Samba na Dose Certa

29/11/2012 0 Por Fernando de Oliveira

O grupo Dose Certa, uma improvável mistura de quatro sambistas e um carioca, chega com seu segundo disco, Pra Sempre Samba (Universal), recheado de referências aos sambas de antigamente e a nomes como Cartola, Noel Rosa e João Nogueira, entre muitos outros.

A lista de compositores e de participações especiais também é longa. Assinando as canções do disco há nomes do calibre de Moacyr Luz, Luiz Carlos da Vila, Dona Ivone Lara, Zé Renato e Nei Lopes, o que já seria garantia de qualidade, mas há mais em Pra Sempre Samba. O disco conta um naipe de convidados de primeira categoria: Ivan Lins, Ana Costa, Wanderley Monteiro, Pedro Miranda, Verônica Ferriani e Leci Brandão e a benção do jornalista Chico Pinheiro, que escreveu um belo texto para apresentar o novo trabalho do quinteto formado por Alemão do Cavaco (arranjos e cavaquinho), Vitor da Candelária (percussão), Wilsinho Peruche (voz e pandeiro), J. Petróleo (voz e banjo) e Vinicius Almeida (contrabaixo, violão de 6 e 7 cordas).

Pra Sempre Samba é uma viagem no tempo em que os sambas tinham ritmo e uma qualidade que há muito parece ir se perdendo de maneira irreversível e um trabalho altamente recomendável para quem gosta de samba com conteúdo (melódico e lírico).

Esse texto também foi publicado no jornal O Fluminense