O homem é menos honesto quando ele fala em seu próprio nome. Dê a ele uma máscara e ele vai lhe dizer a verdade

24/09/2012 0 Por Fernando de Oliveira

O homem é menos honesto quando ele fala em seu próprio nome. Dê a ele uma máscara e ele vai lhe dizer a verdade. Oscar Wilde

Encarar suas fraquezas, seus temores e, muitas vezes, suas próprias ideias, pode se tornar um fardo tão pesado que as pessoas passam a tentar fugir e se esconder das suas próprias convicções.

Não é a toa que os grupos anônimos ganham tanta força, inspiram reações e atitudes extremadas, que jamais seriam tomadas de modo consciente e de cara limpa. Nem é preciso sentir orgulho de gostos ou pensamentos que não sigam a linha do correto. Gostar de algo bizarro, extremo, piegas, conservador ou sem sentido, é apenas uma das facetas de qualquer personalidade, apenas um dos lados do quadrado ou da figura geométrica que desejar.

O ser humano é complexo, cheio de contradições, medos e manias. Isso é fato. Somos cruéis, solidários e egoístas, sem nunca perder a razão, mas sempre com alguma máscara (mesmo que pequena) nos protegendo de nós mesmo.

Parte desse texto foi escrito em 2006

Man is least himself when he talks in his own person. Give him a mask, and he will tell you the truth. Oscar Wilde