dupla Wilson/Gershwin. Um deleite para todos os que gostam de melodias e arranjos sofisticados. O CD começa logo com Brian usando o seu talento para harmonias vocais na introdução de Rapshody in Blue, deixando claro que o espírito dos Beach Boys não ficaria de fora desse tributo.

– Eu sempre adorei George Gershwin. Uma das primeiras canções que lembro ter ouvido foi Rhapsody in Blue. Junto com Irving Berlin, Gershwin basicamente inventou a canção popular. E mais que isso, teve um incrível dom para as melodias, que ninguém foi capaz de igualar, e mesmo assim, sua música soa acessível. Este é o projeto mais profundo do qual já fiz parte.

– Eu sempre adorei George Gershwin. Uma das primeiras canções que lembro ter ouvido foi Rhapsody in Blue. Junto com Irving Berlin, Gershwin basicamente inventou a canção popular. E mais que isso, teve um incrível dom para as melodias, que ninguém foi capaz de igualar, e mesmo assim, sua música soa acessível. Este é o projeto mais profundo do qual já fiz parte.

Brian teve a ousadia de trazer para o seu mundo clássicos como Summertime, ’S Wonderful e They Can’t Take That Away From Me, usando elementos presentes nos seus dois trabalhos mais famosos Pet Sounds (1966) e Smile (1967/2004).

Os instrumentos e a produção remetem ao melhor do velho grupo formado por Brian e dão um ar totalmente fresco e inédito às canções imortalizadas por várias gerações de músicos de todos os estilos.

As duas canções da nova parceria, The Like in I Love You (primeira canção completa do disco) e Nothing But Love (que praticamente fecha o CD) soam como se fizessem parte de um duo que sempre trabalhou junto.

As canções soam familiar para quem é fã de Brian ou da dupla Irving Berlin/ George Gershwin. Letras falando sobre amor, belos arranjos vocais e produção que em nenhum momento pensa em rádio ou em fazer sucesso, apenas em criar boa música. Baladas e rocks em harmonia.

Brian Wilson Reimagines Gershwin é um belo lançamento da Walt Disney Records, altamente recomendado para quem tem ouvidos que sabem distinguir entre música de verdade e oportunismo.

Serviço

Brian Wilson- Brian Wilson Reimagines Gershwin
Gravadora: Walt Disney Records
Preço médio: R$ 25