Querem tirar o Bonde-Ateliê do Getúlio das ruas de Santa Teresa

11/04/2011 1 Por Fernando de Oliveira

Choque de Ordem é bom, mas precisa de bom senso

A operação Choque de Ordem, um dos carros-chefes da prefeitura municipal e que vem conseguindo ótimos resultados em termos de acabar com algumas bandalhas que se perpetuam pela cidade, também sofre de uma certa dose de falta de bom senso, em alguns momentos.

Os responsáveis pelas ações já empombaram com as mesas dos bares da Rua Álvaro Alvim, no Centro – conhecido como Beco da Cirrose – e agora querem tirar de Santa Teresa o ateliê-bonde do Getúlio, marca registrada da paisagem do bairro, com suas peças de artesanato. O homem está lá faz 25 anos e, goste ou não do seu trabalho, será uma perca para os moradores, turistas e para a burocracia burra, que ainda teima em povoar a mente de muitos servidores públicos.

Getúlio foi notificado que precisa deixar o local e, caso não o faça, será enquadrado em uma série de crimes, sujeitos a multa e até prisão. Não moro em Santa Teresa e nem sou cliente do Getúlio, mas sou sempre favorável que a inteligência e o bom senso se sobreponham aos conceitos crus de um projeto.