Saiba como os protestos em Hong Kong podem afetar a sua viagem até a China

Saiba como os protestos em Hong Kong podem afetar a sua viagem até a China

09/10/2019 1 Por Fernando de Oliveira

Já são mais de 18 semanas de protestos em Hong Kong, muitas vezes violentos, contra o governo e suas decisões. Saiba quais cuidados tomar

A recente proibição do uso de máscaras pela população de Hong Kong (com permissão apenas para alguns casos) é mais um capítulo da batalha entre a população do território e o governo local e também central.

Já são mais de quatro meses de protestos e conflitos. Jatos de água e sprays de pimenta se tornaram aparições normais nas manifestações, assim como pedras, paus e até coquetéis Molotov.

Mas, no que os protestos afetam o turista que visita Hong Kong?

Ruas bloqueadas, locais fechados, perigo de acabar próximo de alguma zona de conflito e até chance de ser confundido com algum manifestante, são alguns dos perigos enfrentados pelos turistas.

Esses fatores já estão causando um forte retração no fluxo de visitantes. Em agosto, segundo o Wall Street Journal, a queda no número de visitantes foi de 40% em relação ao ano anterior.

Como é uma viagem que não é barata, surpresas desagradáveis não são recomendadas.

Transportes

O aeroporto de Hong Kong tem sido alvo de muitas manifestações, chegando a ser fechado por vários dias. Portanto, tente marcar sua chegada e sua partida para dias como terça-feira ou quarta-feira, quando os protestos são menos frequentes.

A estação de trem Kwai Fong MTR é outro local onde os manifestantes já causaram problemas. Caso veja algum sinal de confusão, saia de perto imediatamente.

Onde a maioria dos protestos acontece

Os protestos acontecem, na sua maioria, nas regiões de Tsim Sha Tsui, Sham Shui Po, Wan Chai, e Kwai Chung, além do entorno do complexo do Governo Central de Hong Kong. Porém, várias outras partes da cidade já sofreram com os protestos.

Por conta disso, partes da cidade têm sido isoladas e se tornado inacessíveis. Até mesmo o transporte público tem sido afetado.

Em caso de dúvida, mantenha-se informado pelas mídias sociais e pelos meios de comunicação. Indicamos o South China Morning Post, que está sempre atualizado sobre as manifestações.

Você também pode entrar em contato com o Consulado Brasileiro em Hong Kong.  O telefone de lá é o +852 2525 7002, lembrando sempre que fuso horário é de 11 horas na nossa frente.

Como chegar

Uma viagem até Hong Kong é cara. Assim, o ideal é programar com bastante antecedência e procurar as passagens mais baratas. O Blog do Feroli pode fazer a pesquisa para você. Mande um e-mail para blogdoferoli@gmail.com e nós pesquisamos as melhores datas.

Você também pode encomendar um roteiro personalizado para a sua viagem. Clique no banner abaixo para pedir o roteiro.

BannerROTEIROS-1

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

 

Separamos um ótimo pacote para Hong Kong e Macau para 2020. Ele é do Clube Hurb (do Hotel Urbano) e pode ser dividido em até 12 vezes. Clique na imagem e veja as condições.

Mas, caso prefira fazer a pesquisa por conta própria, clique nos links e banners abaixo e encontre o melhor preço para a sua passagem em um dos parceiros do blog.

Cheap flight deals. Book now & get up to $15 Off* with coupon code CFNAIR15.


 

Buscapé Viagens

O que fazer em Hong Kong

Hong Kong tem um grande número de atrações, até mesmo uma Disneylândia. Muitas das atrações são pagas e a melhor maneira de conseguir fugir das filas e pagar menos é adquirindo um Hong Kong Pass. Nele estão incluídos vários passeios, retorno expresso para o aeroporto,  bilhete paraTeleférico de Ngong Ping (com passeio guiado) e cruze em um tradicional barco chinês, entre muitas outras atrações.

Saiba mais sobre o Hong Kong Pass

Quer saber mais? Entre em contato com a gente!

 

 

 

Anúncios