Brasil fica na 9º posição no ranking de Big Mac mais caro do Mundo

Brasil fica na 9º posição no ranking de Big Mac mais caro do Mundo

06/04/2019 2 Por Fernando de Oliveira

Custo de vida alto é um dos problemas do turismo brasileiro. País precisa melhorar muito para atrair mais visitantes. Índice Big Mac é uma prova disso

Muitos podem preferir o Burger King, Wendy’s ou o Bob’s, mas é o Big Mac que é usado internacionalmente como parâmetro para medir os preços e o custo de vida de muitas cidades e países.

Como o Brasil é um dos maiores produtores de carne do mundo e sua mão de obra está longe de ganhar um salário digno de primeiro mundo, é óbvio imaginar que temos um dos preços mais baratos do planeta, certo? Errado!

Nono Lugar

Levantamento realizado pela plataforma de cupons de desconto Cuponation mostra que o Brasil ocupa um incômodo nono lugar entre mais de 50 países. O que isso significa? Que os preços médios do Brasil são caros para a maioria dos turistas do nosso planeta.

O estudo é particularmente relevante no Brasil se levarmos em conta que a rede de fast food conta com mais de 900 restaurantes e cerca de 3.500 quiosques no país. Cada lanche custa aproximadamente R$18.

Não se espante com esse valor. O Cuponation faz seu estudo comparando o preço do sanduíche o salário médio (R$2.500 – segundo o IBGE) e mínimo (R$998 – valor atual) do brasileiro. Por isso ele alcançou esse preço, muito superior ao valor nominal pago nas lanchonetes.

Big Mac pelo mundo

O país que lidera a lista é a Suíça, pagando R$25,72. Em segundo e terceiro lugar estão a Noruega e a Suécia, que pagam respectivamente por volta de R$22,77 e R$22,64. Os países em que o Big Mac é mais barato são a Rússia (que paga em torno de R$6,41) e a Ucrânia (que gasta cerca de R$7,57), levando em consideração o valor do dólar no dia 22 de março deste ano.

Pobre turismo

Mesmo se levado em consideração apenas os valores reais — aqueles pagos nos balcões — nossa situação não é das melhores. Na verdade, poderia até ser pior, caso não fossem as inúmeras promoções que aliviam i bolso dos amantes de fast food.

O famoso Big Mac
Com esse parâmetro fica ainda mais fácil entender o porquê do Brasil receber menos turistas por ano que várias cidades ao redor do globo. Só para ter um exemplo, é possível comer uma pizza em Nova York por US$ 5 ou três cachorros quentes por US$ 1!

Fuja do mito do fast food barato

Aqui vai uma dica importante para os turistas — e que pode ser encontrada nos nossos roteiros de viagem personalizados — comer em fast food é caro na maioria dos países. Não importa se você está na França, Inglaterra, portugal ou Estados Unidos (só para citar os mais procurados pelos brasileiros).

Sempre há boas opções locais que saem muito mais em conta do que um sanduíche. Claro que você pode querer conhecer um Shake Shack da vida ou conferir se o sabor do exterior é mesmo igual ao sabor do país onde está, mas, via de regra, evitar os fast foods de marca faz bem ao bolso.

Anúncios