Páginas poderão optar por “sumir” dos resultados de serviços do Google

08/03/2013 0 Por Fernando de Oliveira

Após o governo dos EUA ter engavetado a investigação que averiguava supostas práticas anticompetitivas da empresa, o Google ajustará sua ferramenta de busca.

google11A FTC (Comissão Federal do Comércio) investigou se o Google manipula sua ferramenta de busca para posicionar seus serviços nas primeiras posições, o que prejudicaria sites similares, como o Yelp (resenhas sobre estabelecimentos comerciais).

Após quase dois anos de investigação, a FTC concluiu que “as práticas do Google não esbarram na legislação antitruste dos EUA”, afirmou Jon Leibowitz, presidente do conselho. A pedido da FTC, o Google decidiu não exibir mais o conteúdo desses sites sem autorização. Essas páginas poderão optar por “sumir” dos resultados de serviços do Google, como o Shopping e o Local, sem prejudicar suas posições no buscador geral.

O Google é investigado por questões semelhantes na União Europeia e no Brasil. O arquivamento do caso foi feito ontem nos EUA, quando a FTC anunciou “interromper um abuso” do Google.

A empresa não poderá mais vedar o acesso a tecnologias da Motorola, consideradas essenciais ao desenvolvimento de celulares, notebooks e videogames. Será punida em US$ 16 mil.

Fonte: Correio do Estado