Arquivo da tag: Trilogias

Tudo o que você precisa saber sobre ‘Vidro’. Sem spoiler

É uma trilogia? São três ‘origens’? Terá continuação? Quem são essas pessoas na foto de destaque?

Finalmente entra em cartaz o filme Vidro,  do cineasta M. Night Shyamalan.  Considerado um especialista em viradas  inesperadas de roteiro — os chamados plot  twist —, a expectativa é que a produção arrecade US$ 75 milhões em bilheteria logo na primeira semana. Apenas nos Estados  Unidos e no Canadá. O que supera os US$ 60 milhões de Sinais (2002), melhor marca  de estréia do diretor.

O filme é o terceiro e último capítulo da  trilogia de Shyamalan conhecida como  Eastrail 177. Teve início em Corpo  Fechado (2000), que girava em torno da  personagem David Dunn (Bruce Willis) — um  segurança que saiu ileso de um desastre de trem — e ganhou continuação em Fragmentado (2016), cuja personagem central era Kevin Wendell Crumb (James McAvoy) — ex-funcionário de um zoológico que se multiplica em 24 personalidades.

Desta vez, a figura central é Elijah Price (Samuel L. Jackson), um intelectual habituado a negociar obras de arte e fabricar teorias a partir de histórias em quadrinhos. Elijah foi apresentado ao
público em Corpo Fechado, já com uma pinta de super-vilão.

Os três protagonistas são reunidos em um manicômio para serem tratados por uma médica (Sarah Paulson) especializada em pessoas que pensam ser super-heróis ou personagens de HQs.

vidro-foto1-blogdoferoli
Foto: Jessica Kourkounis/Paramount

Entre Corpo Fechado e Vidro, lá se vão longos 19 anos. Por isso, antes de comprar seu ingresso para mergulhar na conclusão da trilogia de Shyamalan, é melhor entender o contexto da história, como ela começou e, muito importante, ficar atento para a estética adotada pelo cineasta.  Tudo sem spoiler, é claro

Marvel, Samuel L. Jackson e palavrões

Em recente entrevista ao site IGN, Shyamalan garantiu que sempre quis gravar as sequências de Corpo Fechado. Mas desistiu da ideia por vários anos devido à recepção do filme na época do lançamento.

“Quando fiz Corpo Fechado, queria fazer três filmes. Era o que tinha em minha cabeça. Houve uma recepção estranha do filme. Fiquei chateado e decidi seguir em frente. Mas aí gravei Fragmentado e
senti que era a oportunidade de continuar com a ideia.”

A popularidade dos filmes de super-heróis — muito por conta da Marvel e seu poderoso universo cinematográfico — pode ter influenciado muito a produção de Vidro. Mas também pode ter pesado uma cobrança feita ao longo desses anos. Por Samuel L.
Jackson.

vidro-samuel-blogdoferoli
Samuel L. Jackson é o vilão Sr. Vidro (Foto: Divulgação)

Essa história foi revelada pelo diretor e roteirista durante o painel especial sobre o filme na CCXP 2018, em dezembro do ano  passado, em São Paulo.

Para dar ao ator a notícia de que a sequência finalmente chegaria, Shyamalan preparou para ele uma sessão particular de Fragmentado, que termina com uma aparição de David Dunn, personagem de Willis.

Eu vi Samuel duas vezes em Los Angeles. A primeira ele estava em um carro, em um estúdio, e perguntou:

‘Quando vamos fazer o filme, filho da p***?’.

Três anos depois, encontro ele na rua, também no carro, e ele pergunta de novo:

‘Quando vamos fazer o filme, filho da p***?’.

Eu não gosto de contar nada para ninguém , então fiz uma sessão só para ele de Fragmentado. No final, quando viu a aparição de Bruce Willis, seu colega de elenco em Corpo Fechado, ele disse:

‘Vamos fazer isso, filho da p***?’.

Respondi:

‘Nós vamos, filho da p***’.

Shyamalan também garantiu que Vidro é o fim da história. “Tenho algumas ideias originais na cabeça. Para mim, é divertido começar de novo”, disse.

A visão dos protagonistas

O primeiro a embarcar no cosmo Shyamalan — mesmo sem saber — foi Bruce Willis. Um ano antes de o universo de heróis do cineasta ter sido apresentado ao público. Willis estrelou O sexto sentido,
em 1999, com roteiro e direção de Shyamalan.

vidro-willis-blogdoferoli
Bruce Willis caracterizado como o justiceiro David Dunn (Foto: Divulgação)

O sucesso estrondoso do longa, com uma reviravolta espetacular na história, levou Willis a topar, imediatamente, fazer Corpo Fechado.

“Logo depois que passamos por aquilo tudo, ele (Shyamalan) me manda um script e me faz uma ligação para saber se eu faria o
filme. ‘Vamos fazer essa p***a, eu respondi, sem nem ler o script. Aconteceu de novo em Fragmentado, quando me chamou para fazer a cena final, que virou Vidro“, disse o ator em uma entrevista na TV americana para divulgar o longa.

Quando Shyamalan convidou James McAvoy para assumir a personagem de um psicopata com múltiplas personalidades, o ator havia acabado as filmagens de ‘X-Men: Apocalipse’, na primeira aparição do “jovem” Professor Xavier careca.

Seus cabelos estavam começando a crescer e Shyamalan achou, bem…, que McAvoy daria um ótimo assassino psicopata com múltiplas personalidades com aquele “shape”.

Em Fragmentado, o ator escocês dá vida a Kevin Wendell Crumb. De quebra, vem junto mais 23 personalidades diferentes. Mas só nove delas apareceram no filme — sendo que a Besta era mais perigosa delas.

vidro-mcavoy-blogdoferoli
McAvoy dá vida a uma das 24 personlidades de Kevin (Foto: Jessica Kourkounis/Paramount)

Em Vidro, 20 personalidades de Crumb aparecem. McAvoy chegou a dizer, em um entrevista, que uma delas é baseada na atriz irlandesa Saiorse Ronan, com quem contracenou em “Desejo e Reparação”; e uma outra é inspirada na voz do narrador de audiolivro Scott Brick, e que só fala na terceira pessoa.

“Ele lembra o Kevin, na verdade. Ele acha a vida tão traumatizante e difícil de vivenciar que ele não quis mais a experienciá-la enquanto passava”, disse James McAvoy, que entrega mais uma interpretação primorosa.

Samuel L. Jackson, por sua vez, já esteve em três grandes franquias do gênero heróis — Nick Fury no universo Marvel, como Gelado em “Os Incríveis” e como o Sr. Vidro em Corpo Fechado. Em entrevista à Digital Spy, o ator falou um pouco a respeito da febre dos super-heróis, que dominou os cinemas nos últimos anos.

vidro-samuel2-blogdoferoli
Mr. Glass (Samuel L. Jackson) em Vidro (Foto: Film Frame..©Universal Pictures)

“Senti que era um negócio que não foi finalizado. Uma vez que ele (Shyamalan) disse que queria fazer uma trilogia e colocou Elijah em uma instituição, pensei ‘Ok, então, o que ele está fazendo lá? Vai sair de lá e encontrar outra pessoa? Ou alguém irá procurá-lo?’ Sempre senti que isso tinha de ser explicado”, disse Jackson.

Entenda o cosmo de Shyamalan

Quadros dentro de quadros transformam o enquadramento em uma página de HQs. A câmera se movimenta da esquerda para a direita, por diversas vezes, como se estivéssemos lendo. Tomadas que ressaltam uma determinada cor, dependendo da personagem enfocada — verde para Dunn, amarelo para Kevin e roxo para Elijah.

vidro-shyamalan-blogdoferoli
M. Night Shyamalan em ação (Foto: Jessica Kourkounis/Universal Pictures)

É importante reparar na estética magistralmente usada por M. Night Shyamalan que nos transporta imediatamente para o universo dos quadrinhos. Nos três filmes.

(confiram os tons de roxo que aparecem discretamente nas roupas das personagens de McAvoy e Willis, reforçando a ideia de que os dois são suas “criações”)

Assim como a estrutura do roteiro (também assinado pelo cineasta), que segue a fórmula das narrativas clássicas da Marvel e da DC Comics. E os diálogos expositivos e as cenas verborrágicas, muito comuns nas histórias dos quadrinhos quando o vilão explica seu plano mirabolante.

E depois decida: os quadrinhos são baseados na vida real?

Relembre a história de ‘Corpo Fechado’

Em Corpo Fechado somos apresentados a David Dunn (Bruce Willis), o único sobrevivente de um catastrófico acidente de trem. Um homem que, por algum mistério da natureza, não é capaz de se machucar nem de ficar doente, o que lhe deixa muito confuso.

Ele então conhece Elijah Price (Samuel L. Jackson), um homem preso a uma cadeira de rodas que tenta convencê-lo de que, na verdade, ele é um super-herói das HQs. Em um primeiro momento, a teoria é recebida com perplexidade, mas logo o personagem começa a se envolver com a possibilidade.

Elijah, um fanático por quadrinhos, é, na verdade, um terrorista disfarçado, cujo propósito de vida é ser o arqui-inimigo de David. O acidente de trem e diversos outros desastres fatais mencionados ao longo da história foram planejados e executados por ele, para encontrar Dunn. O problema congênito do vilão deixa seus ossos extremamente frágeis e quebradiços. Por causa disso, ele assume a alcunha de Sr. Vidro, seu antigo apelido de infância.

A personagem é presa no fim da trama.

Relembre a história de ‘Fragmentado’

Kevin Crumb (James McAvoy) é um jovem com 23 personalidades distintas, que consegue alternar as personas (a luz) usando a força do pensamento. Ele sequestra três adolescentes em um estacionamento. O terror psicológico da trama se desenrola à medida que elas conhecem todas as facetas de Kevin, que também inclui mulheres.

Até que Kevin é tomado pela 24ª personalidade, a Fera, que mata duas meninas e a psiquiatra Karen Fletcher. A Fera, no entanto, poupa Casey (Anya Taylor-Joy), que assim como Kevin havia sido vítima de abuso na infância. No embate com a jovem, Kevin é baleado, mas não morre.

O filme traz uma espécie de cena pós-créditos — que ficou muito famosa no universo Marvel, mas foi usada antes, até onde se recorda a autora deste post, pela primeira vez, no filme “O enigma da pirâmide”.

Uma cliente vê a reportagem sobre a tragédia das moças na televisão e repara que o caso é muito parecido com o de um “louco” que havia sido preso 15 anos antes. Sentado do lado dela no balcão, David Dunn lembra a ela o nome do criminoso: Sr. Vidro.

Só nesse momento é revelado ao espectador que, na verdade, o filme é uma continuação de Corpo Fechado.

Sinopse e trailer de ‘Vidro’

Após a conclusão de Fragmentado, Kevin passa a ser perseguido por David Dunn, o herói de Corpo Fechado, que decide ir atrás de pessoas com poderes sobre-humanos.

Tem-se início um jogo de gato e rato entre o homem inquebrável e a Fera, que é fortemente influenciado pela presença de Elijah Price, trancado em um manicômio. O trio acaba reunido depois que uma médica espacalista em tratar pessoas que acreditam ter super poderes.

De onde eles vieram? Para onde vão? Quem é o verdadeiro vilão? Quem são os heróis? Perguntas como essas prometem ser respondidas com a conclusão da trilogia.

Ficha técnica completa
vidro-poster-blogdoferoliVidro (Glass)
Nacionalidade: EUA, 2019
Gênero: Suspense, drama
Duração: 2h9
Classificação: 14 anos
Elenco: Samuel L. Jackson, James McAvoy, Bruce Willis, Anya Taylor-Joy, Sarah Paulson, Spencer Treat Clark, Charlayne Woodard
Direção e roteiro: M. Night Shyamalan
Produção: M. Night Shyamalan, Marc Bienstock, Jason Blum, Kevin Scott Frakes, Ashwin Rajan, John Rusk, Steven Schneider
Trilha sonora: West Dylan Thordson
Direção de fotografia: Mike Gioulakis
Edição: Luke Ciarrocchi, Renaldo Kell
Design de produção: Chris Trujillo
Direção de arte: Jesse Rosenthal
Distribuição: Walt Disney Studios

Anúncios