Carne de porco em alta entre os brasileiros

Depois de décadas de preconceito, brasileiros se rendem ao sabor (e preço) de uma proteína cheia de versatilidade

Sempre lembro de um episódio de No Reservations no qual o saudoso Anthony Bourdain declarava seu amor incondicional pela carne de porco.

Assim como o mestre, eu também sou fá dos sabores e da versatilidade da proteína suína. Portanto, comemoro o aumento do consumo dela pelos brasileiros.

Produção e consumo

Segundo estimativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Brasil será o quarto maior produtor e exportador mundial de carne suína em 2018.

Já segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o consumo doméstico de carne suína pode aumentar em quase 50 mil toneladas a mais, se comparado a 2017.

Mas qual a razão para essa mudança de comportamento do brasileiro? Afinal, por muitos anos, houve um grande preconceito envolvendo a carne de porco, o que travava o aumento do consumo.

Mitos e verdades

A principal mentira sobre a carne de porco é a de que ela é prejudicial à saúde. Na verdade, a carne suína (na maioria dos cortes) é pouco gordurosa, além de ser nutritiva e rica em vitaminas e minerais.

Muita gente não sabe, mas o camarão tem mais colesterol que a carne de porco e um lombo cozido apresenta teores de gordura menores dos encontrados em um pedaço de filé mignon (também cozido e com o mesmo peso).

Por isso, a carne suína vem sendo incluída em várias dietas.Outro mito é a de que a carne de porco causa alergia. Ora, claro que causa, assim como o leite de vaca, ovos, amendoim, soja, nozes, peixes e frutos do mar.

O importante é que os casos de alergia são bem menos comuns do que os causados pelos frutos do mar, por exemplo.

Branca ou vermelha?

Essa é uma grande discussão entre nutricionistas e a sabedoria popular. Normalmente considerada branca (e em alguns casos mista), a carne suína é oficialmente vermelha.

A confusão acontece por conta da pouca clareza (com o perdão do trocadilho) dos conceitos de carne branca e vermelha, mas isso é outra conversa.

Versatilidade

É fácil encontrar cortes como picanha suína, alcatra, filé mignon suíno, lagarto suíno. Eles permitem uma série de ótimas receitas (confira alguns links no fim do post), fáceis de fazer, saborosas e com preços bastante atraentes.

A possibilidade de combinar sabores mais adocicados com outros mais cítricos e fortes, faz da carne de porco um item quase obrigatório nas geladeiras/freezers dos brasileiros.

Mude seus conceitos

Dito tudo isso, se você ainda tem alguma resistência ao consumo da carne de porco, mude seus conceitos e experimente preparar alguma receita pouco calórica.

Receitas do blog

Lombinho de porco assado com crosta de ervas

Lombinho de porco assado com melado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.