Folha de São Paulo perde liderança em circulação

26/01/2011 0 Por Fernando de Oliveira

Meia Hora teve queda de 15%, segundo o IVC.

Tá feia a coisa.

O Meia Hora é o título popular do grupo O Dia

Ainda faltam alguns poucos dados relativos a dezembro para que o Instituto Verificador de Circulação (IVC) feche o seu balanço com o desempenho dos jornais brasileiros em 2010. Apesar disso, o resultado final deve ficar próximo de uma leve alta de 1,5% na circulação total, considerando os títulos auditados em 2010 e na maior parte de 2009.

Nos números já finalizados, a principal novidade é a perda de liderança da Folha de S. Paulo, que era o jornal de maior circulação no país desde 1986. Embora já tivesse perdido a liderança em alguns meses, em 2010 isto ocorreu pela primeira vez no consolidado de um ano. O topo do ranking do ano passado foi do Super Notícia, título popular de Belo Horizonte. Enquanto a Folha manteve estabilidade, na casa dos 294 mil exemplares por edição, o Super Notícia cresceu 2%, atingindo média de 295 mil.

Entre os dez títulos líderes, a maior alta foi de O Estado de S. Paulo, que avançou 11%, chegando a 236 mil exemplares por edição. As maiores quedas foram do Lance, que encolheu 24%, ficando próximo de 95 mil, e do carioca Meia Hora, que viu sua circulação diminuir 15%, atingindo 158 mil exemplares por edição.

Os 10 jornais de maior circulação no Brasil em 2010 e suas respectivas médias por edição foram:

1º Super Notícia: 295.701

2º Folha de S. Paulo: 294.498

3º O Globo: 262.435

4º Extra: 238.236

5º O Estado de S. Paulo: 236.369

6º Zero Hora: 184.663

7º Meia Hora: 157.654

8º Correio do Povo: 157.409

9º Diário Gaúcho: 150.744

10º Lance: 94.683

Informações do Meio & Mensagem