Pensata do dia

10/04/2012 0 Por Fernando de Oliveira

Tudo o que sobe, desce. Principalmente aquilo que sobe sem saber o porquê e não tem a mínima condição de se manter.

Agora, só resta tentar ‘um lugar no passado’.

Minha alma chora!