Circulação de jornais cai de novo nos EUA

31/10/2010 0 Por Fernando de Oliveira

No entanto, títulos como o Wall Street Journal tiveram resultado positivo, graças às inovações

A circulação de jornais dos Estados Unidos segue caindo, de acordo com os dados mais recentes do Audit Bureau of Circulations. O total da queda foi de 5% na comparação dos seis meses encerrados em setembro de 2010 com o mesmo período de 2009.

A notícia menos ruim é que o ritmo da queda está diminuindo. No relatório anterior, divulgado no primeiro semestre deste ano, ela foi de 8,7% e segundo semestre do ano passado havia chego a 10,6%.

Dentre as maiores circulações, nenhuma mudança nas primeiras posições. O Wall Street Journal foi bem e teve uma alta de 1,82%, na carona de inovações como a seção Grande Nova York, que está ajudando a mudar o foco do jornal de economia para notícias gerais.

O WSJ fechou com 2,06 milhões de examplares de circulação média diária. O USA Today manteve a segunda posição, com 1,83 milhões de exemplares, o que representou uma queda de 3,7%. O New York Times está na terceira posição, com 876,6 mil, uma queda de 5,5%.

As informações são do Meio & Mensagem

Na sequência do ranking aparecem Los Angeles Times, Washington Post, New York Daily News, New York Post, San Jose Mercury News, Chicago Tribune e Houston Chronicle.