Coldplay Live 2012 – Crítica

11/01/2013 0 Por Fernando de Oliveira

Coldplay live 2012Um dos grupos mais populares do mundo e uma das grandes atrações da última edição do Rock in Rio, o Coldplay lança sua terceira gravação ao vivo. Filmado durante a turnê do disco Mylo Xyloto em locais tão distintos como Paris, Montreal e no Festival de Glastonbury, em 2011, o Live 2012 (EMI), que ganha versões em CD/DVD e Blu-ray, gerou críticas positivas na imprensa inglesa e norte-americana.

A banda se mostra mais solta e segura no palco, com controle absoluto do seu ambiente de trabalho. São 90 minutos onde Chris Martin & Cia provam que um bom álbum pode se tornar ainda melhor quando tocado diante de uma plateia.

“A tour do Mylo Xyloto foi a mais divertida que já tivemos como banda. Ao longo dos anos, o nosso público tem se tornado mais e mais uma parte do show em si. Eles são para cima, diversos, cheios de alma e fazem as músicas soarem muito melhor do que em nossa própria voz”, diz Martin.

O ponto baixo do combo (CD+DVD) é o projeto gráfico, confuso, difícil de ler e nem tão bonito. Descobrir qual é o CD e qual é o DVD exige que se procure o símbolo do DVD. Saber quais canções estão no pacote? Só lendo a contracapa da embalagem, escrita com uma fonte nada amigável. A mixagem, que procura deixar o ouvinte dentro do estádio, também perde um pouco de força, para dar ênfase a ambiência, o que tira muito do peso do som.

Live 2012 é uma boa pedida para quem já viu e para os que nunca viram o Coldplay ao vivo.


Uma versão editada deste texto foi publicada no jornal O Fluminense