Petulância e acinte

12/01/2010 0 Por Fernando de Oliveira
Ser petulante não é necessariamente ser desrespeitoso. Nem toda petulância deve ser cosiderada um acinte. Mas isso, só mesmo com experiência para saber. Ruim é quando quem precisa saber, não sabe.
As definições são:
Petulância
Wellington Cardoso Ramos publicou no último dia 27 no Jornal da Manhã, de Minas Gerais, um artigo a respeito da relação de chefes e seus subordinados. Nele, encontramos a seguinte afirmação: “Mas, poucos deles são líderes. A maioria dos que são apenas chefes tenta esconder a própria incompetência atrás da arrogância e da petulância com que trata os trabalhadores que comanda.”
A palavra “petulância” é um substantivo feminino com origem no latim ‘petulantia, ae’.
(pe.tu. lân. ci:a)
1.Característica, qualidade, ação ou modos de petulante; ATREVIMENTO; INSOLÊNCIA; OUSADIA: Teve a petulância de contradizer a autoridade. [Antôn.: respeito. ]
Acinte
Segundo notícia publicada neste último dia 05/01 na Tribuna da Imprensa, a cúpula do DEM se reuniu esta semana para definir o futuro de Leonardo Prudente, presidente da Câmara Legislativa do DF que aparece escondendo dinheiro no bolso e nas meias em imagens do “escândalo da propina”. O líder do partido no Senado, José Agripino, afirmou sobre o caso: “Queremos resolver o problema da fita (na qual Prudente aparece guardando o dinheiro). É uma evidência muito clara, é um acinte!”.
No caso da fala do Senador José Agripino, a palavra acinte é usada como substantivo masculino.
(a.cin.te)
1. Ação, gesto, fala, texto etc. intencionalmente feitos com o objetivo de ofender, provocar ou contrariar alguém; PROVOCAÇÃO
adv.
2. De propósito, deliberadamente, intencionalmente.
[F.: Posv. da exp. lat. a scinte, alt. de a sciente, ‘com conhecimento, de propósito’.]