Ryanair e avião ‘lata de sardinha’ na pandemia

Ryanair e avião ‘lata de sardinha’ na pandemia

12/11/2020 0 Por Fernando de Oliveira

É a aposta da low cost Ryanair para 2021. Novo Boeing 737 MAX 200, desenvolvido especialmente para a empresa, poderá transportar 200 passageiros

Ryanair

A companhia irlandesa Ryanair — uma das mais importantes do setor low cost do mundo — parece querer mesmo inovar o setor sempre que possível.

A moral da empresa é tão grande que encomendou para a Boeing uma nova versão do seu 737-8 MAX. A nova aeronave — que vai se chamar 737 MAX 200 — terá 200 assentos, no lugar dos 175 das outras versões.

BannerROTEIROS-blogdoferoli

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Ryanair aperta as pernas

Para conseguir isso, a Boeing precisou fazer algumas alterações no projeto do avião. A fuselagem, por exemplo, será mais estreita e, claro o espaço entre as poltronas foi diminuído.

Quem viajar nesses aviões terá apenas 71 cm de espaço para as pernas. Se pensarmos que os atuais 76 cm já não são grande coisa…

Ryanair

Viagens curtas

Quem já viajou pela Ryanair sabe que a principal característica da empresa é fazer voos de curta duração. Sendo assim, pode até ser que “aturar” o pouco espaço para as pernas e a proximidade com outros passageiros seja algo suportável.

O problema é saber quando a capacidade total do avião poderá ser utilizada. Os primeiros aviões devem ser entregues no início de 2021, mas parece improvável colocar 200 pessoas em um voo antes do segundo semestre (se tivermos uma vacina).

De uma forma ou de outra, é bom saber que algumas empresas do setor aéreo continuam com seus planos de investimento e expansão.