Passageiro que não usar máscara pode perder privilégios em aviões

Passageiro que não usar máscara pode perder privilégios em aviões

20/06/2020 0 Por Fernando de Oliveira

Empresas aéreas dos EUA prometem endurecer as políticas para evitar o contágio do novo coronavírus. Quem não concordar pode se dar mal. Uso de máscara é obrigatório!

Máscara em avião

Pode parecer uma notícia sem muita importância (por enquanto) para os turistas brasileiros, já que não podemos entrar no país mesmo, mas as principais empresas aéreas dos Estados Unidos resolveram endurecer no combate aos maus passageiros.

American, Delta, United, JetBlue, Southwest, Alaska, e Hawaiian concordaram em implementar políticas que podem causar prejuízos para o bolso dos clientes que insistirem em não concordar com as regras de controle ao vírus.

BannerROTEIROS-blogdoferoli

Aproveite esta e muitas outras dicas de viagem com os nossos roteiros personalizados. Entre em contato e encomende o seu — basta clicar no banner!

Máscara é obrigatória

É preciso ficar de olho para não esvaziar os bolsos e ainda ficar “marcado” em alguma lista negra. As empresas decidiram que todos os passageiros e membros da tripulação terão, obrigatoriamente, que usar máscaras.

Caso insistam em não usá-las, os passageiros podem ter os seus privilégios suspensos. O que isso significa? Significa que serão colocados em um local isolado no avião e que perderão o direito de voar por um tempo indeterminado, dependendo da gravidade do incidente.

Claro que haverá exceções e que todos os passageiros serão informados dessas restrições antes do embarque. As empresas também vão distribuir máscaras para aqueles “esquecidinhos”.

Máscara em avião

As empresas também deixaram claro que é permitido tirar as máscaras durante as refeições oferecidas nos voos.

Essas novas políticas ficarão valendo por, pelo menos, 60 dias. Ou seja, máscaras serão obrigatórias até o fim de agosto.

Caso consiga viajar para os Estados Unidos até lá, fique avisado.