Morro, mas levo gente junto

Demorou três dias, mas finalmente coloco a primeira frase no ar. A dúvida era cruel (são muitas as frases), mas não dava para começa por outra que não fosse essa. Afinal, morro, mas levo gente junto é a mais antiga das minhas ‘originais’ e significa muito para quem me conhece há muito tempo.

Não lembro mais se ela é uma derivação de uma velha frase muito usada pelo Agildo Ribeiro (Vou querer também senão vou contar pra todo mundo) ou se vem do inglês (going down in flames). O certo é que ela é perfeita!

Perfeita para lembrarmos aos outros que sempre há um telhado de vidro que pode ser quebrado, que é bom pensar antes de atacar e que a vida dá voltas. Também é perfeita para que lembremos que não adianta se esforçar demais quando não há ninguém interessado em ver isso.

Guarde sempre com você algum trunfo, algum defeito alheio, alguma boa idéia ignorada. Assim, na hora de cair, você morre, mas leva gente junto.

Anúncios

2 comentários em “Morro, mas levo gente junto”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.