Vontade política: Você já teve?

22/07/2009 0 Por Fernando de Oliveira

Sempre fiquei confuso ao ouvir esta expressão. Para mim, ou se tem vontade ou não se tem. Nunca entendi a definição que, parece, já era discutida por Karl Marx. Segundo ele, ‘Sua máxima perfeição coincide com sua máxima incapacidade de compreender os males sociais‘. Será?

Apesar do conceito filosófico da vontade política, continuo achando que é uma expressão vazia, geralmente utilizada por políticos (sic) de oposição ou que querem justificar a não realização de algo. Já li barbaridades como ‘não faltam alimentos; falta é vontade política de acabar com o flagelo universal‘! Triste.

Vontade política pode até mesmo ser usada em empresas, o que torna a expressão ainda mais perversa. A tal vontade serve para explicar a falta de rumo ou a falta de explicação lógicas para erros ou desvios de rota justificados apenas por pura incompetência.

Novas eleições se aproximam e o fim de alguns mandatos trarão a tal vontade aos meios de comunicação. Acusações e explicações baseadas nesse conceito serão regadas em todos os jardins onde seja possível.

Espero que alguém tenha coragem de questionar quem resolver se esconder atrás dessa mentira, que procura tirar a responsabilidade individual e jogar no imponderável as culpas pelas decisões tomadas.