Aeroporto de Roma ganha 5 estrelas no combate a COVID-19

Aeroporto de Roma ganha 5 estrelas no combate a COVID-19

10/10/2020 1 Por Fernando de Oliveira

Ranking criado pela empresa Skytrax leva em consideração vários aspectos para a redução da disseminação do novo coronavírus. Aeroporto de Fiumicino ganhou a nota máxima

Aeroporto Fiumicino

As viagens de avião vão voltar. Porém, a maior questão é a segurança em relação ao novo coronavírus.

Pensando nisso, a consultoria Skytrax criou um ranking onde avalia os aeroportos pelo mundo em várias categorias relacionadas com a COVID-19 e o primeiro aeroporto do mundo a ganhar 5 estrelas foi o Internacional de Fiumicino, em Roma, na Itália.

BannerROTEIROS-blogdoferoli

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Fiumicino disparado na frente

A Skytrax avaliou 21 critérios incluindo limpeza, políticas de distanciamento social, uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) pelos funcionários e os processos de desinfecção das áreas comuns, entre outros.

Além de examinar as informações dadas por cada aeroporto, foram feitos testes para medir a quantidade de bactérias e germes encontrados nas superfícies que são tocadas pelos viajante e a limpeza (e frequência) dessas superfícies.

Enquanto a maioria dos aeroportos conseguiu apenas 3 ou 4 estrelas (veja a classificação de todos aqui), o aeroporto da capital romana consegui 5 estrelas.

É verdade que nem todos os aeroportos estão com suas notas atualizadas, já que o resultado dos testes ainda estão sendo analisados, mas isso não tira o brilho de Fiumicino.

O aeroporto de Roma se destacou, principalmente, na obrigatoriedade do uso de máscaras, nos procedimentos de sanitização e na rígida fiscalização do distanciamento social.

Em 1 de setembro o aeroporto abriu um centro de testes para a COVID-19 em parceria com a Cruz Vermelha italiana. São 650 m² para garantir que nenhum viajante ou funcionário infectado transite pelo aeroporto.

Por enquanto as inspeções estão acontecendo apenas em aeroportos da Europa, mas, ainda em outubro, começam os testes na Ásia e Oriente Médio. Nas Américas (do Norte e do Sul), os testes começarão em dezembro e, na África, em janeiro de 2021.

Ou seja, é preciso ficar de olho nesses ranking, caso a segurança contra a COVID-19 seja um dos fatores que influenciem a sua viagem.