Clientes da Delta vão poder entrar na Itália sem fazer quarentena

Clientes da Delta vão poder entrar na Itália sem fazer quarentena

07/12/2020 0 Por Fernando de Oliveira

A empresa aérea americana Delta entra em acordo com representantes do aeroporto de Fiumicino e do país europeu para permitir que passageiros tenham a entrada na Itália liberada

 

Aviões da Delta

A Delta Air Lines está dando um banho de competência em vários países mundo afora, incluindo o Brasil, em relação às viagens em tempos de COVID-19.

Ao invés de se “fingir de morta”, a Cia. Aérea entrou em contato com as autoridades do aeroporto internacional de Roma (Fiumicino) e fechou um acordo que vai permitir que seus clientes entrem na Itália sem a necessidade de cumprir a quarentena de 14 dias.

Isso, a partir de 19 de dezembro. Um show de diplomacia que deveria envergonhar muitos governos.

Não é para todos

Claro, que várias exigências fazem parte desse acordo. Como a entrada de estrangeiros na Itália segue uma série de restrições.

O acordo vale apenas para voos com origem do aeroporto internacional de Atlanta (Hartsfield-Jackson) e só os viajantes que se encaixem nas categorias que podem entrar na Itália (cidadãos italianos, residentes no país europeu ou na União Europeia, estudantes, trabalhadores e pessoas que vão cuidar de problemas de saúde) poderão ser beneficiados.

BannerROTEIROS-blogdoferoli

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Qual a mágica da Delta?

Para conseguir a liberação da quarentena, a Delta prometeu aos italianos que seus passageiros dariam uma série de garantias para impedir a disseminação do novo coronavírus.

Os passageiros precisam:

Apresentar um teste (PCR) negativo feito até 72 horas antes do embarque:
Fazer um teste rápido antes do embarque,
Fazer um teste rápido no desembarque.

O teste PCR é por conta do passageiro. Já os testes rápidos tem o seu custo incluído no preço da passagem.

As autoridades italianas e americanas, e os administradores dos dois aeroportos prometem que os resultados dos testes rápidos serão dados em, no máximo, 30 minutos, um tempo bem menor que os 14 dias originais da quarentena.

Como dissemos, esse acordo vale somente para os aeroportos de Atlanta e Roma. Então, caso algum brasileiro queira entrar na Itália e não fazer quarentena, precisa, primeiro, entrar nos EUA.