Invasão ao Capitólio acaba em banimento em voos nos EUA

Invasão ao Capitólio acaba em banimento em voos nos EUA

14/01/2021 0 Por Fernando de Oliveira

Banimentos aconteceram por vários motivos. Desde a falta do uso de máscaras até o envolvimento com os atos de vandalismo do dia 6 de janeiro no Capitólio

Invasão ao Capitólio

Essa é daquelas notícias que podem ser incluídas em várias categorias (Economia, Viagem, Polícia, etc). As absurdas cenas de vandalismo ocorridas no Capitólio americano no dia 6 de janeiro e que terminaram com a morte de 5 pessoas acabaram trazendo consequências também para os envolvidos no que diz respeito ao “direito” de andar de avião.

As empresas do setor aéreo dos Estados Unidos se uniram para banir os envolvidos na invasão e também para impedir que pessoas que se recusassem a usar máscara ou arrumassem confusão com outros passageiros voltem a voar pelo território do Tio Sam.

Confusões desde antes da invasão do Capitólio

Os relatos de discussões entre trumpistas e não-trumpistas foram relatados já no dia 5 de janeiro, véspera da invasão. Em vários aeroportos e mesmo dentro das aeronaves foi possível presenciar “debates acalorados”, que acabaram no banimento de muitos dos envolvidos.

O mesmo aconteceu nos dias após o “evento”. Não foram poucos os relatos de passageiros praticamente brigando dentro dos voos que partiram de Washington D.C..

Por conta desses acontecimentos, a Associação dos Comissários de Bordo dos EUA (AFA) divulgou um comunicado onde afirmou que “atos contra a nossa democracia, nosso governo…devem desqualificar essas pessoas do direito de voar”.

A AFA, que reúne funcionários de 17 empresas aéreas, também afirmou que é “inseguro que essas pessoas sejam permitidas dentro dos aviões”.

Escolha a sua mala perfeita no site da Allbags. É só clicar na imagem acima

Lista de terroristas

Nos Estados Unidos há uma lista de pessoas banidas e proibidas de voar (No Fly List). Essa lista inclui terroristas e pessoas que são proibidas de embarcar em voos por uma série de motivos.

Agora, há uma forte pressão para que quem não usar máscaras e os que forem identificados como tendo participado da invasão ao Capitólio tenham seus nomes incluídos nessa black list.

Publicidade Travel Mobile Afiliado

Peça o seu chip e ganhe um desconto do Blog do Feroli. É só clicar na imagem

O número de pessoas que perderam o direito de voar ainda é incerto, mas sabe-se que já passou de uma centena e segue aumentando. Desde junho de 2020 mais de 2 mil pessoas foram banidas apenas pelo não uso das máscaras.

Ainda não se sabe o que vai acontecer no dia da posse do presidente Joe Biden, mas é bastante possível que o número de encrenqueiros sobrevoando o território dos EUA seja bem menor do que os dos dias anteriores ao horrendo 6 de janeiro.

Procure nunca fazer parte desta lista!

Com informações do Washington Post, CNN , ABC News, USA Today e BBC