Turnê de despedida do Cream ganha caixa com 4 CDs

Turnê de despedida do Cream ganha caixa com 4 CDs

11/12/2019 0 Por Fernando de Oliveira

Cream, o supergrupo formado por Jack Bruce, Eric Clapton e Ginger Baker, superou as diferenças pessoais e criou um som que jamais foi repetido

Quando foi criado o Cream era tudo, menos uma reunião de músicos humildes. O próprio nome Cream (Nata) já dava a noção do tamanho dos egos dos seus componentes — Jack Bruce (1943-2014), Ginger Baker (1939-2019) e Eric “God’ Clapton.

No curto período no qual estiveram juntos (1966-1968) produziram 3 álbuns de estúdio, algumas canções icônicas, criaram um som único no rock — algo que depois foi desenvolvido pelo rock progressivo — e realizaram uma série de concertos inesquecíveis.

Agora, a sua última turnê enquanto banda em atividade, em 1968 — eles se reuniram para uma série de shows em 2005 — ganha uma caixa de 4 CDs, com 36 faixas, sendo 19 delas inéditas.

A ‘Goodbye Tour – Live 1968‘ já pode ser encomendada em pre-order (o lançamento será em 7 de fevereiro) e divide opiniões entre os fãs.

Veja o melhor preço da caixa Goodbye Tour clicando na imagem

Nata doce ou azeda?

Apesar da quantidade de faixas inéditas e da promessa de que a transcrição da gravação dos shows — LA Forum, Oakland Coliseum, San Diego Sports Arena e o último concerto da banda, gravado no Royal Albert Hall, em Londres, no dia 26 de novembro de 1968 — usou as “melhores fontes disponíveis”, não convence totalmente nem mesmo os fãs mais ávidos da banda.

As desconfianças principais são: quais são essas “melhores fontes disponíveis” e se as performances são diferentes o suficiente para valer o preço que será pago.

Devemos lembrar que o Cream era falamos por suas jams e um approach quase jazzístico, mas que os shows — como era praxe na época — eram relativamente curtos. No caso do Cream, normalmente “parcas” nove ou dez canções. Pouco, mesmo que algumas delas durassem mais de 10 minutos.

A favor pesam o formato (de um LP), o bom livro com notas sobre a turnê e o grupo e a curiosidade em ouvir os verdadeiros duelos instrumentais protagonizados pelos seus integrantes.

Cream

Uma difícil convivência

A convivência entre os integrantes do Cream nunca foi pacífica, principalmente entre Baker e Bruce, que já trocavam rusgas e até socos mesmo antes da formação do grupo — antes do Cream eles já faziam parte do Graham Bond Organisation.

A coisa era tão séria que, após a reunião de 2005 (que rendeu um excelente álbum), Eric Clapton chegou a dizer que não estava disposto a realizar outra reunião do grupo porque “não quero sangue em minhas mãos”.

Entretanto, a química entre os três era inegável. Cada um fazia com que o outro se sentisse desconfortável e desafiado a tocar mais e melhor.

“O Cream era um circo formado por personalidades diversas que descobriram que, juntas, se energizavam… Era só colocar nós três diante de uma platéia interessada em curtir nosso som e nós poderíamos “viajar” para sempre. E nós fizemos isso… viajamos até a lua toda vez que tocamos”, disse Clapton.

Pode ser que tenham feito apenas um álbum de estúdio que realmente traduziu todo o seu potencial — Disraeli Gears (1967) —, mas há pérolas nos outros dois álbuns e também nos registros ao vivo lançados até hoje.

Portanto, não importa qual instrumento prefira, a Goodbye Tour – Live 1968 pode ser uma grande oportunidade para ouvir três mestres indo ao extremo como nunca ninguém foi.

Magia no Royal Albert Hall

O Cream do RAH

Situado no coração de Londres e inaugurado em 1871 pela rainha Vitória, o Royal Albert Hall (RAH) foi (e é) palco de alguns dos maiores espetáculos realizados no Reino Unido.

Prestes a completar 150 anos, o RAH abriga peças, balé, apresentações de música clássica, eventos de caridade e muitos concertos de rock. Lá é a casa de um tal de Eric Clapton e foi o palco da última apresentação do Cream.

Veja os artistas e personalidades que passaram pelo RAH

Mas, se a beleza da construção chama a atenção, é no seu interior que a magia acontece. O ideal é conseguir assistir a algum espetáculo (os artistas ingleses, principalmente, adoram o lugar), mas é possível conhecer as entranhas do Hall mesmo sem ter ingresso para algum show.

Visitando o Albert

Conhecer o camarote real, usado apenas por reis e rainhas, os bastidores da casa de espetáculos e, com alguma sorte, presenciar a passagem de som da atração da noite — no meu caso, Crosby, Stills and Nash. Ouvir as histórias que viraram História e, caso queira, tomar um autêntico chá inglês, também pode fazer parte do programa, que vale cada libra cobrada.

São várias as opções de visita, dependendo da época do ano, mas nem sempre é fácil conseguir um horário disponível (melhor garantir seu lugar com a ajuda de um especialista (abaixo colocamos os links da Viator — agência ligada ao TripAdvisor — e do GetYourGuide, parceiros do Blog do Feroli).

O Cream do RAH

Ir até Londres e não conhecer o Royal Albert Hall é quase como ir até Roma e não ver o papa.

 

RESERVE SUA VIAGEM USANDO NOSSOS LINKS PARCEIROS E AJUDE O BLOG

(Onde dormir) O Blog do Feroli é parceiro do Clube Hurb! Reserve aqui neste link sua hospedagem para qualquer lugar do mundo, de maneira rápida e segura. Inclusive, há opção de cancelamento gratuito, sem pagamento antecipado, bem como parcelamento em até 12x e em até dois cartões de crédito!

(Onde alugar carro) Precisa alugar um carro? Na Alamo Car Rental e na Avis Car Rental você consegue parcelamentos em até 12x sem juros no cartão ou 5% de desconto para pagamento no boleto.

BannerROTEIROS-blogdoferoli

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

(Onde comprar ingressos) Garanta sua entrada antecipada nas atrações e evite filas! Blog do Feroli agora é parceiro do Viator, agência que oferece ingressos para as atrações, tours, passeios de bike, barcos e muitas outras opções!

(Seguro viagem) Já contratou o seguro de viagem? Antes de mais nada, faça uma contratação! O Seguros Promo parcela em até 12x no cartão. E com o April Seguros você ganha 10% de desconto na cotação ao usar o código SEGURO10OFF.

Encontre o seu hotel nas proximidades do Royal Albert Hall


Booking.com


(Problemas após a viagem) Teve problemas com o voo ou com perda de bagagens? Entre em contato com a Resolvvi. Ela avalia o seu caso e toma as providências para que você seja ressarcido.

(Chip para celular) Saia do Brasil já com o seu chip com internet ilimitada de verdade! Com nosso parceiro Travel Mobile, você programa o chip do jeito que você precisa! E ainda ganha US$ 5 de crédito na primeira compra para os leitores do Blog do Feroli!

Ao reservar com um parceiro dos nossos links, recebemos uma pequena comissão. E você não paga nada a mais por isso. Mas ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem!