BRF e Marfrig negociam fusão

BRF e Marfrig negociam fusão

31/05/2019 0 Por Fernando de Oliveira

Gigantes do setor de alimentos podem criar uma empresa líder mundial no setor de proteína animal. BRF já esteve envolvida em escândalos

A BRF — dona de marcas como Sadia, Perdigão e Qualy e que já esteve nos noticiários policiais por conta da Operação Carne Fraca — e a Marfrig — dona da Seara, Doriana e responsável pelos produtos da linha Bassi e Montana — estudam uma fusão que pode criar a maior empresa do setor de proteína animal do mundo.

Pode parecer que a notícia não tem muito impacto na nossa vida, mas é exatamente o contrário. Toda vez que um novo conglomerado desse porte surge, diminuem as opções para o consumidor.

Foi assim com a criação da Ambev ou a fusão entre a incorporação da Anderson Clayton pela Gessy Lever. Os mercados de bebidas e margarinas jamais foi o mesmo. Há muito menos competição e possibilidade de fugir das armadilhas econômicas que se impõem.

O negócio entre a BRF e a Marfrig ainda não está totalmente fechado, mas tudo indica que teremos mais um gigante para deixar as opções do consumidor ainda menores. Afinal, ter várias marcas controladas pela mesma empresa está longe de significar livre concorrência. Ou não?